Domingo, 22 de setembro de 2019

Home / EDITORIAS  / Nacional  / Da Rua 24 Horas para o mundo

Da Rua 24 Horas para o mundo

Nos últimos cinco anos, Grupo Bávaro aumentou em 20% o faturamento anual em média. Próximo passo deve ser a expansão para fora da Rua 24 Horas, um dos principais pontos turísticos de Curitiba

O faturamento do Grupo Bávaro dobrou de 2014 a 2018 – na comparação do ano passado com 2017, o crescimento foi de 20%. Formado pelos empreendimentos Bávaro, Pezzo, Prinzen, James Hill e Fresh Juice, todos localizados na tradicional Rua 24 Horas, em Curitiba, ou em seu entorno, as casas oferecem de sucos e sanduíches a refeições mais elaboradas e exclusivas. “Começamos a trabalhar em 2011, enfrentamos uma época muito difícil, com muitas adversidades. Desde 2014, a empresa está crescendo pelo menos 20% ao ano em faturamento”, afirma o proprietário do Grupo Bávaro, Luiz Breda.

Para 2019, a expectativa é de manter, ao menos, o mesmo resultado obtido em 2018. “É um número difícil de conseguir, mas temos trabalhado em várias frentes, com ações de marketing, fidelização de clientes, aumento de delivery”, ilustra Breda. Neste ano, no fim de fevereiro, o Grupo Bávaro deve inaugurar, na Rua 24 Horas, sua sexta loja: o Açaí All-inclusive, no qual o cliente paga pelo valor do copo – de 200 ml a 1 litro –, podendo adicionar quantos acompanhamentos desejar.

De acordo com Breda, a Rua 24 Horas mantém o seu padrão de inovação, uma característica desde a sua inauguração, em 1991. Inicialmente, foi a primeira rua do país a oferecer serviços 24 horas por dia. Com o passar do tempo, acabou sendo relegada a um segundo plano na capital, deixando até mesmo de ser um dos principais pontos turísticos de Curitiba. O espaço foi fechado entre 2007 e 2011, quando foi reaberto e se tornou a primeira Vila Gastronômica do Paraná, com 18 lojas focadas exclusivamente em gastronomia. Atualmente, as Vilas Gastronômicas caíram no gosto popular, tornando-se um movimento comum em diversas cidades do país, incluindo a capital paranaense.

Ao todo, os cinco estabelecimentos recebem uma média de 700 pessoas por dia. Com gestão e equipes específicas para cada loja, o Grupo Bávaro atende aos diferentes perfis da região. O Pezzo conta com comida a quilo na hora do almoço; o Bávaro serve pratos executivos e hambúrgueres; o Prinzen é uma espagueteria, com massas artesanais e grelhados; o James Hill se volta mais aos estudantes; e o Fresh Juice oferece sucos e saladas de frutas. “Fomos expandindo conforme a demanda”, diz Breda.

Perfis de público

O perfil da Rua 24 Horas aliado à localização estratégica faz com que ela tenha três públicos distintos: o executivo – estima-se que pelo menos 7 mil pessoas trabalhem apenas na quadra onde ela está localizada; os turistas – são pelo menos uma dezena de hotéis na região central; e os moradores da capital paranaense. “Já estamos consolidados com os executivos e com os turistas. Nosso foco é fidelizar as pessoas que moram no Centro ou nas proximidades. Temos as reconquistado aos poucos”, explica Breda.

Nessa empreitada, o empreendedor cita a realização de eventos como um atrativo para o público local. O espaço já organizou ações temáticas, como o Festival do Bacon, de tradições gastronômicas de Curitiba, da picanha, do strogonoff e da cerveja, entre outros. “Já reunimos até 3 mil pessoas em um fim de semana. A ideia é que os curitibanos vejam um espaço revitalizado e voltem a ser usuários mais frequentes”, avalia.

Aberto para expansão

Embora a Rua 24 Horas seja o coração do Grupo Bávaro, o empreendedor está de olho na ampliação dos seus negócios. “Estamos observando o mercado e abertos a novas parcerias, mas chegamos no limite na Rua 24 Horas. Já temos experiência e capacidade de nos estendermos para outros locais, seja em Curitiba ou em outras cidades. Já recebemos algumas sondagens para o interior do Paraná, mas não temos nada concreto até o momento”, avisa Breda.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×