Sexta Feira, 13 de dezembro de 2019

Home / NOTÍCIAS  / Febre Amarela – sintomas, vacinação, prevenção

Febre Amarela – sintomas, vacinação, prevenção

É possível identificar os sintomas da Febre Amarela em duas fases, sendo a aguda e a tóxica. A vacinação e o combate ao mosquito transmissor são as melhores maneiras de prevenção.

Diante de tantas notícias sobre um surto de Febre Amarela no Brasil, muitas pessoas se encontram muito preocupadas. Leia este conteúdo e saiba tudo sobre essa perigosa doença que está ameaçando nosso país.

– O que é Febre Amarela?

A Febre Amarela é uma grave doença que se dá por meio de uma infecção viral. O vírus é transmitido pela picada do mosquito Aedes Aegypti que esteja contaminado. Ela possui alguns estágios, podendo passar em poucos dias e também levar à morte do infectado, em seu estágio mais grave. Além disso, os primatas, como os macacos, também podem pegar a Febre Amarela e servem como apontadores de locais onde pode haver o vírus.

Como identificar os sintomas da Febre Amarela?

Os sintomas podem se manifestar em um período que vai de 3 até 7 dias da aquisição do vírus. Quando eles começam a se manifestar podem ser em duas fases, sendo elas a aguda e a tóxica.

– Na fase aguda da doença, o doente pode sentir dor de cabeça, dor nos músculos, principalmente nas pernas e costas. Os olhos e o rosto, assim como a língua, podem ficar vermelhos. O paciente perde o apetite, sente enjoos e pode chegar até a vômitos. Sensibilidade à luz e tontura também podem se manifestar. A febre é muito comum também.

Nesta fase, os sintomas são muito parecidos com uma gripe forte e podem desaparecer em um período de 3 a 4 dias, mas também podem evoluir para a fase tóxica. Veja os sintomas:

– Na fase tóxica, o doente, após ter passado pelos sintomas da fase aguda, passa a ter uma febre recorrente, com dores abdominais e vômitos. Os rins começam a falhar e a urina escurece. Fígado é danificado e a pessoa fica com a pele amarelada. O coração enfraquece e olhos, nariz e boca sangram. O paciente passa a ter delírios e convulsões, podendo levar ao coma e à morte.

Como se prevenir?

A melhor forma de se prevenir é por meio da vacinação e pelo combate ao mosquito. A vacina contra a Febre Amarela está disponível na rede pública de saúde de todo o país. A pessoa vacinada com uma única dose está imune à doença para o resto da vida, não havendo mais o risco de contrair o vírus. Contudo, não é todo mundo que pode tomar a vacina. Pessoas com doenças autoimunes, por exemplo, não podem, assim como lactantes e gestantes. Pessoas acima de 65 anos precisam de autorização médica para tomar a vacina. Enfim, caso a pessoa seja portadora de alguma doença é necessário haver um respaldo médico.

– A vacina dá reação?

A vacina da Febre Amarela se configura pela administração do vírus em estado atenuado e, de acordo com a OMS, a imunidade é adquirida depois de 30 dias no corpo. Ela é considerada segura e em alguns casos podem surgir sintomas adversos, porém temporários e que não oferecem riscos à saúde.

Veja as reações mais comuns:

– Leve dor de cabeça;

– Dor muscular no local onde foi aplicada a injeção;

– Dores musculares;

– Estado febril;

– Fadiga.

Esses sintomas não devem durar mais de 24 horas após a vacinação. Mas se os sintomas persistirem convém procurar um médico.

Como prevenir a Febre Amarela?

Como já foi dito, é preciso estar vacinado para obter imunidade vitalícia a esse vírus. Mas, caso a pessoa não possa receber a vacina, ela deve estar atenta ao combate ao mosquito que é o seu transmissor. Assim:

– Evite deixar água parada:

– Use mosquiteiros nas janelas;

– Use repelentes todos os dias e roupas que tampem todo o corpo;

– Não viaje para lugares onde existem focos da doença;

– Não deixe o lixo exposto.

Enfim, são cuidados simples e diários que combatem a proliferação desse mosquito que entre outras doenças pode transmitir a Febre Amarela. Para erradicar essa doença não adianta estar vacinado se não há um controle do mosquito.

Veja mais informações sobre a Febre Amarela e outras doenças no site http://www.pessoadoente.com.br/saude/cuidados/.

 

 

Fonte: Dino

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×