Quinta Feira, 21 de março de 2019

Home / EDITORIAS  / Internacional  / Viena – Dados & Fatos

Viena – Dados & Fatos

Área, população, clima, história, infraestrutura: encontre aqui as informações básicas sobre a cidade de Viena

Viena é a Capital Federal e é ao mesmo tempo o menor entre os nove Estados da Áustria. Viena se situa no coração da Europa, às margens do Rio Danúbio no noroeste dos Alpes (coordenadas geográficas: Latitude Norte 48° 07′ 06‘‘ bis 48° 19′ 23‘‘, Longitude Leste de 16° 10′ 58‘‘ até 16° 34′ 43‘‘). O centro da cidade (Praça de Santo Estêvão) se situa a uma altitude de 171 metros acima do nível do mar. O ponto mais alto de Viena é o Hermannskogel (543 metros), e o mais baixo em Lobau (151 metros). Em Viena prevalece um clima temperado com influências continentais e oceânicas.  Em 2017 a temperatura média foi de 11,6°C (temperatura mais alta 38,4°C e mais baixa -12,6°C) e precipitação de 732 mm.

Visto historicamente, Viena está situada em um ponto de encontro de culturas e de tráfego, na antiga Bernsteinstrasse e no Danúbio. Achados arqueológicos remontam até a Idade da Pedra. A história do assentamento de Viena se inicia com os romanos, que edificaram um acampamento militar e uma cidade civil (Vindoborna) no atual centro da cidade. Em 1156 Viena se tornou residência dos duques de Babenberg. Sob a dinastia dos Habsburger Viena foi durante mais de 600 anos a capital e residência do império. O centro histórico da metrópole cultural e capital mundial da música foi declarado patrimônio cultural mundial pela UNESCO.

A área urbana é dividida em 23 circunscrições, ocupa cerca de 415 km2 e é habitada por cerca de 1,87 milhões de pessoas (a sexta maior cidade da EU). A Grande Viena conta com cerca de 2,6 milhões de habitantes.

Em 1995 a República da Áustria passou a fazer parte da União Europeia, com a assinatura do Acordo Schengen. A moeda é o Euro e o alemão o idioma oficial. A Áustria segue o Horário da Europa Central (UTC+1h) e no verão (do último domingo de março 02:00h até o último domingo de outubro 03:00h), o Horário de Verão da Europa Central (UTC+2h).

Em 2018, a Consultoria Internacional Mercer elegeu Viena pela nona vez consecutiva como a cidade em que mais vale a pena se viver no mundo. Anualmente a Mercer realiza um estudo para a avaliação da qualidade de vida em 231 metrópoles ao redor do mundo. Foi avaliado o clima político, social e econômico, o serviço de saúde, as possibilidades de educação, a infra-estrutura como a rede dos transportes públicos e o abastecimento de energia elétrica e de água. Além disso, foram comparadas as opções de lazer como restaurantes, teatros, cinemas, instalações esportivas, a disponibilidade de bens de consumo desde o alimento até o automóvel, bem como as condições de meio ambiente, desde a área verde até a poluição do ar.

Aproximadamente metade da área urbana de Viena é área verde formada por jardins, parque e bosques e de áreas agrícolas. 38 por cento de todos os trajetos em Viena são percorridos pelo transporte público – um recorde europeu. Além disso, a cidade é a única no mundo que explora uma considerável vinicultura dentro dos limites urbanos. Viena não é só a capital do estado e do país, mas também uma região autóctone de vinhos com uma área cultivada de aproximadamente 676 hectares (cerca de 80% vinho branco).

Distante somente a 60 km da capital eslovaca Bratislava, Viena não só desempenha um importante papel na Centrope Europeia fundada em 2003, mas também na rede de tráfego internacional. Em 2017 o aeroporto Wien-Schwechat (Vienna International Airport) registrou o transporte de 24,4 milhões de passageiros. Grandes rodovias europeias passam por Viena bem como linhas ferroviárias inter-regionais. Com sua nova estação central, Viena se tornou um importante e moderno entroncamento da rede ferroviária trans-europeia, recebendo uma importância adicional.

Além disso, Viena é uma das quatro sedes da ONU e sedia também numerosas organizações internacionais como a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), OSZE (Organização para Segurança e Cooperação da Europa), a IAEO (Autoridade Internacional de Energia Atômica), a UNIDO (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial) e a UNHCR (Comissariado de Refugiados das Nações Unidas). Por causa da sua situação geográfica, Viena serve como trampolim para o leste europeu para numerosas empresas internacionais.

Em 2017 o Convention Bureau de Viena registrou a realização de 802 Congressos Internacionais. A metrópole de eventos Viena esteve em 2017 em 2º lugar no ranking mundial de realização de eventos da Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA).

www.vienna.info

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×