Domingo, 16 de dezembro de 2018

Home / NOTÍCIAS  / Los Caminos Del Vino participa do Tannat Tour

Los Caminos Del Vino participa do Tannat Tour

Vinícolas do Uruguai, localizadas nos departamentos de Montevidéu, Maldonado, Canelones e Rivera, apresentam em grande festival - de 9 e 15 de agosto, a potência de seu Tannat

Montevidéu/ São Paulo –  agosto de 2018 – Tannat Tour Brasil 2018 será dividido entre as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas, onde 25 vinícolas participantes mostrarão seus produtos ao mercado nacional potencializando os vinhos uruguaios no Brasil e mostrando a delicadeza e rusticidade do Tannat do vizinho. Dentre os estabelecimentos uruguaios presentes, 10 são associadas de Los Caminos Del Vino (www.loscaminosdelvino.uy).

 

A primeira atividade agendada no Tannat Tour ocorrerá na quinta-feira, 9 de agosto, no Rio de Janeiro no marco do Rio Festival Wine & Food, a Masterclass nesse dia será ditada pelo jornalista Marcelo Copello, o evento é fechado para especialistas do setor.

 

E dia 14, a Masterclass acontece sob o comando de Federico Moura e Diego Arrebola (melhores sommeliers do Uruguai e Brasil de 2018) e as bodegas associadas participantes serão Artesana, Alto de la Ballena, Carrau, Cerro Chapeu, Família Dardanelli, De Lucca, Juanicó / Família Deicas, Marichal e Pizzorno. Acontecerá no Intercontinental Hotel e logo depois será aberto para a degustação dos vinhos do vizinho.  Dia 15 de agosto o evento ocorrerá em Campinas, será um Walkaround no Vitória Hall.

 

Sobre o Tannat/Uruguai

 

Os vinhos uruguaios são ideais para acompanhar as deliciosas carnes, reconhecidas como as melhores mundialmente. Entre as cepas que têm se destacado e ganhado um posicionamento internacional está o Tannat de característica intensa, potente, séria e austeros. Esta cepa originária do sudoeste da França foi introduzida em meados do século XIX, e seu cultivo teve tanto sucesso que atualmente o Uruguai é o maior produtor em nível mundial dessa variedade.

 

Sobre as vinícolas/ Los Caminos del Vino

  • Alto de la Ballena: muito próximo das praias de Punta del Este, pode-se admirar a charmosa paisagem que tem um lago nas proximidades, onde as serras que terminam no mar compõem a beleza do sabor de seus vinhos. A linda vinícola, estabelecida desde 2001, produz edições limitadas de vinhos exclusivos de Merlot, Cabernet Franc, Viognier e Syrah, e a original mistura de Tannat-Viognier.

www.altodelaballena.com

 

  • Bodega Artesana: desde 2007, escolheram o lugar em Las Brujas, Canelones. Aqui o segredo está na produção em baixa escala com vinhos de alta qualidade, sendo uns dos únicos a produzir a Zinfandel, além das tradicionais Tannat, Merlot Cabernet Franc; www.artesanawinery.com

 

  • Bodega Bouza: desde 2003 no mercado, é umas das mais conhecidas entre os brasileiros. O trabalho em pequena escala cuida de todos os detalhes, desde a vinha até o engarrafamento, o que tornou possível posicionar os vinhos a nível internacional. www.bodegabouza.com

 

  • Bodega De Lucca: há mais de 70 anos em operação, a vinícola produz em 50 hectares seu próprio vinho. Tem forte tradição vitivinícola italiana passada de geração em geração. Também vale a recompensa ao provar seus vinhos. http://www.deluccawines.com

 

  • Bodega Marichal: desde 1938 nas mãos da mesma família a quatro gerações, são produzidas em 50 hectares uvas como Tannat, Cabernet Sauvignon, Merlot, Pinot Noir, Chardonnay e Sauvignon Blanc. O espaço rústico faz o tempo parar. www.marichalwines.com

 

  • Bodegas Carrau: são 266 anos de tradição vitivinícola familiar da Catalunha (Espanha) ao Uruguai. Localizada em Montevidéu, a tão só 17 km do centro da cidade tem um lindo entorno, com um típico casarão colonial rodeado de área verde e vinhedo. Está entre os estabelecimentos mais premiados do Uruguai com seus vinhos de alta qualidade. www.bodegascarrau.com

 

  • Bodega Cerro Chapeu: é uma vinícola com um projeto arquitetônico pioneiro que funciona por gravidade, o processo é extremamente inovador, que vale a pena conhecer. Está mais ao norte do Uruguai, é fronteira com o Brasil. Seu terroir único proporcionou ao estabelecimento, com estilo fazenda, um Tannat muito reconhecido em todo o mundo. www.cerrochapeu.com

 

  • Viñedo de los Vientos: fundada em 1998 por Pablo Fallabrino, amante do vinho e do surf. Essa vinícola utiliza técnicas de vinificação que não seguem um padrão comum, muitas vezes desenvolvendo sua própria técnica de vinificação, Pablo consegue marcar seu estilo em seus vinhos, extremamente originais. Além de Tannat, produz outras linhagens italianas, como Nebbiolo, Barbera e Arneis.

www.vinedodelosvientos.com

 

  • Estabelecimento Juanicó e Familia Deicas: a Juanicó é uma das mais antigas e maiores vinícolas do Uruguai, com a maior posição no mercado de vinhos finos internamente, é produtora do vinho mais vendido no Uruguai: Don Pascual. Também pertence aos mesmos proprietários do local, a vinícola Família Deicas produtora do Massimo Deicas Tannat – apresentado nas Masters Class do Rio e SP – mesma produtora do vinho Preludio, que caiu no gosto dos brasileiros já há alguns anos. www.juanico.com  e  www.familiadeicas.com

 

  • Pizzorno Family Estates: fundada em 1910 por Don Próspero José Pizzorno, a tradicional e secular vinícola está 20 km de Montevidéu. A qualidade dos vinhos dá as safras características complexas e elegantes. O processo “Tannat Maceración Carbónica” muito usado pelo local é um ícone do local.www.pizzornowines.com

 

 

Sobre Los Caminos Del Vino

 

Criada em 2005, “Los Caminos del Vino” surgiu para unificar e consolidar o mercado de turismo de vinho no Uruguai. Fortalecer o setor vinícola e posicionar seus produtos de alta qualidade, tanto no mercado interno quanto no internacional, criando uma imagem de país produtor e exportador de vinhos finos, é o objetivo da associação.

Atualmente, aproximadamente 20% dos turistas brasileiros realizam visitas às vinícolas localizadas em Rivera, Canelones, Maldonado e Montevidéu. Desde o surgimento da associação e oficialização da atividade no país o aumento das visitas às vinícolas se mantem em crescimento, e muito desse resultado aconteceu devido o apoio da associação, que impulsionou junto à órgãos públicos o Enoturismo.

“Quando organizamos uma associação, somamos força para potencializar um setor que é promissor no país”, diz Paula Pivel, presidente de “Los Caminos del Vino”. Reconhecimento, apoio institucional das prefeituras, do Instituto do Vinho (INAVI) e Ministério do Turismo do país, bem como a divulgação em eventos e feiras internacionais, foram algumas das conquistas e benefícios dessa associação às vinícolas.

Para o turista, a criação de uma associação é importante para que todas as informações estejam centralizadas em um só site, www.loscaminosdelvino.uy. A futuro querem integrar a organização novos associados, e criar alianças com outros atores da atividade turística.

 

 

 

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×