Domingo, 19 de janeiro de 2020

OLEANNA

Discurso sobre incomunicabilidade humana são levados à cena no premiado espetáculo “Oleanna”, do dramaturgo David Mamet. As apresentações serão no Teatro SESIMINAS, nos dias 18 e 19 de março, às 20h

Sucesso de público e crítica, desde sua estreia, em 2014 ,“Oleanna” não parou mais e caminha para sua 200ª apresentação. Realizou cinco temporadas no Rio de Janeiro, três em São Paulo, além dos circuitos Sesc e  Sesi e Festivais como Tiradentes, Porto Alegre em Cena, Garanhuns, Ilha Cumprida e Caxias do Sul. Em São Paulo realizou temporada no Sesc Pompeia, que rendeu o “Prêmio Aplauso Brasil” de Melhor espetáculo de Cia, além das indicações de Melhor Direção e Melhor Elenco e da Indicação do Premio APCA. A peça gerou diversas teses em vários países, reafirmando a importância da temática.

 A proposta do espetáculo é envolver o espectador em um espaço-confronto e incitá-lo a dialogar e a rever os conceitos dos temas: poder, incomunicabilidade e o politicamente correto.

 Na peça o público acompanha a impossibilidade de diálogo entre uma aluna e seu professor, além de ser testemunha das diferenças irreconciliáveis do relacionamento entre as pessoas que, somadas às questões ‘politicamente corretas’ com que somos habituados e levados a conviver, resultam numa total incompreensão e afastamento.

 Desde a estreia a Cia realiza um debate com a plateia depois de cada apresentação. Esse debate foi crescendo, tomando consistência e se transformou numa ação tão importante quanto o próprio espetáculo, por tratar com o público assuntos tão controversos e instigantes. Este momento provoca, além de uma catarse, a reflexão e o diálogo, dando a certeza da importância da comunicação direta.

David Mamet

David Mamet é considerado um dos autores contemporâneos mais importantes da atualidade devido a características particulares de abordagem de temáticas atuais, da maneira questionadora com que trata assuntos delicados e conflituosos, pela maestria com que lida com diálogos ‘fragmentados’ e pela forma peculiar com que deixa a ‘decisão’ ou o ‘tomar partido’ na mão do público, instigando, provocando, desafiando e tirando o fôlego da plateia.

O que há por trás das palavras?

Comenta o diretor Gustavo Paso em entrevista ao Jornal O Globo: A peça fala de estupro, mas não um estupro sexual. Fala de um estupro de natureza intelectual ou, mais especificamente, de natureza emocional. Situação que todos viveremos ou já vivemos independente de raça, nível social ou educacional. Trata do poder, da relação subordinado, do descontrole emocional. Trata não exatamente da derrota da razão, mas da derrota da razão cega, da razão onipotente, da razão arrogante.”

……………………..Sinopse…………………..

Na primeira cena, Carol, uma aluna ansiosa que se esforçou muito para conseguir uma vaga na universidade, procura a ajuda do professor que leciona a matéria que ela precisa desesperadamente passar. Os dois travam uma conversa caótica que é interrompida por telefonemas cada vez mais urgentes.

Na segunda cena, Carol está novamente no escritório do Professor, mas desta vez a pedido dele. Ela registrou queixa ao departamento, relatando os acontecimentos da primeira cena de um modo que sugere que ela teria sido assediada sexualmente por ele.

Na cena final, John, agora suspenso do cargo, pede que Carol vá ao seu escritório mais uma vez. Ele reconsiderou as acusações e quer pedir desculpas. Carol e seu grupo propõem retirar a queixa se o Professor se submeter às suas exigências… O conflito entre professor e aluna aumenta progressivamente até atingir um nível catastrófico que nenhum deles podia imaginar.

Ficha Técnica

Texto: David Mamet

Tradução: Marcos Daud

Direção: Gustavo Paso

Elenco: Luciana Fávero e Fernando Vieira

Cenário: Gustavo Paso e Teca Fichinski

Figurinos: Jô Rezende

Iluminação: Paulo Cesar Medeiros

Trilha Composta: Andre Poyart

Fotos: Gustavo Paso

Serviço

Centro Cultural SESIMINAS Teatro SESIMINAS, dias 18 e 19 de março, às 20h
Valores R$ 30,00 (inteira) R$ 15,00 (meia)
Classificação 16 anos
Duração 75 minutos + 15 minutos debate
Gênero Drama

Fonte:  Raquel Braga

Crédito: Gustavo Paso

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

POST A COMMENT

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×