Segunda Feira, 16 de setembro de 2019

Home / EDITORIAS  / Internacional  / 5 passeios para fazer em Montevidéu no frio

5 passeios para fazer em Montevidéu no frio

Montevidéu é uma cidade linda, com milhares de opções para desfrutar ao longo do ano, são cinco rotas que recomendamos no inverno para fazer em família

Muitas vezes conseguimos uma folguinha para ir a outro país pelo valor do aéreo e promoções de hospedagem, que podem ser extremamente convidativos. Mas se essa estação for justamente a de frio, o que fazer? Se esse destino for Uruguai, segue 5 dicas de passeios para o visitante não ficar perdido.

http://www.turismo.gub.uy/index.php/pr/verao-em-uruguai/item/2630-5-passeios-para-fazer-em-montevideu-no-frio

 Jardim Botânico

A visita ao Museu do Jardim Botânico Prof. Atílio Lombardo, é uma linda opção para o inverno. As cores do inverno vestem este belo parque, que possui espécies de plantas de todo o mundo. Entre as coleções vivas estão plantas, árvores e arbustos aquáticos, de sombra, de locais secos e espécies nativas proeminentes do Uruguai. http://jardinbotanico.montevideo.gub.uy/

Localizado no Prado, na Avenida 19 de Abril. Ideal para visitar com a família e desfrutar da natureza. Horários: de segunda a domingo das 7h às 17:30 horas.  

No link (http://montevideo.gub.uy/aplicacion/como-ir) do “como ir” (página da prefeitura de Montevidéu) o turista pode ver como chegar com as linhas de ônibus: basta colocar onde está/aonde quer ir e o site mostrará todas as linhas disponíveis e o trajeto de cada uma.

Museu Blanes e Jardim japonês

O Museu Juan Manuel Blanes tem um duplo apelo, já que é possível apreciar a ampla coleção artística de pintores uruguaios, e continuar o passeio no Jardim japonês de Montevidéu. Além das salas de Juan Manuel Blanes e Pedro Figari, exposições itinerantes são realizadas durante todo o ano.

O Jardim japonês, projetado pelo paisagista japonês Haruho Ieda, tem um estilo “San-Sui” (montanha e água). Decorado com muita cautela e cuidado, possui espaços que levam ao imaginário da cultura japonesa: lagos com carpas, pontes de madeira, caminhos de pedra e uma casa de chá.

Ambos localizados na Avenida de Milão, no distrito de Prado. O horário de visita é de tarde, de terça a domingo, das 12h às 18h.

http://blanes.montevideo.gub.uy/

Ciudad Vieja

Impossível evitar o passeio pela Cidade Velha de Montevidéu. Na época o coração da capital do país, concentrando-se por décadas as atividades políticas, culturais e comerciais da cidade. O patrimônio arquitetônico incomparável é uma evidência de seu passado e atualmente é palco da rica vida cultural que opera 24 horas por dia.

O visitante pode render homenagem ao herói da pátria José Gervasio Artigas em seu mausoléu localizado na Plaza Independencia, visitar o Cabildo e a Igreja Matriz, tirar foto embaixo da Puerta de la Ciudadela.

Para os curiosos, há uma variedade de atividades que podem ser encontradas caminhando: um café com tango, a fonte dos cadeados, os museus de Torres García, Arte Pré-colombiana e Indígena, o Palácio Taranco e o Teatro Solís.

Mercado Agrícola

O Mercado Agrícola de Montevidéu é um passeio ideal para um dia chuvoso. Shopping especializado em alimentos é capaz de surpreender com sua proposta gourmet, que combina produtos nativos e exóticos.

O MAM oferece também shows variados de música, teatro e dança para adultos e crianças. Muitas são as propostas no inverno, basta conferir a programação no site: https://www.mam.com.uy.

Pizza, churrasco, cervejaria artesanal e sorveteria são as opções mais tradicionais. Mas para os mais ousados, há opções culinárias da América Central e frutos do mar, entre outros. Um destino imperdível de segunda a domingo.

Rambla e Milongas

Uma tarde na Rambla, com mate e bolinhos fritos é em si um passeio divertido e tipicamente uruguaio. Para variar a rota e se divertir, o turista pode sair e conhecer as milongas de diversos estilos e tamanhos, a exemplo às quartas-feiras no Museu do Vinho.

Outra dica é o Jovem Tango, reconhecido por seus excelentes dançarinos e professores, esta casa cultural, nascida em 1977, tem por finalidade estudar, cultivar e promover o gênero musical originário do Rio da Prata.

Mais informações sobre Milongas: https://www.facebook.com/hoymilongabsas/

Os códigos da Milonga

Os uruguaios possuem códigos próprios na hora da milonga. Por exemplo, para convidar alguém a dançar, costuma-se ir até sua mesa. É comum ver que a mulher tome a iniciativa.

Milongas para toda as noites

  • Segunda-feira. “La Lunera”. Localização: Rua Aquiles Lanza 1290 esq. com a Rua San José. Tel. 29015561. Facebook: JovenTango. Facebook: JovenTango 
  • Terça-feira. “Lo de Margot”. Localização: Rua Constituyente 1812, entre as Ruas Gaboto e Yaro. Tel. 24106230. Facebook: LodeMargot.
  • Quarta-feira. “Museo del Vino”. Localização: Rua Maldonado 1150. 29083430. Sitio web: MuseodelVino.
     “La Callejera”. Localização: Praça Líber Seregni. De outubro a 1° de maio. Facebook: “Milonga Callejera”
  • Sexta-feira. “JovenTango” Localização: Rua Aquiles Lanza 1290 esquina com a Rua San José. Facebook: JovenTango.
  • Sábado. “Lo de Margot” Localização: Rua Constituyente 1812, entre as Ruas Gaboto e Yaro. Tel. 24106230. Facebook: LodeMargot.


redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×