Segunda Feira, 16 de setembro de 2019

Home / DESTAQUES DA EDIÇÃO IMPRESSA  / A Uva Tannat é aquela que dá visibilidade ao vinho do Uruguai

A Uva Tannat é aquela que dá visibilidade ao vinho do Uruguai

*Entrevista com Melissa Barreira
Enóloga da Bodega Filgueira (Canelones – Uruguai)

 

Porque a uva Tannat é tão famosa no mundo inteiro e porque deu tão certo no Uruguai?

 A uva Tannat é de origem francesa da região de Maridan. É uma variedade bem conhecida, uma vez que as plantações podem ser encontradas em várias áreas ao redor do mundo. Devido ao tipo de características do Uruguai em termos de solo e clima, é uma variedade que se adapta muito bem, produzindo vinhos com muito corpo, cor e muito rico em taninos. Esta é a variedade com a qual temos visibilidade no mundo. Existem muitos estudos que revelaram as características antioxidantes da variedade Tannat, razão pela qual é tão procurado por consumidores de todo o mundo. A Filgueira Winery tem Tannat em todas as suas linhas de vinhos, e representa aproximadamente 65% da nossa produção total.

 

Quais as principais qualidades dos vinhos da Filgueira?

A Bodega Filgueira caracteriza-se por fazer vinhos exclusivamente de qualidade. Temos uma boa quantidade de linhas de vinho, tentando satisfazer diferentes tipos de clientes. Nós colocamos muita ênfase na diferenciação de nossas linhas de vinho clássico, seguindo nossas qualidades Proprium e Reserva até chegar à Premium, que tem o nome de Famiglia Necchini, proprietários atuais da adega, nascidos em Belo Horizonte. Estamos sempre tentando preservar a equação preço-qualidade para o vinho.

 

Depois que um grupo brasileiro assumiu a Filgueira, quais são os avanços do Armazém?

A família Necchini assumiu a direção da Bodega Filgueira em 2011. Foi um ano de muitas decisões, mudanças nas embalagens, nos rótulos, tipos de garrafas, gorros, cápsulas, etc. Também foram alteradas as linhas existentes, adicionando novas variedades de uvas aos cortes. Foram criadas novas linhas a partir do zero, como a Proprium, que simboliza a filosofia da Filgueira de fazer vinhos apenas com nossas próprias uvas, e a linha de gama alta Famiglia Necchini, homenagem aos avós da família da região vitivinícola da Lombardia, Itália. Também é importante destacar o espírito jovem da adega que sempre procura inovar em novos cortes e técnicas de processamento, tentando procurar novos mercados ao redor do mundo. Vale ressaltar o crescimento da presença de nossos vinhos no Brasil, em trabalho conjunto com Ana Maria Importaciones. O que tem sido muito importante para a adega Filgueira.

 

Como recebeu a visita do JORNAL MG TURISMO em setembro?

A Filgueira recebeu Antonio Claret com grande alegria e expectativa, já que a fonte do jornal é de Minas Gerais, bem como os proprietários da adega. Esperamos que possa a qualquer momento repetir a visita e poder conversar ainda mais sobre os nossos vinhos.

Belas paisagens na Vinicola Filgueira

FOTOS: DIVULGAÇÃO/FILGUEIRA

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×