Sexta Feira, 18 de outubro de 2019

Home / DESTAQUES AGÊNCIA DE NOTÍCIAS  / Como fazer controle de gastos? Confira 5 dicas essenciais

Como fazer controle de gastos? Confira 5 dicas essenciais

Com certeza você já teve aquela sensação de que o dinheiro acaba bem antes do final do mês, certo? Então o que falta na sua vida é aprender a realizar o controle de gastos.

Uma das grandes vantagens quando você sabe exatamente de quanto é a sua renda e de quanto são suas despesas, é conseguir poupar dinheiro para montar uma reserva de emergências, realizar investimentos e realizar todos aqueles planos e metas que você tem para a sua vida.

Veja algumas dicas para controlar os gastos e manter o seu orçamento fora do vermelho.

Continue lendo este artigo preparado pela Simplic e aprenda alguns passos para fazer sobrar dinheiro no fim do mês.

5 dicas para fazer seu controle de gastos

Veja a seguir algumas dicas para gerenciar o seu dinheiro de forma assertiva.

1. Conheça os seus gastos

A etapa desse processo é anotar todas as suas despesas (absolutamente todas), desde o cafezinho, passando pelo almoço até a parcela do carro e ou da casa, que costumam tomar mais dinheiro no seu orçamento. Há aplicativos de celulares que podem te ajudar nessa tarefa, e assim você não esquece de anotar nada.

Fazendo isso por um mês você já conseguirá ter uma ideia de como gasta o seu dinheiro, quais dessas despesas são essenciais (aquelas sem as quais você não consegue sobreviver) e quais estão ultrapassando os limites.

Em seguida, crie diferentes categorias e vá distribuindo as suas despesas entre elas. Veja alguns exemplos: alimentação, lazer, moradia, estudos, transporte, viagens, curso de idiomas, vestuário, farmácia, lazer, entre outras. Depois, separe uma parte da sua renda para ser utilizada em cada uma dessas categorias — e nada de ultrapassar o limite —.

O ideal é que você revise os seus gastos periodicamente. Sempre tem alguma coisa que acaba passando despercebida e que pode ser cortada ou reduzida. Até mesmo com a mudança de hábitos você vai acabar percebendo que não precisa mais de determinados gastos que antes você tinha.

2. Tenha metas e objetivos claros

Coloque no papel tudo o que você quer fazer que precise de dinheiro, desde jantar em um restaurante legal uma vez por mês, até aquela viagem dos seus sonhos para a Itália.

Estipule prazos para realizar cada uma dessas metas, são eles: curto prazo (3 meses), médio prazo (1 a 5 anos) e longo prazo (mais de 5 anos). Em seguida pesquise quanto cada uma dessas metas irá custar. Com essas informações você calcular quanto precisa economizar para conseguir realizar o seu sonho.

Sabendo quanto custa o seu sonho, fica mais fácil realizá-lo.

Veja um exemplo, se o seu sonho é viajar para a Itália em 2 anos e isso ira lhe custar R$ 10.000, então você precisará economizar R$ 417 por mês durante os próximos 2 anos.

Viu como é fácil se programar para não ficar no vermelho no cartão de crédito?

3. Reveja os seus hábitos

Quando você entende como você está usando o dinheiro, fica mais fácil saber onde os gastos devem ser cortados e como controlar esses gastos.

Se os maiores custos são com vestuários, você precisa pensar se realmente precisa comprar roupas novas todos os meses. Já pensou em comprar roupas de segunda mão?

Está gastando quase tudo no barzinho no final de semana? Que tal chamar os amigos para uma confraternização na sua casa, cada um leva a sua bebida e algo para comer, assim não sai caro para ninguém.

4. Faça aquisições inteligente

Faça as contas de quanto você precisará economizar para comprar algum eletrodoméstico, ou mesmo trocar de computador ou de sofá, e guarde aquele dinheiro para realizar o pagamento à vista.

Sempre que você compra à vista tem maior margem para negociar com o vendedor e com certeza conseguirá o desconto. E ao invés de perguntar se você tem desconto, pergunte quanto é o desconto para aquele item.

Existem também muitas empresas que vendem mercadorias que apresentam algum pequeno defeito de fabricação, que não interferem no funcionamento delas. Outras que revendem produtos que foram comprados pela internet, mas que o cliente abriu e não gostou. Nesses casos, os descontos podem ser bem vantajosos.

Além disso, não compre algo por impulso, antes de fazer qualquer aquisição pense e tenha certeza de que você realmente precisa daquele item.

5. Comece a investir

Agora que você já sabe como fazer o controle dos seus gastos e como ter mais dinheiro, é hora de pensar o que fazer com essa quantia extra.

Os juros compostos são um verdadeiro terror para quem tem dívidas, mas se você está pensando em investir, eles serão aliados. Porque assim como a sua dívida multiplica mês após o mês, o seu dinheiro também irá.

A diferença vai ser a quantidade de juros que ele renderá, que vai depender de qual tipo de investimento você escolherá e por quanto tempo o seu dinheiro ficará aplicado. Há diversas opções de aplicações financeiras, cada uma delas indicada para um diferente perfil de cliente.

Então vale a pena pesquisar e conhecer mais sobre como o seu dinheiro poderá trabalhar para você.

Se você tem mais alguma dica sobre como controlar os gastos, compartilhe nos comentários abaixo. Produzido por: Simplic

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×