Notícias

Agostinho Patrus discute soluções para setores prejudicados pela crise

Dirigentes de associações que atuam no ramo de eventos foram recebidos pelo presidente da ALMG no âmbito do programa Recomeça Minas

Representantes do setor de eventos e entretenimento do Estado foram recebidos, nesta quinta-feira (11/2), pelo presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Agostinho Patrus (PV), em um encontro para discutir a retomada da economia mineira, no âmbito do Recomeça Minas, programa proposto pelo Parlamento mineiro.

Na avaliação do deputado Agostinho Patrus, o encontro representou uma importante oportunidade para discutir os impactos da crise financeira provocada pela pandemia sobre o setor, que está entre os mais prejudicados. “É uma atividade fundamental na geração de empregos e na movimentação da economia do nosso Estado”, destacou.

“A pandemia atinge a vida das pessoas de uma maneira terrível, com muitos casos e, lamentavelmente, muitas mortes. O combate ao coronavírus continua sendo prioridade da ALMG. Porém, também precisamos dedicar a nossa atenção à atividade econômica. É preciso planejar a retomada de Minas Gerais”, completou Agostinho Patrus.

A reunião foi um desdobramento do programa Recomeça Minas – conjunto de medidas anunciadas pela Assembleia Legislativa para retomada da economia mineira. “Mais do que os efeitos da crise, vamos debater soluções viáveis”, alertou o presidente da ALMG, destacando, ainda, que “a Assembleia de Minas está de portas abertas para receber todos os representantes de atividades econômicas prejudicadas pela crise”.

Recomeça Minas

Os dirigentes das entidades apresentaram reivindicações, incluindo a criação de um programa de renegociação de dívidas tributárias. Eles também solicitaram a intermediação da Assembleia de Minas nos diálogos junto a outras instâncias do poder público no sentido de viabilizar condições para retomada do setor. Agostinho Patrus informou aos participantes que a solicitação relativa à renegociação de dívidas estaduais já integra o Recomeça Minas.

Uma das prioridades do programa é oferecer incentivos à regularização de dívidas tributárias por meio da redução de multas e juros. Em alguns casos, como o IPVA, toda a dívida relativa a multas e juros pode ser cancelada. Também há benefícios para a regularização de débitos de ICMS, licenciamento de veículos, taxa de incêndio e imposto sobre doações ou herança.

“O Recomeça Minas propõe que os recursos arrecadados com a renegociação tributária sejam destinados a financiamentos para os setores mais prejudicados, como o de eventos. Todas as solicitações recebidas contarão com máxima atenção por parte do Parlamento mineiro. Nós estamos apontando a solução”, afirmou Agostinho Patrus. Os deputados estaduais Gustavo Mitre e Tito Torres também participaram do evento, realizado no Salão Nobre da ALMG.

Participaram da reunião representantes de entidades como a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), a Associação Mineira de Eventos e Entretenimento (Amee), Associação dos Profissionais, Serviços para Casamento e Eventos Sociais (Abrafesta) e o Sindicato das Empresas de Promoção, Organização e Montagem de Feiras, Congressos e Eventos de Minas Gerais (Sindiprom-MG). Os dirigentes presentes fizeram questão de expressar agradecimento à ALMG pela iniciativa de debater soluções para o setor.

Fotos: Victor Oliveira / ALMG