Notícias

Indústria da comunicação e do audiovisual destacam conquistas de 2020

Empreendedores do setor fizeram balanço do ano em reunião na FIEMG

Os empresários da Câmara da Indústria da Comunicação e do Audiovisual se reuniram pela última vez em 2020, nesta quinta-feira, 17 de dezembro, e fizeram um balanço das ações realizadas no ano. A avaliação é a de que mesmo em um período de desafios e dificuldades, trazidos pela pandemia do novo coronavírus e suas consequências sobre a economia e a saúde, o setor se manteve unido e produziu resultados que poderão impulsionar os negócios em 2021.

O presidente da Câmara e do Sindicato dos Proprietários de Jornais, Revistas e Similares do Estado de Minas Gerais (Sindijori-MG), Rodrigo Fernandes, apresentou um balanço das ações desenvolvidas pelo braço de Comunicação do colegiado.

Ele destacou a criação do Grupo de Trabalho (GT) da Comunicação, liderado pelo presidente do Sindicato das Agências de Propaganda de Minas Gerais (Sinapro-MG), André Lacerda. Rodrigo Fernandes lembrou ainda dos entendimentos iniciais para a fusão entre o Sindijori e o Sindicato das Empresas Proprietárias de Jornais e Revistas de Belo Horizonte (Sindjr-BH). “Iniciamos também, com êxito, um diálogo amplo com as maiores empresas mineiras para que possam fazer propaganda com agências do estado. Contamos com o apoio fundamental do presidente da FIEMG, Flávio Roscoe”, nessa ação, acrescenta.

O presidente do Sindicato da Indústria do Audiovisual de Minas Gerais (Sindav-MG), Guilherme Fiuza, destacou as ações realizadas pelo setor para minimizar os efeitos negativos da crise trazida pela Covid-19. “Dialogamos intensamente com o Governo do Estado e com a Prefeitura de Belo Horizonte para construir soluções que pudessem manter vivas as empresas e os empregos na cadeia produtiva”, afirmou. Para o empreendedor, a realização de uma ampla pesquisa com o segmento, liderada pelo Sindav-MG e pela Câmara, foi fundamental para compreender as reais necessidades de todos os players, o que embasou a construção dos pleitos para o poder público.

Para 2021, Fiuza destacou a necessidade de desenvolvimento de um trabalho que aproxime as agências de propaganda dos produtores audiovisuais em Minas Gerais. Além disso, ele afirmou que o setor atuará para aprimorar as relações de trabalho entre os profissionais que atuam nessa cadeia produtiva e as empresas, visando a criação de melhores oportunidades para todos.