Notícias

Impactos da pandemia nas viagens corporativas: balanço e perspectivas

Abracorp divulga dados e temas priorizados na primeira reunião presencial realizada em janeiro de 2020, com a participação de convidados.

Dados setoriais

De acordo com o BI Abracorp – Inteligência de Dados, nos três últimos meses de 2020, a cia área Azul registrou expressivo crescimento de vendas no mercado de viagens corporativas. Inicia o ano próxima do market share da LATAM – segunda colocada no ranking dos voos domésticos desde março. Ou seja: a tendência é a Azul recuperar o segundo lugar que ocupou em janeiro de fevereiro de 2020.

Para Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas, a demanda por viagens aéreas nacionais e regionais aponta os primeiros sinais retomada.

De outubro a dezembro do ano passado, foi registrado pelo BI crescimento nas vendas para todas as empresas aéreas:

VAR (%) de outubro a dezembro de 2020
GOL8,2%
LATAM25,6%
AZUL LINHAS AÉREAS23,1%

 Voos regionais A malha aérea regional que a Azul atende, favoreceu o bom desempenho. Duas outras empresas que ofertam voos regionais também registraram aumento nas vendas em dezembro

CIA. AÉREAPARTICIPAÇÂO
GOL33,9%
LATAM33,3%
AZUL LINHAS AÉREAS32,6%
OUTRAS CIAS AÉREAS0,2%
TOTAL100,0%

“Mesmo com ainda reduzida participação na movimentação total, é inegável o crescimento da demanda por viagens aéreas nacionais e regionais”, pondera o presidente do Conselho de Administração, Carlos Prado.

Trechos aéreos

Outros trechos aéreos lideram o ranking das maiores tarifas médias no Brasil entre os trechos com maior participação na movimentação da Abracorp, mais do que os trechos CGH/SDU/CGH, SDU/CGH, CGH/SDU e SDU/CGH/SDU (rotas da concorrida ponte aérea, no eixo Rio-São Paulo) e voos entre outras capitais do país. Abaixo, tabela Top Trechos, com a relação dos dez primeiros colocados.

Detalhe de especial interesse para quem compra: tarifa média. A tabela abaixo exibe, em ordem decrescente, valor médio dos bilhetes comercializados, apenas para os dez trechos que mais contribuíram com a movimentação em dezembro.

Posição no ranking Top TrechosRanking das maiores tarifas médias em dezembro de 2020 para os dez primeiros Top Trechos Abracorp
GRU/FOR/GRUR$ 1.321,63
GIG/FORR$ 966,94
GRU/FORR$ 940,00
BSB/CGHR$ 883,97
OUTROS TrechosR$ 745,74
10ºFOR/GRUR$ 621,32
CGH/SDU/CGHR$ 463,72
SDU/VIXR$ 448,26
CGH/SDUR$ 377,35
SDU/CGHR$ 300,48
Movimentação AbracorpFonte: BI Abracorp – Inteligência de DadosDezembro de 2020

Obs.: Não inclui tarifas de embarque ou quaisquer valores adicionados por terceiros.


Na categoria ´Outros Trechos´, entre os quais estão vários voos regionais, em dezembro de 2020 o valor de R$ 745,74 superou a soma das tarifas médias de ida e volta (Congonhas (SP)/Santos Dumont (RJ)/Congonhas(SP), por R$677,83.

Dados ANAC
ANAC informa que a “Tarifa aérea média teve queda de 4,5% no 1º trimestre de 2020, de janeiro a dezembro de 2020”. Segundo a agência, 45,2 mi passageiros domésticos pagos foram transportados. Queda acumulada de 52,5% em relação ao mesmo período de 2019.

Também, segundo ANAC, o percentual médio de ocupação de aeronaves no mercado doméstico, em dezembro passado, foi de 81,6%, redução de 2,5% ao apurado no mesmo mês de 2019. Nos 12 meses do ano, a taxa foi de 80%, o que representa uma retração de 3,2% na comparação com igual período do ano anterior.

Taxa média de crescimento

No aéreo nacional, comparada movimentação registrada em abril de 2020, fundo do poço, com a do mês passado, as vendas cresceram mais de 1.400%. O melhor mês para o mercado de viagens corporativas no ano passado foi novembro.

Locação de automóveis

Além do aumento da demanda por viagens aéreas nacionais, o BI Abracorp – Inteligência de Dados aponta o crescimento do mercado de locação. Jamyl Jarrus Júnior, Diretor Executivo de Vendas e Marketing na Movida Aluguel de Carros, presente à reunião, fez apresentação dos números de 2020 e falou sobre as oportunidades no mercado de locação e as perspectivas de crescimento que, segundo o executivo, “fortalece ainda mais os laços da Movida com a Abracorp para a volta do turismo como um todo”.

Temas priorizados

Jorge Lima, CEO do Projeto de Redução do Custo Brasil, foi um dos convidados a participar da primeira reunião presencial dos dirigentes das agências associadas Abracorp, realizada com no hotel Radisson Blue São Paulo – exemplo de como é segura a retomada dos eventos presenciais em ambientes que possuem o Selo Atlantica Safe & Clean, aplicado em todos os empreendimentos da rede e que garantem o bem-estar dos participantes e hóspedes.

“Receber a associação Abracorp em nossas unidades é sempre gratificante e reforça a nossa parceria com essa importante associação do nosso mercado, contribuindo com a triangulação de conteúdo e melhores práticas para toda cadeia envolvendo fornecedores (Hotelaria), TMC e cliente final”, comenta Bruno Aragão – Coordenador Nacional de TMC´s, da Atlantica Hotels.

Já definimos o calendário das reuniões Abracorp em 2021. Serão todos eventos presenciais”, informa Tanabe.

Além de unir esforços em torno de uma pauta conjunta, que envolve uma série de medidas voltadas à redução do Custo-Brasil, o encontro com Lima tratou de ratificar o empenho da Abracorp em obter redução da aliguota do Imposto de Renda sobre a remessa de valores ao exterior e garantir um ambiente cada vez mais competitivo no atendimento aos órgãos e empresas públicas (Contas GR).

Parceria B2B Reservas

Abracorp, tendo entre seus objetivos estimular o uso de soluções de pagamento (cartões corporativos, físicos e virtuais), que eliminam o risco e boa parte dos custos envolvidos no faturamento tradicional das TMC’s, divulga a parceria entre Bradesco Cartões e B2B Reservas, envolvendo o BTB – Produto com tecnologia VCN, cuja conciliação já nasce integrada.

O produto não terá custos de geração de VCN’s para os clientes finais. Espera-se uma adesão significativa entre os clientes que ainda optam pelo faturamento tradicional, nocivo à operação das TMC’s.