Domingo, 15 de dezembro de 2019

Home / DESTAQUES AGÊNCIA DE NOTÍCIAS  / Beleza natural, diversão e cultura: o que fazer em Melbourne

Beleza natural, diversão e cultura: o que fazer em Melbourne

Um dos lugares mais importantes do desenvolvimento econômico e cultural da Ásia-Pacífico, Melbourne, a segunda cidade mais populosa da Austrália (atrás somente da capital Sydney), é um destino certeiro para quem gosta de arte, entretenimento e ótima infraestrutura.

O reconhecimento mundial de Melbourne é notório, especialmente levando em conta que não é fácil conquista um lugar de destaque em um continente tão bonito como a Oceania.

Entre 2011 a 2017, a famosa revista The Economist elegeu a cidade como a melhor do mundo para viver e após sete conquistas seguidas, ela só perdeu o trono neste ano para a capital austríaca Viena. Ainda assim, a cidade conquistou a excelente segunda colocação e ficou acima de outras metrópoles australianas como Sydney (5°) e Adelaide (10°).

Tanto prestígio sob os olhos do mundo não é por acaso. Nesse artigo, você verá porque Melbourne é uma cidade tão encantadora, multicultural e uma excelente escolha para os brasileiros.

Federation Square: o coração de Melbourne

Quem visita Melbourne se depara diretamente com as diversas opções de cultura e arte na capital do Estado de Vitória. O principal ponto de partida é sempre a Federation Square, a praça não é muito grande em tamanho, mas é importante para a vida social da cidade e rodeada por prédios bem modernos, lojas e uma grande variedade de entretenimento.

Além de cumprir muito bem o papel de uma praça principal em uma grande metrópole, a Federation Square é um lugar que sempre tem algum evento acontecendo. Na praça, há um telão gigantesco que mostra jogos esportivos ou acontecimentos mundiais de alta relevância.

Em grandes atrações nacionais, como o Australian Open de tênis ou a final de alguma liga esportiva australiana, as pessoas se aglomeram nessa praça e assistem no grande telão de lá. O melhor é que tudo isso é oferecido de graça.

É na Federation Square que está uma das maiores atrações de Melbourne, a Australian Centre For Moving The Image (Centro Australiano da Imagem em Movimento em tradução livre).

Essa é uma visita imperdível para qualquer um que gosta de audiovisual, pois o estabelecimento sedia vários festivais de cinema, exibe galerias internacionais e conta um pouco da história australiana no lado cinematográfico.

De acordo com a Unesco, Melbourne está no circuito das cidades literárias mais importantes do mundo e, para os amantes da literatura, a Federation Square também é uma praça ideal para sentar e aproveitar um bom livro.

Todo sábado essa praça se torna o palco de um gigantesco evento de venda de livros com ótimos preços, o que incentiva a leitura para moradores e turistas.

Respirar arte na Hosier Lane e National Gallery of Victoria (NGV)

Um cenário perfeito para fotos e para encher as redes sociais com muitos relatos, a Hosier Lane é uma das ruas mais grafitadas da Oceania. Seu beco é completamente marcado pelo trabalho dos grafiteiros e é difícil encontrar algum espaço nas paredes que não esteja coberto por arte.

Pertinho da Federation Square (apenas alguns minutos de caminhada de lá), a Hosier Lane não é só grafite. Na Centre Place, há vários bares e cafés que dão de cara com toda arte produzida pelos inúmeros artistas.

Já bem próximo da Hosier Lane está a National Gallery of Victoria (Galeria Nacional de Vitória), que é uma atração imperdível em Melbourne. É a galeria de arte mais velha da Austrália (fundada em 1861) e o museu mais antigo do país.

Além de ser a mais antiga, não há galeria tão popular quanto essa em todo território australiano. Mais de 2.5 milhões de pessoas visitam esse lugar todos os anos e a coleção com mais de 73 mil trabalhos artísticos é simplesmente de tirar o fôlego.

Parques e vida natural em Melbourne

Também no centro é possível encontrar a margem do Yarra River, o rio mais famoso de Melbourne. A cidade dá muito valor a importância desse rio e existe boa vida social nos arredores. No verão, por exemplo, muitas pessoas fazem um passeio turístico por lá e acabam aproveitando os restaurantes à beira da água.

A área verde cercada do Yarra River é considerável e em dias ensolarados as gramas da margem são ocupadas por jovens que fazem piquenique e aproveitam o céu sem nuvens.

Ao lado do rio está o Royal Botanic Gardens, que é o jardim mais importante de Melbourne. Inaugurado em 1846, cerca de um milhão de visitantes por ano vão até a esse lugar bem popular na Austrália.

São quase 8 mil espécies de plantas nesse jardim botânico e mais de 1.5 milhões de plantas preservadas. A larga extensão do jardim é um grande equilíbrio na vida ecológica de Melbourne e os vastos meios de transporte para chegar até ao parque facilitam a vida de qualquer um que deseja visitá-lo.

Vida noturna agitada

Quando o sol se põe, Melbourne é uma cidade extremamente agradável para os turistas e há muito o que fazer. Dependendo do dia da semana, a agitação nas baladas e a vida boêmia nos bares se arrastam até o tardar da madrugada.

Grande parte da evolução da vida noturna de Melbourne se dá pelo fato de que a cidade prioriza bastante o transporte público à noite, algo que encoraja as pessoas a saírem e a curtir sem levarem consigo a preocupação de como voltar para a casa.

Entre os bares mais conhecidos, o Boney é bem popular em Melbourne. Bem próximo da Federation Square, o estabelecimento é um ponto de encontro de jovens que apreciam um bom drink e gostam de conversar em um ambiente bem receptivo aos turistas.

Para os baladeiros, o La Di Da é um clube bastante conhecido e com muita movimentação no sábado até o dia amanhecer. Como muito de Melbourne está localizado no centro, a balada fica apenas 20 minutos a pé da Federation Square.

Em Melbourne, muito da vida noturna coincide com a cultura da cidade com o jogo de poker. Um dos lugares mais famosos para esse esporte por lá é o Melbourne Greyhound Poker, local em que a ação é contínua todos os dias da semana.

Outros estabelecimentos como Poker Fun Times Casino e o Crown Melbourne também são opções famosas e é possível encontrar mesas repletas de entusiastas do esporte espalhadas por toda a cidade.

Gostou de Melbourne? O transporte público é a cereja do bolo

A cidade é um exemplo quando o assunto é transporte público e isso está diretamente relacionado com a Free Tram Zone. Essa é uma área que abrange o centro da cidade e que é circulada por um bonde que trafega gratuitamente para qualquer um.

Claro que a Free Tram Zone tem seus limites, mas ela abrange o centro da cidade e é lá que estão as atrações mais importantes.

Caso queira ir além da Free Tram Zone, o MYKI Card é uma ótima opção para conhecer mais. Esse é um cartão de transporte em Melbourne que leva o turista para várias outras regiões que vão até além de Melbourne.

Melbourne é descomplicada, de simples acesso na maioria dos grandes lugares e ótimo para a visita dos brasileiros.  Com tantas opções de entretenimento e cultura, é uma alternativa perfeita para férias prolongadas no outro lado do mundo.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×