Notícias

GRU Airport adota aferição de temperatura para passageiros oriundos de voos internacionais

Iniciativa é mais uma medida em prol do combate e prevenção ao COVID-19

A GRU Aiport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, passou a aferir a temperatura de passageiros que desembarcam de voos internacionais no Terminal 3. A medida, vigente desde a 0h desta sexta-feira (27), é fruto de um acordo entre a Secretaria Nacional da Aviação Civil (SAC), Prefeitura de Guarulhos e GRU Airport para prevenção e combate ao COVID-19.

A triagem é realizada em posto de atendimento avançado, montado exclusivamente para esta iniciativa em área do desembarque internacional, após o procedimento de imigração. A estrutura permanece no local 24h e funciona conforme a chegada de voos internacionais.

A aferição de temperatura é realizada por profissionais da saúde a serviço de GRU Airport para o atendimento pré-hospitalar de triagem no Aeroporto. Em caso de suspeita da doença, seguindo o protocolo já existente, o passageiro será removido ao Hospital Geral de Guarulhos (HGG) e, quando inaugurado, para o Centro de Triagem Provisório para o Coronavírus, no bairro Cecap, em Guarulhos. 

A GRU Airport ressalta que segue todas as recomendações da Anvisa e coopera com os órgãos federais e companhias aéreas no enfrentamento ao COVID-19 a partir das medidas que seguem:

– Análise constante dos procedimentos de higienização, em atenção às exigências da vigilância sanitária, aumento da frequência de limpeza nas áreas comuns do aeroporto;

– Reforço no abastecimento de papel higiênico e papel toalha, sabonete, álcool gel e a disponibilização de lixeiras dedicadas ao descarte de materiais infectantes, como máscara e luvas;

– Implantação de 72 novos dispensers de álcool gel em pontos com maior movimentação de passageiros;

– Desinfecção, por meio de nebulização, em áreas comuns dos terminais e, 2 e 3, incluindo corredores, balcões, escadas fixas, elevadores, piso, sanitários e todas as superfícies passíveis de contato;

– Acionamento do protocolo de remoção de passageiros e funcionários com suspeita da doença para hospitais referenciados, quando necessário;

– Envio periódico de comunicados aos colaboradores e comunidade aeroportuária (empresas terceiras prestadoras de serviços no aeroporto e lojistas) com informações sobre a doença, dicas de educação preventiva, incentivo ao uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), conforme recomendações da Anvisa;

– Veiculação de avisos sonoros e vídeo informativo oficiais nos canais de comunicação localizados em pontos estratégico do Aeroporto, acessível a todos os passageiros e colaboradores;

– Divulgação de QR Code com recomendações da Anvisa para combate ao COVID-19 nos ônibus que circulam entre os terminais do Aeroporto, bem como nos ônibus fretados para transporte de funcionários, e por meio de adesivos instalados ao longo do complexo aeroportuário;

– Implantação de adesivos no piso, a fim de orientar a manutenção da distância de 2 metros entre as pessoas nos locais de inspeção para embarque (raio-X) e imigração;

– Reforço de orientação para prevenção, conforme recomendações da Anvisa, nos perfis da GRU Airport nas mídias sociais;

– Divulgação de FAQ no site da concessionária para esclarecimentos de dúvidas recorrentes sobre andamento das operações do Aeroporto e procedimentos de apoio aos órgãos oficiais para combate à doença. 

Sobre o GRU Airport

O GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, uma empresa do consórcio formado pela Invepar (Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A.) e ACSA (Airports Company South Africa), é o maior complexo aeroportuário da América do Sul, com movimentação média de aproximadamente 120 mil passageiros e cerca de 830 operações de pousos e decolagens, todos os dias. Em 2018, registrou a marca de 42,2 milhões embarques e desembarques de pessoas. Já nos últimos 12 meses, mais de 43 milhões de passageiros passaram pelo aeroporto pelas 292 mil partidas e chegadas. GRU Airport é o principal polo de distribuição de voos do país, com 129 destinos regulares: são 48 internacionais e 50 domésticos atendidos por 31 empresas aéreas (quatro nacionais e 27 estrangeiras). O aeroporto é também a mais importante porta de entrada e saída de cargas do Brasil, movimentando aproximadamente 42% das exportações e importações por via aérea no país.