Notícias

Aeroporto Internacional de BH inaugura estacionamento após reforma

Ao todo, 332 vagas receberam cobertura metálica, foram criadas áreas cobertas de circulação e também há sensores de presença para iluminação noturna

No dia 1º de junho, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, reabre as portas do estacionamento Econômico 2 (E2), que foi reclassificado em categoria superior e, agora, se chamará Premium 1 (P1). O espaço foi fechado para reforma e realização de diversas melhorias. Ao todo, 332 vagas receberam cobertura metálica (altamente eficaz na proteção contra sol e chuva), foram criadas áreas de circulação de pedestres entre as vagas e também foram instalados sensores de presença para iluminação do ambiente para quem utiliza o espaço no período da noite.

“Todos os viajantes querem a comodidade de parar dentro do aeroporto. Reformamos esse pátio para oferecer a melhor estrutura coberta, preço online acessível, além da proximidade ao terminal. Estamos sempre em busca de modernizar o aeroporto, para que o nosso equipamento se mantenha em um patamar de excelência. Queremos que passageiros e visitantes tenham a melhor experiência ao passarem por aqui e estamos realmente prontos para receber as pessoas”, ressalta Gustavo Anfra, gestor de Infraestrutura da BH Airport.

Reserva de estacionamento com desconto

Para oferecer mais praticidade e economia aos clientes, é possível fazer a reserva do estacionamento por meio da plataforma de reservas online, disponível no site da BH Airport (https://vendasonline.bh-airport.com.br/pt/). Com isso, o cliente tem acesso a descontos de até 45%. No caso das vagas oferecidas no P1, o valor da diária é R$ 60. No entanto, ao fazer a reserva online, o preço da diária chega a R$ 40. Para o caso de longa permanência, de quatro a sete diárias, o valor fixo é R$ 120. A partir da oitava diária há um adicional de R$ 15 por dia.

Sobre a BH Airport

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.