Segunda Feira, 17 de dezembro de 2018

Home / EDITORIAS  / Internacional  / Delta apresenta primeiro terminal biométrico nos Estados Unidos em Atlanta

Delta apresenta primeiro terminal biométrico nos Estados Unidos em Atlanta

A partir de dezembro, os clientes poderão usar a tecnologia de reconhecimento facial desde a entrada no aeroporto até o portão do Terminal F do Aeroporto de Atlanta e poderão embarcar no Aeroporto de Detroit

Hoje, a Delta Air Lines, em parceria com a Alfândega dos Estados Unidos (CBP – Customs and Border Protection), o Aeroporto Internacional Hartsfield-Jackson de Atlanta (ATL) e a Transportation Security Administration (TSA), inaugurou o primeiro terminal biométrico nos Estados Unidos no Terminal Internacional Maynard H. Jackson (Terminal F) em Atlanta, anunciado no segundo semestre de 2018.

Isso significa que os clientes que voam diretamente para um destino internacional pela Delta, da Aeromexico, da Air France, da KLM ou da Virgin Atlantic Airways podem usar a tecnologia de reconhecimento facial desde a entrada no aeroporto até o portão de embarque para atividades como:

Check-in nos quiosques de autoatendimento no saguão internacional
Entrega da bagagem já despachada nos balcões de atendimento do saguão internacional
Identificação no posto de controle da TSA
Embarque em qualquer portão do Terminal F
Para passageiros internacionais que chegam aos Estados Unidos, a tecnologia pode ser usada no processo da alfândega
Os pontos de contato em todo o terminal do Aeroporto de Atlanta começaram a oferecer serviços online em meados de outubro; desta forma, quase todos os 25 mil clientes que passagem pelo Terminal F desse aeroporto a cada semana optam por realizar esses processos de forma online, e menos de 2% deles optam por voltar ao sistema presencial. Com base nos dados iniciais, a opção de reconhecimento facial economiza em média dois segundos por cliente na hora do embarque, ou nove minutos no embarque de uma aeronave de fuselagem larga.

“O sucesso do lançamento do primeiro terminal biométrico nos Estados Unidos no aeroporto mais movimentado da Delta mostra que estamos construindo o modelo de experiência biométrica nos aeroportos”, disse Gil West, COO da Delta. “Estamos eliminando a necessidade dos passageiros abrirem a mala para apresentar seu passaporte até quatro vezes por voo, e isso significa que estamos oferecendo aos clientes a opção de se movimentar pelo aeroporto com uma coisa a menos para se preocupar, garantindo aos nossos funcionários mais tempo para interações mais importantes com os clientes.”

West acrescentou que a Delta planeja estender a experiência do terminal biométrico do aeroporto para o hub de Detroit da companhia aérea global em 2019.

Na esteira do lançamento bem-sucedido em Atlanta, a Delta, em parceria com a CBP e a Wayne County Airport Authority, autoridade que controla o aeroporto, expandirá o teste de embarque via reconhecimento facial que começou em julho, o primeiro do tipo no aeroporto, para todos os 14 portões internacionais do Terminal McNamara no Aeroporto Metropolitano de Detroit (DTW) até meados de dezembro. Com isso, qualquer cliente que pegar um voo internacional direto no DTW também terá a opção de usar a tecnologia de reconhecimento facial para embarcar. Em 2019, a Delta lançará a tecnologia de reconhecimento facial no DTW para seus clientes, desde a entrada até o embarque.

“É uma grande honra para o Aeroporto Metropolitano de Detroit ter um dos primeiros terminais biométricos do país”, disse Chad Newton, CEO interino da Wayne County Airport Authority. “Como um aeroporto de classe mundial, estamos continuamente buscando maneiras de melhorar a experiência de viagem do cliente. Estamos felizes com as parcerias com a Delta, CBP e TSA para fornecer aos passageiros a opção de usar o reconhecimento facial em todo o processo de viagem.”

A expansão da opção de reconhecimento facial com a Delta Biometrics é passo natural após os testes de embarque via reconhecimento facial da CBP e da Delta nos aeroportos de ATL, DTW e John F. Kennedy nos últimos anos. Além disso, a Delta recentemente testou o autoatendimento para despacho de bagagem biométrico no Aeroporto Internacional de Minneapolis-Saint Paul para clientes internacionais. A Delta também testou o embarque biométrico no Aeroporto Nacional Ronald Reagan, em Washington, e lançou o check-in biométrico opcional em todos os Delta Sky Clubs domésticos, com o suporte da Delta Biometrics.

Nos últimos anos, a Delta lidera o setor em várias soluções para os clientes, como manuseio de bagagens por RFID, check-in automático e rastreamento de bagagempor meio do aplicativo móvel Fly Delta, aliança entre setores que fornecerá aos clientes uma experiência de conectividade na cabine incrível, esteiras de triagem automatizadas de alta tecnologia e mais eficientes, além de um aplicativo inovadorque ajuda os pilotos da Delta a evitar turbulência, colaborando para um voo mais confortável. A Delta foi nomeada uma das empresas mais inovadoras do mundo em 2018 pela Fast Company, garantindo o sexto lugar entre as empresas de viagens.

ATL F — Como funciona a tecnologia de reconhecimento facial desde a entrada até o embarque:

Os clientes com voo direto internacional saindo do Terminal F de Atlanta que quiserem usar esta opção devem simplesmente:

Digitar suas informações do passaporte quando solicitado no check-in onlineClicar em “Look” na tela do quiosque do saguão, ou aproximar-se da câmera no balcão do lobby, no ponto de controle da TSA ou ao embarcar no portão
Esqueceu de inserir as informações do passaporte antes? Não se preocupe: essa opção estará disponível no terminal após a verificação inicial do passaporte.
Prossiguir assim que o sinal verde aparecer na tela
Os passageiros terão que manter seus passaportes disponíveis e devem sempre trazer seus passaportes em voos internacionais para uso em outros pontos de contato/controle durante a viagem.
E, se não quiserem usar a tecnologia de reconhecimento facial, os clientes podem continuar usando o procedimento normal, como sempre fizeram no aeroporto.

 

Sobre a Delta Air Lines

A Delta Air Lines está trabalhando para ser a melhor companhia aérea dos EUA na América Latina e no Caribe. Ela foi homenageada com cinco World Travel Awards em 2017 nas categorias de Melhor Companhia Aérea da América do Norte e Melhor Companhia Aérea dos Estados Unidos para a América Central, para a América do Sul, para o Caribe e para o México pelo terceiro ano consecutivo. A Delta também foi reconhecida com o prêmio Insignia Latam Excellence de 2018 da LADEVI por seu serviço na região. A Delta prossegue seu processo de crescimento na América Latina ao estabelecer uma aliança de longo prazo exclusiva com a GOL Linhas Aéreas Inteligentes, Aeroméxico e a Aerolíneas Argentinas, e está comprometida em construir uma forte presença regional para aprimorar a sua rede global e oferecer a melhor experiência para os seus clientes. A Delta disponibiliza serviços para 31 países e 51 destinos na região, oferecendo acima de 1.500 voos semanais entre os EUA e a América Latina/Caribe. A Delta oferece aos seus clientes assistência em tempo real, em espanhol e português, pelo Twitter @DeltaAssist_ES e @DeltaAjuda das 9h00 às 19h00. Os clientes brasileiros podem acessar a página do Facebook da Delta dedicada ao Brasil, por meio do link: http://www.facebook.com/DeltaAirLinesBrasil.

A Delta Air Lines atende mais de 180 milhões de passageiros por ano. Em 2018, a Delta foi incluída no top 50 das “Empresas Mais Admiradas do Mundo” da revista Fortune, bem como nomeada a companhia aérea mais admirada pela sétima vez em oito anos. Além disso, a Delta foi eleita como a empresa aérea número um na pesquisa Business Travel News pelo sétimo ano consecutivo, sendo a primeira companhia aérea no topo do ranking. A Delta e as linhas que compõem a Delta Connection oferecem serviços para 324 destinos, em 57 países, em seis continentes. Com sede em Atlanta, a Delta emprega mais de 80 mil pessoas no mundo e opera uma frota com mais de 800 aeronaves. Membro fundador da aliança global SkyTeam, a Delta participa da aliança transatlântica líder da indústria com a Air France-KLM e Alitalia, bem como uma joint venture com a Virgin Atlantic. Incluindo seus parceiros mundiais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 15 mil voos diários, com importantes hubs e mercados incluindo Amsterdam, Atlanta, Boston, Detroit, Los Angeles, Cidade do México, Minneapolis-St. Paul, Nova York-JFK, Nova York-LaGuardia, Londres-Heathrow, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City, São Paulo, Seattle, Seul e Tóquio-Narita. A Delta está investindo bilhões de dólares em aeroportos e produtos, serviços e tecnologia para aprimorar a experiência de viagem de seus clientes no céu e no solo. Mais informações estão disponíveis em Delta News Hub e no site delta.com, no Twitter @DeltaNewsHub, em Google.com/+Delta, em facebook.com/delta e no blog do Delta takingoff.delta.com.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×