Quinta Feira, 15 de novembro de 2018

Home / COLUNAS  / Editorial  / Pretendentes

Pretendentes

É normal ter ambições e alimentar pretensões.

Pra lá de normal, normalíssimo.

E quanto maior a ambição, maior o cargo pretendido.

No nosso corrupto e empobrecido país, nem a atual penúria impede o vultoso número de pretendentes.

Mas nem sempre a quantidade de pretendentes se iguala à qualidade dos ditos cujos e referidos cidadãos.

Que, pelo menos teoricamente, poderia incluir frívolos pilantras, descomprometidos com a nação e comprometidos apenas e tão somente com seus incestuosos interesses pessoais e políticos e nada além disso.

Elencar e relacionar neste singelo registro todos os picados pela mosca azul da ambição seria inútil, cansativo e desnecessário.

Mas parecem fazer jus à citação, no mínimo os mais afoitos que já partiram à frente dos demais.

E dentre esses, Ciro Gomes e Fernando Pimentel, Gleisi Hoffman e Henrique Meirelles, Jair Bolsonaro e João Dória, Michel Temer e Rodrigo Maia.

Notaram, perceberam a falta de algum, a falta de alguém… Ou não, nada disso.

Se não se lembraram de ninguém, vamos ajudá-los. Faltou exata e precisamente, o mais notório, o mais conhecido, o mais manjado.

Sua excelência Luís Inácio Lula da Silva.

O famoso, sagrado e quase consagrado Lula, orgulhoso pai do ínclito Lulinha e de outros notáveis rebentos. Somente até aqui já nos referimos, em ordem quase alfabética a cerca de nove candidatos.

Quase uma dezena de candidatíssimos. O que, convenhamos, se não é muito e se também não é pouco, já é bastante. Indo da chamada “direita” até a denominada “esquerda”, resvalando e tangenciando o “centro”.

Este amplo espectro ideológico, deixa os eleitores à vontade para uma livre escolha, fundamentada pelo livre arbítrio.

Que os devotos do voto aguardem 2018, compareçam às urnas e mandem brasa. Ou espalhem cinzas com suas ausências e votos nulos ou anulados.

Que assim seja, pois, segundo nos garantem, democracia é isto mesmo.

Com vários candidatos e pretendentes de diversas tendências e até sem nenhuma. Alguns poucos, pouquíssimos até aceitáveis e razoáveis.

Outros, nem isto, nem tanto.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×