Segunda Feira, 17 de dezembro de 2018

Home / EDITORIAS  / Internacional  / Rota da Pitza: chef percorre Itália para saborear esse clássico mundial

Rota da Pitza: chef percorre Itália para saborear esse clássico mundial

Eduardo Maya mostra que dá para viajar pelas principais cidades italiana atrás das melhores pizzas do mundo

Não há roteiro turístico para a Itália sem pizza, claro. Mas você que está acostumado com a pizza  brasileira se está programando uma viagem “à bota” pode se surpreender com a variedade de estilos do prato servidos no país. Ou seja, dá para fazer um roteiro por diversas cidades italianas só comendo pizza, e sem repetir o estilo por um bom período.

O gastrônomo Eduardo Maya, criador do Projeto Aproxima e do Vida de Boteco,  esteve no país europeu neste mês de novembro, no projeto Rota da Pitza. Ele percorreu os principais restaurantes do país especializados nos diversos estilos de pizza existentes. Ele passou por cidades como Nápoles, Milão, Roma, Florença e Verona, que além de serem belíssimas, ainda servem tipos de pizzas diferentes.

“As opções são várias. Você encontra tanto versões de pizzas para quem está com pressa, vendidas na rua, como é o caso do panzerotti, do sul da Itália, ou o estilo Al Taglio, de Roma, quanto versões mais clássicas, para serem saboreadas em uma mesa de tradicional restaurante italiano, como é o caso das pizzas napolitana ou romana. Todos com suas características próprias”, relata Eduardo.

Um dos segredos observados por Maya é a preferência dos italianos pelo uso de produtos frescos e sazonais. Assim, as pizzas vão se diferenciando de acordo com os ingredientes disponíveis na região que você consome, tornando a viagem uma experiência gastronômica e cultural.

“Não existe certo ou errado na hora de fazer a pizza. Nem no modo de produção, muito menos na forma de servi-la ou comê-la. Cada estilo tem suas características peculiares e sabores marcantes, que podem agradar a diferentes paladares”, alega Maya.

 

Conheça abaixo os 11 tipos de pizzas servidas na Itália e saiba onde encontrar os melhores restaurantes especializados em cada estilo:

 

  • Pizza frita – Surgiu como boa opção de comida de rua em Nápoles, virando moda na região. Hoje pode ser encontrada em diversas pizzarias espalhadas na Itália. A massa é dobrada e fechada, ficando em formato semelhante a de um pastel,  só que bem maior. Tem casquinha crocante, porém com uma massa mais densa e recheios deliciosos. Onde comer na Itália: La Masardona (Via Giulio Cesare Capaccio, 27, 80142, Nápoles) e Zia Esterina Sorbillo (Piazza Trieste e Trento, 53, 80132, Nápoles)

 

  • Al taglio – A pizza é assada em tabuleiros retangulares, recheada e vendida em pedaços. Bastante popular em Roma, é ótima opção para quem está com pressa, em trânsito ou quer fazer apenas um lanche.  Onde comer na Itália: Bonci Rome (Via Della Meloria, 43, 00136, Roma)

 

  • Calzone – Trata-se de uma pizza fechada, recheada com muçarela, presunto cru, molho de tomate e ricota. Onde comer na Itália: Gustapizza (Via Maggio, 46, 50125, Florença)

 

  • Romana – A massa da pizza é aberta com um rolo de macarrão, para conquistar a espessura ideal da massa, que deve ser muito fina e crocante! Onde comer na Itália: Emma Pizzeria (Via Monte della Farina 28/29, 0186, Roma)

 

  • Napolitana – Essa pizza é uma arte. O seu preparo é transmitido há séculos e foi declarada patrimônio imaterial da humanidade. Com tomate, azeite, muçarela e manjericão, a pizza margherita é um clássico deste estilo. E não tem como fugir à regra na Itália, pois para servir um estilo napolitano, a pizzaria precisa passar por uma auditoria. Onde comer na Itália: Brandi (Salita S. Anna di Palazzo, 1-2, 80132, Nápoles)

 

  • Italiana – É, tecnicamente, parecida com o estilo napolitano, mas com certa liberdade de expressão de quem a prepara. Nesse estilo, permite-se o uso de ótimos ingredientes locais e vários recheios. Onde comer na Itália: La Gatta Mangiona (Via Frederico Ozanam, 30, 00152, Roma)

 

  • Contemporâneo – Também conhecido como estilo gourmet ou degustação, a proposta é trazer o chef de cozinha para a pizzaria. Por isso, vale variações na massa, na composição dos ingredientes, na aparência e na forma de servir a pizza, incluindo o uso de técnicas da alta gastronomia. Onde comer na Itália:  iTIGLI (Via Camporosolo, 11, 37047 San Bonifacio, Verona)

 

  • Milanesa – Uma pizza com massa alta, leve e aerada. A regra geral é bem clara: a massa é assada em alta temperatura em uma assadeira que distribui de forma igual o calor, e regada com muito molho, para realçar sabor e evitar que passe do ponto. É fácil de identificar, pois o queijo sempre vem por cima de tudo. Onde comer na Itália: Spontini Pizza (Corso Buenos Aires, 60, 20129, Milão)

 

  • Panzerotte – Uma variação da pizza que, além de fechada, é bem menor que uma pizza normal, e pode ser assado ou frito. Originário do Sul da Itália, esse estilo próprio e diferente é considerado um clássico da comida de rua. Os locais mais tradicionais registram filas todos os dias. Onde comer na Itália: Madegra 1913 (Via della Moscova 52, 20121, Milão) ou Luini Panzerotti (Via Santa Radegonda, 16, 20121, Milão)

 

  • Clássica – A região de Emília-Romanha, no Norte da Itália, um dos celeiros da gastronomia mundial, é o lugar mais fácil de encontrar o estilo clássico das pizzas. A massa é suave e elástica, feita com farinhas orgânicas e com um processo demorado de fermentação e maturação. O recheio contém principalmente ingredientes sazonais da região, como o queijo parmigiano e o presunto cru. A pizza também deve ser assada no forno à lenha, como manda a tradição. Na hora de comer, um bom azeite de oliva. Onde comer da Itália: Allen Roncole (Strada Processione, 179, 43011 Busseto PR).

 

  • Sfincione – Típica da Sicília, esse tipo de pizza tem como característica uma massa alta que é levada ao forno em assadeira de ferro. A cobertura é feita com ingredientes locais, geralmente um molho que leva anchovas, tomates, cebolas, caciocavallo (queijo semelhante ao provolone), pão ralado e orégano. Essa pizza é vendida em pedaços a um preço bem acessível, podendo ser encontrada, além das pizzarias, em padarias, feiras de rua ou até mesmo em food trucks espalhados por toda a região da Sicília.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×