Notícias

Como comprar um seminovo em 2021

Muitas pessoas precisarão aprender como comprar um seminovo em 2021. Isso porque a pandemia do novo coronavírus, que segue à toda no Brasil, direciona os consumidores para essa aquisição. A lógica é bem simples: nem todos os empregos permitem trabalhar em home office. Como as pessoas precisam continuar trabalhando, é necessário sair de casa e ir trabalhar. Como o transporte público é muito mais arriscado do que um automóvel próprio, surge a demanda em ter um veículo. E é aí que os seminovos entram em ação.

Um carro seminovo é aquele com melhor custo-benefício do mercado. De um lado, ele tem praticamente todos os benefícios de um automóvel novo, já que o seu desgaste é bem pequeno. Do outro, ele tem um custo muito menor, já que a maior parte da desvalorização de um modelo acontece no seu primeiro ano. Com isso, fica muito mais barato comprar um veículo do tipo.

No entanto, ainda existem alguns segredos na hora de comprar um carro desse tipo. Quer aprender como comprar um seminovo em 2021? Então veja as dicas abaixo!

Como comprar um seminovo em 2021: 4 dicas

1. Entenda no que consiste um seminovo

Antes de partir para comprar um carro seminovo, é importante entender que essa classificação não é dada de graça a um automóvel. Um “seminovo” não é um sinônimo de “usado”. Existe uma série de requisitos básicos que devem ser cumpridos para que o automóvel seja considerado seminovo no mercado.

Em termos mais simples, um carro é considerado seminovo no mercado quando cumpre os seguintes requisitos:

  • tem até 3 anos de idade;
  • rodou até 60 mil quilômetros, com limite de 20 mil quilômetros por ano;
  • não passou por acidente ou alteração estrutural.

Por exemplo, suponha um carro que tem 1 ano e meio, mas que já rodou 45 mil quilômetros. Esse automóvel poderia ser considerado seminovo, mas não é porque andou mais do que o limite de 20 mil quilômetros por ano. O mesmo vale para um veículo que tenha 2 anos de idade, 20 mil quilômetros rodados, mas que teve sua suspensão rebaixada. Ele está dentro dos critérios de quilometragem, mas a mudança estrutural não permite que seja considerado um seminovo.

Esse limite de 20 mil quilômetros por ano é considerado a média anual de rodagem no Brasil. Assim, estima-se que um carro seminovo é aquele que é usado na média por 3 anos. Se ele tem mais quilometragem do que isso, então ele foi usado acima do padrão.

2. Pesquise bem

É normal que muitas pessoas comprem carros seminovos de amigos ou de vendedores particulares na Internet. No entanto, antes de sair para fechar negócio, faça muitas pesquisas para poder encontrar as melhores opções de compra.

Isso porque, em muitos casos, as condições de compra das concessionárias podem ser mais vantajosas. Isso sem falar no aumento de segurança em comprar de uma loja especializada (falaremos sobre isso no próximo item).

Por exemplo, a plataforma Karvi Brasil conta com todas as ofertas de carros das concessionárias próximas a você. Dessa forma, é possível avaliar todas as opções disponíveis, condições de venda e estado de desgaste dos automóveis no modelo que você quer. Com essa comparação, a decisão fica mais fácil de ser feita.

3. Confira a documentação

Um dos riscos de comprar carros seminovos ou usados de vendedores particulares é a situação jurídica do veículo. Isso porque existem muitos cenários em que o comprador pode sair prejudicado.

Por exemplo, ele pode estar vinculado a um processo de dívida do dono. Nesse caso, o automóvel não poderia ser vendido. Caso tenha sido, o novo dono não poderá passá-lo para o próprio nome e pode até mesmo perder o automóvel por ordem judicial, precisando processar o vendedor para recuperar o dinheiro.

Outro exemplo é o carro ter multas e dívidas de impostos atrelados a ele. Nesse caso, as dívidas e multas seguem para o novo comprador. Se ele só descobrir isso depois de passar o automóvel para o seu nome, terá de pagá-las.

Há ainda o caso do carro ter passado por um sinistro (como uma batida ou inundação) e ter sido apenas superficialmente reformado, levando danos estruturais para o novo dono.

Verificar a documentação do automóvel ajuda a prevenir contra todos esses casos. É por isso que concessionárias que oferecem vistoria cautelar nos veículos são mais confiáveis, já que esse processo costuma identificar todos esses cenários.

4. Compare os modelos e preços

Por fim, vale a pena fazer uma boa pesquisa para encontrar os melhores modelos e preços para você. Às vezes você decidiu que quer um carro com consumo acima de 13 km/l de gasolina, mas não sabe exatamente qual. Ao fazer essa comparação, consegue ver qual é a melhor opção de custo-benefício.

Quem ajuda nisso é a já citada Karvi Brasil. A plataforma permite comparar todos os tipos de carros, várias unidades do mesmo modelo, ver os preços e condições para comprar perto de você. Dessa forma, você pode analisar todos os automóveis seminovos da região de maneira rápida e no conforto de casa.

Pronto! Agora você já pode dizer por aí que sabe como comprar um seminovo em 2021. Dessa maneira, você poderá adquirir um carro a um custo aceitável e com bastante qualidade para poder ir trabalhar e se proteger do novo coronavírus. Mesmo depois que a pandemia acabar, você poderá usar esse conhecimento para comprar um novo veículo e até mesmo ensinar alguns conhecidos a fazer bons negócios.

Gostou do conteúdo? Então compartilhe-o no seu WhatsApp!