Notícias

Em duelo equilibrado, Minas leva a melhor e supera o Brasília pelo NBB

Foi um espetáculo à parte! Minas e Brasília fizeram um grande jogo na noite dessa quarta-feira, na capital federal. Com muito equilíbrio, os dois times protagonizaram a primeira prorrogação do Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21. Após muita disputa e um jogo de tirar o fôlego, com trocas na liderança do placar em diversos momentos, melhor para o Minas, que, na raça, conseguiu derrotar a equipe do Distrito Federal por 105 a 100, com parciais de 29/32, 27/16, 12/23, 19/16 e 18/13. O pivô JP Batista esteve inspirado e, por isso, foi o grande destaque do duelo, com 30 pontos marcados e nove rebotes. Luciano Parodi também deu um show em quadra, recuperou seis rebotes e somou mais 25 pontos para a equipe mineira.  Essa foi a quinta vitória seguida do Minas em seis jogos e, agora, a equipe tem 83,3% de aproveitamento, se mantendo em quarto lugar do NBB.

A partida dessa quarta também marcou a estreia do ala/armador David Jackson, que se apresentou ontem ao Clube já defendeu o Minas nessa noite. Ainda conhecendo os novos colegas de equipe, o norte-americano permaneceu em quadra 20 minutos e foi importante na marcação.

David Jackson fez a sua estreia com a camisa do Minas (Foto: Carlos Campina @galeranafoto )
O Minas permanece na capital federal e, nesta sexta-feira (4/12), enfrenta o Caxias do Sul, às 14h30, pela sétima rodada da fase de classificação do NBB. A partida será transmitida, ao vivo, pelo canal oficial do Minas no Youtube.

Com a palavra…

O cara do jogo, JP Batista destacou a mudança de postura da equipe do primeiro para o segundo período, quando a equipe saiu em desvantagem e conseguiu reverter o placar. “A gente chegou com um plano defensivo para o jogo e, infelizmente, foi uma partida com volume defensivo muito alto nas duas equipes. Foram só cinco pontos de diferença, o jogo foi decidido nos detalhes. Acredito que a nossa equipe está de parabéns e conseguimos essa vitória importantíssima. Agora, é continuar trabalhando e aproveitar o momento. Estamos com a equipe completa e temos que manter o ritmo”, avaliou o pivô minastenista.

Emoção até o fim

O jogo dessa quarta-feira foi muito equilibrado, com os dois times impondo muita velocidade de ataque. O primeiro período, foi marcado pela boa atuação do minastenista Parodi, que teve 100% de aproveitamento, anotando 10 pontos. Nos detalhes, o Brasília fechou o quarto com pequena vantagem: 29/32. A partida seguiu muito disputada, e os dois times buscaram o ataque o tempo todo. E eis que, na parte final do segundo período, um dos momentos mais aguardados pelo torcedor minastenista chegou. O ala/armador David Jackson estreou com a camisa azul e branca. Com melhor aproveitamento no setor ofensivo e muito bem nos rebotes, o time minastenista venceu a parcial (27/16) e terminou o primeiro tempo em vantagem: 56 a 48.

No segundo tempo, o jogo se equilibrou mais ainda. Hora o Minas estava na frente, outrora o Brasília e a partida pegou fogo. Na reta final, o time candango soube aproveitar melhor as chances de ataque e conseguiu marcar o setor ofensivo minastenista, que cometeu alguns erros. Com isso, o Brasília venceu a parcial (12/23) e passou à frente no placar: 68 a 71. O Minas correu atrás do prejuízo e conseguiu tirar a vantagem. Na reta final, um espetáculo em quadra. Os dois times brigaram no ponto a ponto e não poderia ser diferente. Com muita disputa, a partida foi para a prorrogação, a primeira da temporada (19/16): 87 a 87.

No tempo extra, haja coração. O Minas partiu para o ataque e contou, mais uma vez, com a boa atuação do pivô JP Batista, que deu trabalho para os adversários. No fim, com mais consistência no setor de frente, melhor para os minastenistas, que venceram a parcial (18/13) e o jogo: 105 a 100.

Ficha Técnica

Minas: Davi, Rafa Moreira, Shaquille Johnson, David Nesbitt e JP Batista. Entraram: Queiros, Gui Santos, Parodi e David Jackson. Técnico: Leo Costa.

Brasília: Jefferson, Caio Torres, Laster, Diego e Nezinho. Entraram: P. Rava, Danilo e Marcelão. Técnico: Ricardo Araújo de Oliveira.

Árbitros: Fernando Serpa Oliveira, Fábio Kover e Achilles Alves de Oliveira.

Novo Basquete Brasil (NBB) 2020/21 – Primeiro turno

10/11 – Flamengo (102 x 68) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
12/11 – Minas (76 x 54) Pato Basquete – Rio de Janeiro (RJ)
14/11 – Campo Mourão (54 x 90) Minas – Rio de Janeiro (RJ)
19/11 – Fortaleza Basquete Cearense (67 x 82) Minas – Mogi das Cruzes (SP)
21/11 –Minas (108 x 99) Unifacisa – Mogi das Cruzes (SP)
2/12 – Minas (105 x 100) Brasília – Brasília (DF)
4/12 – 14h30 – Caxias do Sul x Minas – Brasília (DF) – Youtube MTC
6/12 – 14h30 – Minas x Cerrado Basquete – Brasília (DF)
14/12 – 20h – Minas x Corinthians – Mogi das Cruzes (SP) – DAZN
16/12 – 17h – Mogi x Minas – Mogi das Cruzes (SP)
19/12 – 16h – Minas x São Paulo – São Paulo (SP)
21/12 – 14h30 – Pinheiros x Minas – São Paulo (SP)
23/12 – 17h30 – Minas x Franca – São Paulo (SP) – DAZN
5/1 – 17h – Bauru x Minas – São Paulo (SP) – DAZN
7/1 – 20h – Minas x Paulistano – São Paulo (SP) – DAZN

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Basquete – NBB 2020/2021 faz parte do rol de Campeonatos Brasileiros Interclubes em que parte dos atletas dos Clubes integrados ao Comitê Brasileiro de Clubes – CBC tem as despesas de hospedagem e transporte aéreo custeadas com recursos públicos geridos por esta fonte.