Quinta Feira, 27 de junho de 2019

Home / DESTAQUES  / Ministro da Transparência apresenta Pró-Ética 2017 para empresários de Minas Gerais

Ministro da Transparência apresenta Pró-Ética 2017 para empresários de Minas Gerais

Encontro promovido em parceria com a Fiemg visa estimular participação de empresas e incentivar integridade em diversos setores da economia

O Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), em parceria com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), realizará em Belo Horizonte (MG) um encontro com empresários e entidades da economia para divulgar o Pró-Ética 2017. No evento, o ministro Torquato Jardim apresentará os critérios e benefícios do programa de fomento à integridade. O objetivo é estimular a participação de diversos setores; além de destacar a importância da ética e transparência tanto no ambiente corporativo, quanto na relação de negócios entre os setores público e privado.

O encontro acontecerá na sede do Sistema Fiemg, amanhã (21), às 12h. Entre os convidados estão representantes dos setores agropecuário, industrial e comercial, como: Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg); Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais (Federaminas); Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais (FCDL-MG); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG); Federação das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais (Fetcemg);  Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae MG), entre outros.

O Ministério da Transparência já promoveu dois encontros regionais em Manaus (AM) e Belém (PA). Até o final de abril, outras sete capitais receberão a divulgação do Pró-Ética: Goiânia (GO), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Prevenção e combate à corrupção

O Pró-Ética foi criado, em 2010, em parceria com o Instituto Ethos. A iniciativa, pioneira na América Latina, é um reconhecimento do Governo Federal a empresas que, independente do porte ou ramo de atuação, investem em boas medidas de prevenção e combate à corrupção. Neste ano, o prazo para participação vai até 28 de abril.

Conheça os critérios de avaliação

Não é concedido à empresa incluída no Pró-Ética tratamento diferenciado nas suas relações com a Administração Pública. Trata-se de um compromisso com a ética empresarial, assumido de forma voluntária pelas corporações, o qual indica o esforço para colocar em prática medidas internas que reduzam a probabilidade de ilícitos e desvios – mas na ocorrência desses atos, garantam a detecção e interrupção, de forma célere, e a remediação de seus efeitos adversos.

Participação

O Pró-Ética 2016 registrou um recorde histórico de inscrições. No total, 195 companhias, de diversos portes e ramos de atuação, manifestaram interesse em participar da avaliação. O número foi 101% superior à edição de 2015. Após análise preliminar, 74 cumpriram os requisitos de admissibilidade e foram avaliadas. Ao final, 25 foram aprovadas.

As vencedoras na última edição foram: ABB Ltda., 3M do Brasil, Alphatec S.A., Banco do Brasil, Banco Santander Brasil, Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Chiesi Farmacêutica Ltda., Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Dudalina S.A., Duralex S.A., EDP Energias do Brasil, Elektro Redes S.A., Enel Brasil S.A., Granbio Investimentos S.A., ICTS Global, Itaú Unibanco, JLL Ltda., Microsoft Informática Ltda., Natura Cosméticos S.A., Neoenergia S.A., Nova/SB Comunicação Ltda., Radix Engenharia e Desenvolvimento de Software S.A., Serasa Experian, Siemens Ltda. e Tecnew Informática.

Fonte: CGU

Crédito: Banco de Imagem Pixabay

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

POST A COMMENT

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×