Notícias

Cinco opções para curtir Minas Gerais pós-pandemia

Minas Gerais oferece muitas atrações de ecoturismo, bem como nas cidades históricas, e tem potencial para se recuperar no setor, que é um dos mais abalados durante pandemia.

A pandemia resultou em quedas consideráveis no turismo, especialmente nas cidades históricas de Minas Gerais. Para se recuperar, o setor precisa investir em estratégias, atraindo assim, visitantes para a prática do turismo doméstico.

Poços de Caldas, São Tomé das Letras, Camanducaia e São Lourenço são algumas das cidades que investiram em ações em pontos turísticos. Embora o estado oferece muitos atrativos com potencial para retomada do turismo, a previsão é de que a prática esteja mais voltada ao ecoturismo. Conheça algumas opções!

5 opções para curtir Minas Gerais pós-pandemia

https://pixabay.com/pt/photos/minas-gerais-serra-da-canastra-3981100/

O que visitar em Minas Gerais após a pandemia?

O estado de Minas Gerais é lindo por natureza, mas recheado de atrativos históricos em diversas cidades. Ao considerar as opções turísticas pós-pandemia, a previsão é de que o turismo doméstico irá crescer no país.

E, após longo período de isolamento social, o setor espera que muitos brasileiros aproveitem a natureza. Confira uma lista de opções que Minas Gerais oferece e anote dicas de cuidados essenciais!

1. Serra do Cipó

São muitas as cachoeiras que encantam os visitantes no Parque Nacional da Serra do Cipó, bem como as que ficam em propriedades privadas. O lugar é ideal para quem quer se conectar com a natureza e relaxar após a quarentena. Está localizada entre 6 municípios e dispões de muitas trilhas, com diferentes dificuldades no percurso.

2. Conceição de Ibitipoca

O charme rústico que predomina nesse povoado não é a única atração por lá. Recheado com grutas, cachoeiras, picos, trilhas e piscinas naturais, o famoso Parque Estadual do Ibitipoca está entre as mais belas reservas naturais.

 Os visitantes que chegam ao charmoso povoado não resistem em logo desbravar o parque e desfrutar seus encantos naturais. São cerca de 1.488 hectares, com trilhas sinalizadas e excelente estrutura. Entre os circuitos, o da Janela do Céu é o que oferece muita experiência, já que possui uma cachoeira de 20 metros de altura, com trilha de nível médio que passa por incríveis locais, incluindo o Pico da Lombada.

3. Serra da Canastra

Localizada no sudoeste do estado, a região está entre as mais belas, embora desconhecida por muitos brasileiros. São mais de 200 mil hectares que fica entre seis municípios, como São Roque de Minas, que é a porta de entrada principal.

O lugar é bem diferente de outras regiões do estado, já que fica ao final da Mata Atlântica e começo do Cerrado. Tem como principal atração o Parque Nacional da Serra da Canastra, com a famosa Cachoeira Casca D’Anta. Além disso, os visitantes também podem usufruir de um passeio recheado de trilhas incríveis, que passam por cachoeiras, belas paisagens e muitas opções que envolvem aventura na natureza.

4. Capitólio

Está entre os destinos mais buscado pelos amantes de ecoturismo. O lugar está localizado entre o Lago de Furnas e a Serra da Canastra, dispondo de uma diversidade de atividades em meio à natureza.

Seu ponto forte é o Mirante do Cânion, Lagoa Azul e o Lago de Furnas, mas também atrai por suas cascatas, cachoeiras e cânions. E para os visitantes mais radicais, Capitólio oferece atividades como: off-road, balão, mergulho e hiking.

5. Parque Nacional do Caparaó

Localizado na divisa de Minas Gerais com Espírito Santo, o parque atrai muitos montanhistas para o Pico da Bandeira, que é o terceiro ponto mais alto do país, com 2.892 metros de altitude.

Além do pico, são muitas as cachoeiras e vales por lá, e, ao fazer suas trilhas, é possível também curtir muitas piscinas naturais. Outras atrações incluem o Vale Encantado, Pedra Duas Irmãs, Gruta do Jacu, Sítio Histórico e a Cachoeira do Aurelio.

Cuidados importantes ao praticar ecoturismo

Praticar ecoturismo é usufruir muitas vantagens, inclusive, para a saúde do corpo. Por meio dessa atividade, é possível relaxar a mente e o corpo, aumentar a produtividade, já que a prática contribui com a criatividade e o foco, e também fortalecer laços.

Especialmente após a quarentena, a modalidade traz muitos benefícios. Mas, é preciso se atentar a alguns cuidados. Veja!

Roupas adequadas

Ao fazer trilhas e outras atividades de aventura, o corpo se esforça muito. Portanto, é ideal usar roupas confortáveis, leves, e optar por calçados fechados. Entre as opções, os tecidos de algodão são os mais indicados por permitir melhor circulação de ar.

Seguro de viagem

É importante contratar o seguro de viagem com cobertura para esportes radicais ou prática de aventura. Essa é uma proteção essencial para todos os viajantes, que podem acionar a seguradora em caso de diferentes eventualidades comuns em viagem, desde o embarque ao desembarque, incluindo, emergências médicas.

Utilize equipamentos de segurança

Ao praticar atividades de aventura, não deixe de utilizar os equipamentos de segurança recomendados. Entre os mais utilizados, estão: tornozeleira, capacetes, joelheira e cordas. Mas estes variam conforme a prática, seja ela escalada, mergulho, trilhas, arvorismo e outras.

Hidratação

É essencial se manter hidratado durante todo o percurso. Portanto, tenha sempre uma garrafa de água e, dependendo do tempo de trilha, leve também bebidas isotônicas e frutas, como abacaxi, melão, morango e acerola, além de outros alimentos que hidratam.