Terça Feira, 22 de outubro de 2019

Home / DESTAQUES DA EDIÇÃO IMPRESSA  / Sucesso da Conexão Empresarial , da VB Comunicação, com Marcos Brandão, presidente da BH Airport

Sucesso da Conexão Empresarial , da VB Comunicação, com Marcos Brandão, presidente da BH Airport

Conexão. Esta é a palavra chave que vem sendo usada pelo presidente da BH Airport, Marcos Brandão, como ponto principal para ligar cidades, estados, países e, principalmente, pessoas. O aeroporto Internacional de Belo Horizonte, segundo ele, tem esse papel hoje. Dizendo-se um apaixonado por mudanças, Marcos Brandão, acredita que elas geram grandes transformações, uma das que ele está implantado liga o aeroporto as rodoviárias, facilitando esse acesso dos passageiros.

Brandão disse ter detectado que pessoas saem de Minas Gerais para buscar outros aeroportos devido às dificuldades que enfrentam para chegar à Belo Horizonte. Esse estudo para conectar as cidades ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, mostra que será possível agregar mais 780 mil passageiros e quem sabe de cinco a seis novos destinos. E essa é uma característica do aeroporto, a de ser um hub para os voos internacionais.

Além disso, desde que assumiu a BH Airport, Marcos Brandão definiu o que chama de “algumas crenças” para trabalhar, como a obrigação de apoiar o desenvolvimento do estado com projetos de longo prazo. Outro ponto é o da geração de emprego e renda e é isso que está sendo feito, com o investimento de até R$ 1 bilhão no aeroporto.

Apoiar essas transformações em Minas Gerais e fazer do aeroporto em um grande Hub logístico é uma das metas buscadas pela BH Airport, além do desenvolvimento de projetos para o Vetor Norte e tornar o Aeroporto Internacional Belo Horizonte na principal porta de entrada de Minas Gerais.

Essa política tem se mostrado eficaz, tanto que o Aeroporto Internacional Belo Horizonte foi premiado pela primeira vez como o melhor aeroporto da América Latina e Caribe. A previsão é a de que o seu crescimento fique entre 6% a 6,5%, em relação ao ano passado, o que é muito bom no cenário nacional. Ainda assim, a margem de crescimento do número de passageiros é grande. O Brasil é o 6º maior mercado de aviação e se todas as medidas que tem sido tomadas pelo governo para que o país retome o desenvolvimento derem certo, o Brasil deve passar a ser o 5º maior mercado de aviação, bem antes do que está sendo previsto pelas empresas especializadas, que projetam essa posição para 2033.

O Aeroporto Internacional Belo Horizonte também está recebendo dois novos voos, um para Florianópolis, a partir de outubro e outro para Fort Lauderdale, em dezembro. Brandão também está comemorando o fato de que o preço do cafezinho e do pão de queijo são os mais baixos em relação aos outros aeroportos brasileiros, segundo pesquisa realizada no país.

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×