Notícias

Como avaliar se é seguro viajar ainda em 2020 ou se é melhor remarcar a viagem

O cenário de frequentes mudanças e incertezas gerado pela pandemia exige que os viajantes revejam seus planos. Veja quais fatores devem ser enfatizados ao avaliar se é seguro viajar ainda em 2020.

Remarcar ou seguir viagem tem se tornado um questionamento crescente entre aqueles que planejaram viagens no ano de 2020. Com o estado pandêmico ainda vigente, viajar pode ser considerada uma ação arriscada.

Portanto, ponderar a remarcação do compromisso é aconselhável. Acompanhe quais fatores, ao serem considerados, podem ajudar você a decidir se é preferível adiar ou não sua viagem.

https://pixabay.com/pt/photos/f%C3%A9rias-pensamento-postar-estresse-3384160/

O que considerar ao avaliar se é seguro viajar ainda em 2020

Remarcar ou seguir viagem ainda esse ano? Não há uma resposta categórica para essa pergunta, pois diversos fatores precisam ser ponderados e avaliados. O primeiro deles é a necessidade de viajar.

Pondere sobre a necessidade de viajar

As orientações de prevenção do vírus covid-19 fornecidas pelo Ministério da Saúde enfatizam que a viagem seja feita, somente, se for realmente preciso. Caso seja imprescindível viajar, medidas de higienização deverão ser intensificadas.

Semelhante orientação é feita pela Organização Mundial de Saúde. A OMS aponta que a prevenção envolve evitar viagens desnecessárias. Além disso, em sua página sobre viagens para o público em geral, a organização recomenda que pessoas no grupo de risco considerem remarcar ou tomar precauções especiais ao viajar.

Por isso, avalie a real necessidade de se locomover para outras regiões ou países. Segundo as autoridades de saúde, se o motivo não for importante, o melhor é remarcar.

Consulte a situação atual do destino

Conhecer os dados relativos à contaminação, testagem e as medidas que o local de destino está desempenhando acerca do novo coronavírus pode auxiliar em sua decisão de avaliar se é seguro viajar ainda em 2020.

Se o local de destino for nacional, uma fonte confiável para consultar a situação atualizada referente ao vírus é o Painel Coronavírus organizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os dados compilados são provenientes das Secretarias Estaduais de Saúde e compreendem número de contaminados, óbitos, indecência e mortalidade.

O sistema de saúde do local a ser visitado também deve ser levado em consideração. Viajar estando assegurado por um seguro de saúde fornecerá melhores condições de atendimento caso necessário.

Pesquise as medidas de segurança relativas ao meio de transporte

Embora alguns médicos apontem o automóvel como um veículo de transporte mais seguro em relação ao avião, como é o exemplo do infectologista William Schaffner em entrevista à CNN, ambos apresentam seus riscos e requerem medidas de seguranças específicas. Conhecê-las e respeitá-las é essencial para assegurar sua saúde e das demais pessoas.

Viagens aéreas

Se a viagem aérea tiver como destino um país estrangeiro, é preciso consultar as restrições impostas ao ingresso de viajantes. A título de exemplo, apontamos as páginas sobre restrição de voos da SkyScanner e da Kayak. Nelas, você consegue acompanhar quais países estão recebendo brasileiros e quais as condições a serem seguidas.

Também existem normas de segurança específicas relativas ao trânsito no aeroporto e à estadia dentro do avião que devem ser respeitadas. Leve tudo em consideração para avaliar se é seguro viajar ainda em 2020.

Viagens de carro

De forma semelhante às viagens de avião, ao dirigir durante a pandemia é indicado checar se há alguma restrição de locomoção, como rodovias com entrada ou saída restrita, etc.

As ações preventivas igualmente se fazem precisas em viagens de automóvel. Uso de máscaras pelos passageiros, evitar o contato com outros indivíduos e outras atitudes preventivas não devem ser dispensadas.

Outra medida de segurança a ser tomada, independente do cenário de pandemia, é possuir um seguro auto para ter acesso à assistência técnica, caso ocorra alguma intercorrência ao viajar.

Porém, vale a pena se inteirar antes sobre como funciona o seguro de automóvel e verificar com seu corretor todas as coberturas vigentes, pois em viagens de longa distância você pode perder o guincho ou outros privilégios.

Conheça as medidas de prevenção tomadas pela hospedagem

Seja hotel, pousada, casa de família, entre outros tipos de hospedagens, a acomodação na qual você permanecerá é outro fator a ser considerado ao avaliar se é seguro viajar ainda em 2020.

Recomendamos que seja feita a pesquisa sobre quais medidas de higienização foram implementadas pelo estabelecimento, as ações a serem seguidas pelos hóspedes, se há formas de prevenir o contato físico durante o atendimento e demais ações visando proteger os visitantes em relação à covid-19.

Afinal, viajar ou remarcar?

Enquanto o estado pandêmico se mantiver, as orientações das autoridades de saúde convergem para a seguinte resposta: viajar apenas se necessário. Mas, cabe a você tomar a decisão.

Se, ao avaliar se é seguro viajar ainda em 2020, você optar por seguir viagem, respeite as recomendações de segurança dos locais que visitar e dos meios de transporte utilizados para se locomover. Se preferir remarcar, entre em contato com os estabelecimentos e empresas contratadas e tome ciência das políticas sobre mudanças de datas. Por Jeniffer Elaina, da Smartia.com.br