Terça Feira, 07 de abril de 2020

Home / DESTAQUES DA EDIÇÃO IMPRESSA  / Coelho preserva os sabores e a tradição do café colonial na Serra Gaúcha

Coelho preserva os sabores e a tradição do café colonial na Serra Gaúcha

Gerenciado pela família Coelho, café incorporou os hábitos alemães e italianos que remontam aos primórdios da colonização na região

O Coelho Café Colonial de Gramado (RS) é um dos cafés mais tradicionais da Serra Gaúcha. Inaugurado pela família Coelho em 1987, o restaurante preserva em cada prato, sabor e detalhe uma das mais autênticas marcas da cultura e da gastronomia italiana e alemã: a mesa farta do café colonial. Ainda hoje, principalmente entre a população de origem alemã e italiana de Gramado, as famílias conservam este hábito dos primeiros colonizadores, costume que os visitantes podem experimentar no Coelho. “Aqui nós mantemos viva a tradição dos colonos, apresentando mais de 80 variedades entre doces e salgados servidos à mesa. O cliente pode provar sem pressa, elegendo a melhor opção, café da tarde, almoço, ou jantar, pois funcionamos em diferentes turnos”, explica Zanis Coelho, fundador do empreendimento.

As mesas, de encher os olhos e dar água na boca, ficam repletas de cucas, pães, apfelstrudel, nata, mel, variedade de geleias doces e ainda geleia de pimenta, queijo, salame, morcilias, conservas, chocolate quente, café, chás, wafles e tortas. Segundo o proprietário, todas as tortas e bolos, o pastelzinho, o croquete, o bolinho de queijo, a polenta, tudo é produzindo no local. Alguns pratos são exclusividades do Coelho Café Colonial, como o bolo de milho, um dos favoritos entre os clientes. Outro diferencial no cardápio, e também grande sucesso de público, é a torta de nozes. A torta leva leite condensado, cozido por 4 horas, diferente de outros locais que costumam utilizar doce de leite. “O preparo que damos ao leite condensado, d&aac ute; outro sabor e a torta fica uma delícia. É uma das favoritas”, comenta Zanis.

As bebidas incluem dois tipos de vinho, branco seco e tinto suave, suco de uva natural, leite, café, cappuccino, café expresso, chocolate quente, chás (o de maçã é o mais pedido) e bebidas geladas como chás e chocolate. Os salgados incluem lombo de porco, frango a passarinho, peito de frango, linguiça fervida, polenta frita, pastel de presunto e queijo, croquete de frango, bolinho de queijo, além de torta fria de presunto e queijo, pizza de atum, pizza de presunto e queijo e pikles. Há ainda uma enorme variedade de frios, pães e geleias, doces coloniais, bolos diversos (laranja, chocolate, limão, cerveja, requeijão, cenoura, milho e amendoim), rocambole, waffles e apfelstrudel (torta de maçã). Para fechar, o Buffet de sobremesas conta com tor tas (morango, Marta Rocha, brigadeiro, prestígio, coco queimado, bolacha, limão e nozes), sagu de vinho e creme baunilha, gelatinas, pudim de leite condensado, mousse de maracujá e fondue de chocolate com três frutas da estação.

Serviço:

Coelho Café Colonial

Segunda a sexta, das 11h às 21h

Sábados, das 10h30min às 21h

Domingos: das 10h30min às 20h45min

Estacionamento com 50 vagas (gratuito)

Wi-Fi gratuito

Endereço: Av das Hortênsias, 5433 – Gramado RS

Fone: 54 3286 2538

Site: www.cafecoelho.com.br

redacao@mgturismo.com.br

Agência de Notícias do Turismo, noticiário de MG, do Brasil e exterior em tempo real. O mais tradicional jornal especializado em turismo de Minas Gerais, com circulação ininterrupta desde 1985.

Avalie esta notícia:
0 Comentário

Sorry, the comment form is closed at this time.

Leia a Edição

Edições Anteriores

Confira os destaques

Nenhuma matéria foi encontrada.

×