Quinta Feira, 15 de novembro de 2018

Home / COLUNAS  / Notícias da Amazônia  / Parque Estadual do Utinga

Parque Estadual do Utinga

Legenda: Ararajubas no Utinga. Foto: MÁCIO FERREIRA/ AGÊNCIA PARÁ

 

Entre os locais de grande importância turística na capital paraense, desponta o Parque Estadual do Utinga – PEUt – localizado na Região Metropolitana de Belém. Com mais de 1.300 hectares, a área (classificada como uma Unidade de Conservação de uso sustentável), preserva ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza, estimulando a realização de pesquisas científicas e incentivando o desenvolvimento de atividades de educação ambiental, incluindo o turismo ecológico. Seu funcionamento foi readequado às regras do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) em 2008, por meio de decreto.

Entre as novidades do Parque do Utinga está a chegada de 12 exemplares de Ararajuba, uma ave típica da região Norte e que é reintroduzida em seu habitat natural. Após mais de 60 anos sem nenhum registro de aparição na Região Metropolitana de Belém, por conta de um processo de extinção, as aves (procedentes de São Paulo) chegaram para o Parque do Utinga, por intermédio do Programa de Reintrodução e Monitoramento de Ararajubas (Guaruba guarouba) desenvolvido pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio) e a pela Fundação Lymington, de São Paulo.

O professor doutor Luis Fábio da Silveira, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, que coordena tecnicamente o projeto, explica que as aves existiam na fauna de Belém e despareceram entre as décadas de 40 e 50 por causa da expansão urbana, do desmatamento e do comércio ilegal de animais silvestres. Hoje, a ocorrência de ararajubas se dá em pequena parte do estado do Maranhão, pequena parte do Pará e pequena parte do Amazonas. “É uma ave bastante ameaçada, mas que tem se reproduzido com sucesso em cativeiros. É uma das aves mais bonitas da região e que só existe na Amazônia Brasileira”, comenta o pesquisador. Ele ressalta ainda que o Brasil é o País que mais tem ocorrências de espécimes de papagaios e a ararajuba, por causa de sua plumagem, nas cores amarelo e verde, são bem representativas da fauna e da natureza brasileira. “A ararajuba é um animal que ajuda na recomposição de outros animais e da própria floresta, como dispersora de sementes, e controla o crescimento de outras árvores”.

Parque do Utinga. Foto: RODOLFO OLIVEIRA/ AGÊNCIA PARÁ

 

nilton@mgturismo.com.br

Vice-presidente da ABRAJET-PA, apresentador da Rádio Clube 690 AM, presidente da Agência Notícias Gerais, diretor do Programa Panorama Amazônico (TV Grão Pará – Rede Gazeta).

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×