Edição Impressa

Altas autoridades nacionais prestigiam evento on-line

Cobertura de Mozart Borburema

Webinar de posse da ABRAJET-MG foi sucesso no Zoom

Cerca de uma centena de jornalistas das Abrajet regionais de todo o país, políticos, empresários e autoridades ligadas ao turismo, estavam conectados na plataforma do ZOOM durante cerca de 60 minutos

O presidente da Abrajet Nacional Evandro Novak prestigiou o evento, do presidente da Abrajet Minas, José Aparecido Ribeiro, junto com o senador Antonio Anastasia, o deputado Newton Cardoso Jr( presidente da Comissão de Turismo da Câmara Federal), os presidentes da ACMinas, Aguinaldo Diniz da CDL/BH Marcelo de Souza e Silva, os presidentes das Abrajets da Bahia, Espírito Santo, Goiás, São Paulo, dentre outros, estavam no Webinar.

Senador Antônio Anastasia (PSDB-MG)

Desejo ao presidente José Aparecido Ribeiro e a toda diretoria muito êxito e sucesso. A política pública do turismo tem uma relevância enorme, envolvendo os Poderes do Estados, através de seus três níveis, e também a atividade privada. O turismo não se afasta daquilo que é essencial que é o fator humano, as pessoas. São as pessoas que fazem o turismo, que praticam o turismo.

Essa uma indústria extremamente positiva, porque ela emprega, tem capilaridade, gera mão de obra. E nós em Minas Gerais temos um patrimônio histórico singular, um patrimônio cultural extremamente rico, uma gastronomia tão premiada e reconhecida. Há, portanto, um acervo de oportunidades. Tenho certeza de que, apesar dos desafios, os jornalistas especializados no turismo têm toda condição de continuarem a realizar um belo trabalho, como já fazem. É hora de perseverar, de identificar novas oportunidades. E a Abrajet é fundamental para continuar noticiando a verdade e divulgando as riquezas do turismo de Minas Gerais.

Deputado federal Newton Cardoso Jr. (PMDB-MG)

Quero cumprimentar, com muita alegria, Antônio Claret Guerra, que deixa a presidência, depois de um trabalho reconhecido nacionalmente e internacionalmente.

Parabenizo a nova diretoria, presidente Jose Aparecido Ribeiro, muito feliz de participar da posse, na nova modalidade inovadora, através das ferramentas virtuais. Cumprimentar, claro, parabenizar pelas palavras o senador Antônio Anastásia, nosso ex-governador, que teve um olhar sempre muito especial para o turismo, defendendo Minas Gerais.

Também, cumprimentar o secretário-adjunto de cultura, Bernardo Silviano Brandão. Leve um abraço cordial ao governador Romeu Zema. Cumprimentar a diretoria nacional, pelo presidente Evandro Novak. Comentar algumas entidades, como a ABIH, na pessoa do Manoel Cardoso Linhares, meu primo, grande amigo, companheiro. Sanson, pela ABIH-MG. Associação Mineira de Municípios (AMM) também está presente. Peço ao Léo Pereira que leve um fraternal abraço nosso prefeito Julvan, parceiro e amigo da minha família, da cidade de Moema. Também, Roberto Fagundes, nosso amigo de Convention Bureau.

Vou falar um pouco sobre o cenário que estamos vivendo no turismo nacional. Acumulo o segundo ano como presidente da Comissão de Turismo. Pudemos promover avanços significativos, como foi a aprovação da nova Embratur. Desencadeamos a legislação que permitiu se tornar agencia no meio da pandemia. Foi umas das primeiras medidas provisórias voltadas durante o evento dessa calamidade pública. Mas, mesmo assim, pudemos trazer a baila algumas mudanças muito importantes para o setor hoteleiro e para o turismo em geral. Essa mudança coloca a Embratur em um patamar diferenciado e, de fato, eleva o Brasil em todas as instancias internacionais.

Quero reiterar a importância da Abrajet para o trabalho de divulgação, em parceira com o Ministério do Turismo e com a Embratur. Fico muito feliz em ver aqui a participação de tantos amigos, que estão presentes nessa reunião, e representam de verdade o jornalismo de turismo.

Ao longo das votações que trabalhamos, buscamos defender o interesse dos trabalhadores do setor de turismo tão sofridos, tão afetados pelo fechamento de mais de 95% do setor assim como aqueles que estão nas companhias aéreas e os guias de turismo que tem a sua atividade hoje muito comprometida.

Vice-Presidente Antônio Claret Guerra

Precisamos dizer que a chapa que a “Abrajet Século 21” representa modernidade, inovação, contemporaneidade, mas ao mesmo tempo a tradição, porque nosso grupo de colegas foi muito feliz ao trazer companheiros que estiveram conosco ao longo de 37 anos, desde a fundação em 1983, em uma memorável assembleia geral realizada no Othon. Gostaria de destacar que estamos usando o “novo normal”, o Webinar. Nunca é demais contar, todos vocês sabem, mas o Webinar é uma expressão da língua inglesa (Web de rede mundial de computadores e seminário). A Abrajet – MG está de acordo com todas as exigências da Abrajet Nacional obedecendo requisitos legais, escriturais, financeiros e contábeis.

A renovação que a Abrajet passa foi iniciada pelo ex-presidente João Carlos Amaral. Tive a honra de em 37 anos, ser diretor financeiro do Hélio Fraga, do saudoso amigo e Enio Fonseca, do Joao Uchoa Camarão. Exerci a diretoria financeira com muito gosto. Depois fui presidente com dois mandatos e também tive a honra e satisfação de participar de várias diretorias nacionais. A ideia de criar a Abrajet foi quando tinha menos de 30 anos de idade. Era um jovem recém saído da UFMG e fui trabalhar no Governo Federal na EBN e encontrei o Enio, que já tinha o sonho de criar uma entidade representativa da imprensa turística de Minas Gerais. Fui um modesto auxiliar dele na entidade.

Algum sucesso pessoal, empresarial, jornalístico, que por ventura a gente tenha tido já nessa longa caminhada da vida, que o JORNAL MGTURISMO tenha tido, se eu alguém me perguntasse “você deve isso a que?”. Eu sou claro, sou honesto em dizer, antes de tudo, de participar de entidade, de exercer o espírito gregário, espirito associativista, oferecer um pouco da gente e receber muito da coletividade. Lembro aos mais jovens, que participar de entidades, associações. é fundamental para qualquer sucesso que a gente queira ter na vida.

Sou realmente muito grato, feliz de ter tido ao longo da vida de Abrajet, 37 anos, oportunidades que o grupo de amigos e colegas de profissão me ofereceu. Agradecer muito, dizer da alegria, da felicidade, da satisfação de ter participado com menos de 30 anos de idade da fundação e agora dar uma modesta contribuição de criar esse novo momento para a Abrajet.