Notícias

Água tônica é refrigerante? Faz mal? Saiba tudo sobre a bebida

De sabor único, a água tônica traz, na verdade, diversos benefícios à saúde. Conheça-os!

Consumida pura ou misturada, como no famoso drink gin tônica, a água tônica é uma combinação de água gaseificada, hidrocloreto de quinina (um tipo de sal), açúcar ou xarope de milho com alto teor de frutose e, às vezes, aromas.

A bebida, considerada um refrigerante, tem um sabor tipicamente amargo devido à presença do quinino, composto químico proveniente da casca da árvore cinchona, também conhecida como árvore de quina. A árvore é atualmente cultivada nas Américas Central e do Sul, e partes ocidentais da África. No Brasil, a planta é encontrada na região da floresta amazônica.

Além de seu amargor típico, a bebida é altamente consumida por sua sensação de leveza e refrescância. O quinino também tem propriedade fluorescente, o que faz a bebida brilhar em cor azul quando exposta à luz negra. Incrível, não é?

História

A história da descoberta da planta quina é controversa. Existem várias versões que envolvem povos andinos e europeus. Mas uma coisa é certa: foram os indianos que criaram a primeira mistura de água gasosa e o extrato vegetal quinino.

Durante o domínio colonial do Império Britânico, esse composto era utilizado na Índia como fármaco contra doenças graves como a malária e arritmias cardíacas. Os ingleses levaram a fórmula da bebida para as fábricas de refrigerantes na Inglaterra. A água tônica foi patenteada na Inglaterra no ano de 1858.

Benefícios

Os benefícios da água tônica vêm do pó de quinino: essa substância natural interfere positivamente no nosso organismo e na nossa saúde. O quinino tem propriedades antitérmicas, antimaláricas e analgésicas, mas a concentração de quinino na água tônica é baixa, logo não podemos tratar a bebida como remédio.

Como refrigerante, a bebida possui uma quantidade considerável de açúcar, não sendo recomendada para diabéticos. É um mito que a bebida faz mal. Pelo contrário: ela possui uma série de benefícios, mas, como todo refrigerante, deve ser bebida com moderação.

Veja as qualidades que a bebida apresenta:

Digestivo

Entre seus benefícios, o quinino, mesmo em pequena quantidade, é digestivo. A substância auxilia na digestão, estimulando a produção de saliva, que é essencial para o processo digestivo, iniciando a quebra dos carboidratos e facilitando a ingestão dos alimentos. A saliva também é essencial para a nossa saúde bucal por possuir ação antibacteriana. Ela promove uma limpeza natural da boca, mas que, evidentemente, não substitui a escovação dental.

A água tônica ainda é capaz de favorecer as glândulas gástricas, gerando um grande alívio em queimações, náuseas e aquelas sensações desagradáveis de peso no estômago.

Desintoxicante

Devido à presença do hidrocolereto de quinina, a água tônica ainda possui a propriedade de ser desintoxicante, ou seja, auxilia na limpeza do organismo. A bebida, portanto, ajuda a reduzir o excesso de toxinas que se acumulam no organismo pelo consumo de conservantes, corantes e mesmo por respirarmos ar poluído.

As toxinas prejudicam o funcionamento das nossas células, acelerando o processo de envelhecimento. Elas podem causar inchaços e também atrapalham bastante o processo de emagrecimento.

Cicatrizante

O quinino presente na água tônica ainda possui outra qualidade muito importante: é antioxidante. Essa é a característica da quinina que favorece a cicatrização, uma vez que neutraliza os radicais livres que oxidam as nossas células.

A quinina contida na água tônica favorece a regeneração da pele, reduzindo rugas e  acnes, auxiliando na circulação do sangue, melhorando a saúde do cabelo, entre outros benefícios. Além de todas essas vantagens que você acabou de conhecer, existem outras, a exemplo de ser uma substância anti-inflamatória.