Notícias

4 países baratos para morar na Europa

Para quem sonha em morar na Europa, alguns países podem oferecer ótima qualidade de vida a um preço bastante justo

(Crédito: Lisboa, Portugal / Shutterstock)

Uma pesquisa desenvolvida pela revista Época Negócios apontou que 91% dos brasileiros desejam sair do país para trabalhar no exterior (2019). Além disso, um dos indicadores para essa mudança de endereço internacional é o crescente interesse pela obtenção de dupla cidadania. Se você quer mudar os rumos da sua história, conheça os países da Europa que oferecem uma ótima qualidade de vida por um custo baixo:

1. Hungria

Considerada uma das cidades mais baratas para viver na União Europeia, a capital da Hungria, Budapeste, é um importante centro financeiro do país. Além disso, para quem quer morar na Hungria, também há oportunidades nas áreas de turismo, comércio e indústria.

O aluguel de um apartamento com um dormitório, na capital, custa cerca de 475 euros. As contas fixas de luz, água e eletricidade somam, em média, 145 euros.

2. Rússia

Já pensou em morar na Rússia? Além de ser riquíssima, a Rússia é parte da Europa e da Ásia e se revela um país muito interessante para se viver em termos financeiros. O aluguel de um apartamento com um dormitório em São Petersburgo custa, em média, 460 euros. Já na capital, Moscou, o custo é mais alto: o aluguel custa 785 euros, aproximadamente.

Vale destacar, no entanto, que embora o custo de vida seja interessante, a Rússia tem um inverno rigoroso e como poucas pessoas falam inglês, a comunicação é complicada.

3. Polônia

Quem gosta de viajar pagando pouco, comumente escolhe a Polônia como destino. Mas até para quem deseja morar, o país oferece várias oportunidades de trabalho, especialmente para quem fala inglês e alemão. As atividades econômicas variam entre finanças, turismo, indústria naval e petroquímica.

Entre as cidades mais baratas para se viver na Polônia, estão: Poznán, Cracóvia, Gdansk e Varsóvia. O aluguel de um apartamento, com um dormitório, custa entre 430 e 650 euros, conforme a cidade escolhida. Além disso, a própria localização da Polônia é privilegiada, favorecendo muitas viagens ao Leste Europeu.

4. Portugal

A busca pela nacionalidade portuguesa é uma das que mais crescem no Brasil. Sem dúvidas, a barreira praticamente inexistente do idioma favorece o interesse de brasileiros que desejam viver em Portugal. Entre as oportunidades de emprego, as áreas de TI, serviços e turismo são as que mais se destacam.

Financeiramente, o aluguel de um apartamento com um quarto em Lisboa, em um bairro mais afastado, custa cerca de 850 euros. Embora o valor seja levemente mais considerável, a qualidade de vida portuguesa, a alimentação e o clima do país compensam.

Importante: Os dados referentes a valores de aluguel foram considerados dentro do ano de 2020, por viajantes e moradores dos locais referidos.