Domingo, 22 de setembro de 2019

Home / Notícias gerais  / Procura por intercâmbio que alia estudos com trabalho nos EUA cresce 36% na World Study

Procura por intercâmbio que alia estudos com trabalho nos EUA cresce 36% na World Study

Além da alta procura, rede de intercâmbios já fechou 50% mais vagas para a modalidade, que permite a estudantes de 18 a 26 anos aliarem os estudos ao trabalho

São Paulo, outubro de 2018 – Uma das principais formas de se fazer intercâmbio nos Estados Unidos é o Au Pair. Na World Study, rede de agências de intercâmbio, a modalidade – que permite aos estudantes aliarem os estudos ao trabalho em residências – apresentou crescimento de 36% em 2018 se comparado a 2017.

Segundo Thiago España, CEO da World Study, o au pair proporciona algumas vantagens para o interessado, como experiência de trabalho no exterior, que dará destaque ao currículo, além de servir como mais um meio de aprimorar ou chegar à fluência completa no inglês. “Participar da vida de uma família americana é uma das maneiras mais eficazes e rápida de aprender um novo idioma. Na World Study, procuramos pensar em todos os detalhes para tornar essa experiência positiva”.

Além da alta na procura pelo Au pair, o número de estudantes que efetivamente se inscreveram para intercâmbio nesta modalidade cresceu 50% na World Study até o momento em comparação ao ano de 2017 inteiro. “Mesmo diante de fatores como a alta do dólar, os brasileiros têm investido nesta modalidade. A possibilidade de interagir diretamente com uma cultura diferente, criar laços e desenvolver o idioma é uma forma de, em médio ou longo prazo, colher os frutos numa carreira sólida no Brasil ou mesmo no exterior”, acrescenta España.

A jovem Elci Rolim, 27 anos, que fez o intercâmbio Au pair pela World Study nos Estados Unidos, na cidade de Wayne River – NY, em 2017, relata sua experiência. “A World Study me ajudou a realizar o meu sonho de fazer intercâmbio. O programa Au pair se encaixou como uma luva no que eu precisava e na disponibilidade financeira que dispunha na época”, explica Elci. “Trabalhar e conviver diariamente com uma família americana me ajudou muito na minha fluência no idioma”, completa

O público alvo do programa au pair são jovens de 18 a 26 anos de idade, com experiência comprovada com crianças e carteira de habilitação internacional. O intercâmbio tem duração de um ano, e a World Study garante que a família que receber o intercambista disponibilize um quarto individual, o pagamento do curso de inglês, alimentação, além do pagamento mensal simbólico. As atividades desenvolvidas pelo jovem consistem em tarefas simples do dia-a-dia, como manter a casa organizada ou cuidar do filho pequeno do casal anfitrião, tarefas típicas de um irmão ou irmã mais velha.

Para participar do processo, o candidato preenche um cadastro e envia vídeo com uma breve apresentação. O perfil fica disponível em uma plataforma online para ser escolhido por uma família americana cadastrada no programa.

 

Sobre a World Study

A World Study possui 45 franqueados em todo o Brasil dedicadas a entender o intercâmbio como uma ferramenta educacional, além de três bases internacionais, duas na Austrália e uma na Irlanda. Como agência especializada, oferece as mais diversificadas opções de experiência internacional (intercâmbio) e um atendimento diferenciado, baseado no aconselhamento individualizado e na adequação do programa ao perfil de cada aluno.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×