Sexta Feira, 18 de outubro de 2019

Home / NOTÍCIAS  / Fundação Torino exibe objetos raros da 2ª Guerra Mundial

Fundação Torino exibe objetos raros da 2ª Guerra Mundial

Realizada no Centro Cultural da escola internacional, de 24 de maio a 9 de junho, exposição exibe mais de 300 objetos da coleção particular de Carlos Daher

Um dos mais complexos episódios da humanidade, a Segunda Guerra Mundial é composta por múltiplos elementos, tanto humanos quanto materiais. Centenas de objetos dessa história de tensão e esperança poderão ser conferidos numa exposição no Centro Cultural da Fundação Torino, de 24 de maio a 9 de junho. A mostra, resultado do trabalho desenvolvido pelos alunos durante a “Feira da Cultura” deste ano, contém mais de 300 artefatos ligados ao conflito, pertencentes ao acervo particular do ferroviário Carlos Daher, 53 anos. A entrada é gratuita.

Os visitantes terão a oportunidade de conhecer objetos usados em diversas frentes de ação. “Além de viaturas e de equipamentos para os veículos em combate, há réplicas de armas de airsoft, baionetas e facas. Há, também, instrumentos óticos, como binóculos e miras, vestuários de unidades importantes durante a guerra, medalhas de diversos países, kits individuais de soldados e uma série de artefatos usados nos postos médicos”, esclarece Carlos.  Poderão ser encontrar, ainda, um posto médico similar aos dos fronts de batalha.

A coleção de Carlos Daher – hoje, com mais de 1.600 itens – nasce não apenas de seus interesses pessoais, mas, principalmente, do desejo de compreender a natureza das ações humanas: “Tive parentes que fugiram da Europa, durante o conflito, em direção ao Brasil. Ao longo dos anos, à medida que estudava o tema, crescia minha vontade de entender por que os seres humanos são capazes de fazer certas coisas com seus semelhantes. Por que não podemos resolver as coisas, simplesmente, por meio de conversas?”, destaca o ferroviário, ao lembrar a dificuldade de conceber certas barbaridades do exército alemão. “Como é possível desumanizar a pessoa de que você não gosta?”, completa.

No que diz respeito aos mecanismos de comunicação do front, a exposição conta com peças preciosas – e ainda em funcionamento. Há três grandes grupos de rádio, usados no Pacífico, na aviação e nos campos de batalha. Trata-se dos melhores rádios usados na guerra. Um item exposto que desperta bastante a curiosidade é um traje de voo de grande altitude, para uso em bombardeiro. “Com ele, é possível suportar temperaturas de até 54 graus abaixo de zero. A roupa é coberta com couro e revestida com pele de carneiro. Não temos notícia de outro item como este na América Latina”, conta Carlos Daher.

Segundo o diretor didático brasileiro da Fundação Torino Escola Internacional, Marcus Vinícius Leite, a ideia da exposição deste acervo de Carlos Daher surgiu em uma das visitas dos alunos do oitavo ano do Ensino Fundamental ao Museu da FEB, do qual Carlos é um dos diretores. O tema, desenvolvido pelo grupo de estudantes para a Feira da Cultura deste ano, foi “O Brasil na Segunda Guerra Mundial”, e o colecionador ofereceu em empréstimo parte de seu acervo. “Diante de objetos tão raros, não pensamos duas vezes em abrir essa mostra também para a comunidade e proporcionar essa experiência ao público em geral”, conta o diretor.

SERVIÇO

Exposição “Objetos raros da Segunda Guerra Mundial”

Local: Centro Cultural da Fundação Torino –  Escola Internacional (R. Jornalista Djalma Andrade, 1250 – Belvedere)

Período de visitação: de 24 de maio a 9 de junho de 2017

Horário de visitação: de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h.

Classificação Livre

Entrada gratuita

Sugestão e foto enviado por: Personal Press

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×