Segunda Feira, 16 de setembro de 2019

Home / Notícias gerais  / Técnicos do MTur chegam à Serra da Capivara para traçar plano de ações

Técnicos do MTur chegam à Serra da Capivara para traçar plano de ações

Durante três dias, a equipe vai percorrer atrativos e promover reuniões com o intuito de desenvolver o turismo na região

Uma equipe técnica do Ministério do Turismo desembarca nesta quarta-feira (11) em São Raimundo Nonato, no Sudoeste do Piauí, para identificar as potencialidades do Parque Nacional da Serra da Capivara. A visita dos profissionais segue uma determinação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que esteve no local no último dia 29. A ideia é traçar um plano estratégico de ações para o desenvolvimento turístico da região.

Segundo o ministro, que cumpre agenda internacional na 23ª Assembleia Geral da OMT, em São Petersburgo (Rússia), este é apenas um dos primeiros passos no sentido de tornar o Parque uma referência no país. “Conforme anunciei durante visita recente à Serra da Capivara, estou enviando uma equipe que irá realizar um estudo técnico para podermos desenvolver cada dia mais o setor do turismo nesta tão bela região. Portanto, a nossa equipe chega para fazer da Serra da Capivara um dos pontos mais visitados do nosso Brasil”, afirma o ministro.

Durante três dias, os técnicos irão realizar um diagnóstico das necessidades de infraestrutura, conectividade, meio ambiente e promoção da região. Além disso, a equipe irá se reunir com gestores públicos e privados, a fim de traçar um plano estratégico de ações, observando os potenciais e os obstáculos ao desenvolvimento local. A expectativa é de que, com as medidas, a oferta turística seja aprimorada, gerando emprego e renda para a população.

O Parque Nacional da Serra da Capivara é um verdadeiro museu a céu aberto. Os 173 sítios arqueológicos abertos à visitação dentro da unidade de conservação atraem mais de 20 mil turistas anualmente, interessados em fazer uma imersão nas origens da presença humana no semiárido. Ao todo, o local abriga 1.354 sítios pré-históricos, repletos de pinturas rupestres, a maior concentração do tipo no Brasil.

Os desenhos dos povos que viviam na região retratam com grande variedade de formas, cores e temas cenas de caça, pesca, rituais religiosos e de acasalamento, além de outros vestígios do cotidiano do homem pré-histórico, entre cenários de vales e chapadas acessíveis por trilhas, rampas e escadarias.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×