Notícias

Aeroporto de Congonhas tem queda de 98% em voos durante pandemia

Sao Paulo, Brazil - October 7, 2014: Travelers check in at Congonhas airport of Sao Paulo. The airport served 17.1 million passengers in 2013.

Em Cumbica, Guarulhos, a situação é parecida, com 87% de redução no número de embarques

Aeroporto de Congonhas tem queda de 98% em voos durante pandemia
Sao Paulo, Brazil – October 7, 2014: Travelers check in at Congonhas airport of Sao Paulo. The airport served 17.1 million passengers in 2013.

O surto de coronavírus impactou todos os setores da economia, em especial o turismo e a frequência de voos comerciais e domésticos. Isso porque, com a rápida disseminação da doença, a maioria dos países optou por fechar as fronteiras até que a situação esteja resolvida. Um deles foi a Argentina, que apenas permitirá a entrada de estrangeiros em setembro.

Com isso, os aeroportos de Congonhas, na capital paulista, e Cumbica, em Guarulhos, apresentam queda no número de voos durante a pandemia. Entre os dias 1º e 20 de abril de 2020, Congonhas teve 126 chegadas e partidas de voos. No mesmo período de 2019, foram 9.489 embarques e desembarques, o que representa uma diminuição de 98,68% nas operações de um ano para o outro.

Em Guarulhos, a situação não é muito diferente, já que a queda no número de voos foi de 87%, comparando as chegadas e partidas de abril deste ano (184.729) com as do ano passado (1.440.383). 

Mesmo assim, as companhias aéreas começam a dar sinais de retomada. No final do mês de maio, os voos comerciais retornaram ao aeroporto de Congonhas. Latam e Gol voltaram a ter chegadas e partidas no local, enquanto a Azul iniciará o retorno em 15 de junho. Os primeiros voos tiveram como destino Rio de Janeiro e Brasília, mas ao longo do próximo mês novos destinos devem ser adicionados, como Belo Horizonte, Porto Alegre e Florianópolis, que já possuem embarques marcados.

Em junho, a Gol pretende ter 100 voos diários pelo território brasileiro, o que é um crescimento de 47% em relação à operação de maio. Já a Azul planeja realizar até 168 viagens por dia. Nessa tendência, a Latam afirma que serão 74 rotas nacionais e aumentará a capacidade em julho.

Precauções

Para as pessoas que precisam viajar nesse período em que o contágio da doença ainda não foi controlado, é indicado tomar algumas precauções nos processos de embarque, voo e desembarque.

Por isso, é importante usar máscaras durante todo o tempo e levar álcool em gel para higienizar as mãos sempre que for necessário e não existir a possibilidade da lavagem com água e sabão. Se for possível, alugar carros para se mover entre o local de desembarque e o local de hospedagem também pode ser feito. Há locais dentro ou próximos dos aeroportos, como a Localiza, em Guarulhos.

Caso não seja possível, utilizar a máscara e não levar a mão aos olhos, nariz e boca nos transportes públicos é essencial para a manutenção da saúde.