Notícias

Instante Invisível

Galeria do Centro Cultural Unimed-BH Minas apresenta exposição de fotografias de Eugênio Sávio

O instante, o momento, a hora em que o tempo se eterniza, o segundo invisível. Está aí a magia da fotografia que tem como ideia guardar, no caso de a memória falhar, aquele segundo de emoção. Eugênio Sávio, jornalista e fotógrafo de Belo Horizonte, apresentará na Galeria de Arte do Centro Cultural Unimed-BH Minas (CC Unimed-BH Minas) a exposição “Instante Invisível”, que reúne 138 fotos produzidas ao longo de mais de 30 anos na cobertura de eventos esportivos ao redor do mundo. Eugênio afirma que “tem sempre um detalhe do movimento que não conseguimos controlar, e essas são as coisas mais atraentes na fotografia: a surpresa, o acaso”. Com patrocínio máster do Instituto Unimed-BH, viabilizado pelo incentivo de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores, a mostra, que ficará na Galeria entre os dias 15 de julho e 26 de setembro, tem curadoria de João Castilho e Pedro David. O espaço funciona de terça-feira a sexta-feira, das 10h às 20h, sábado, domingo e feriados, das 11h às 18h. O Centro Cultural Unimed-BH Minas fica na rua da Bahia, 2.244, bairro de Lourdes. A entrada é gratuita e, por causa da pandemia de Covid-19, a capacidade de visitantes é limitada a 30 pessoas e o uso de máscara é obrigatório. Para agendar visitas mediadas, presencial ou on-line, encaminhe um e-mail para educativogaleria@minastc.com.br

Eugênio começou a fotografar ainda jovem, observando o trabalho de seu pai, que era fotógrafo amador. “Comecei aos 15,16 anos com as câmeras do meu pai que já tinha deixado esse hobby de fotografar para trás. Ele tinha um laboratório que estava desativado e eu passei a usá-lo. Essa vivência e a observação do meu pai, me fizeram gostar de fotografia”, lembra o jornalista. O esporte também está na vida de Eugênio desde a adolescência, quando foi atleta do Minas, no vôlei. “Eu passava a tarde no Minas, gostava muito de esporte, de futebol e colecionava revistas esportivas. Entrei na faculdade de jornalismo, na UFMG, e lá tive a oportunidade de avançar como fotógrafo, frequentei a faculdade de Belas Artes e fui fotografando esportes”. Eugênio conta ainda que aos 21 anos começou a dar aulas na PUC Minas e, como os horários das partidas de futebol não coincidiam com os das aulas, passou a exercer as duas profissões.

Os curadores pensaram a exposição a partir de três eixos. “O primeiro apresenta as fotografias de esportes olímpicos realizadas em pan-americanos e olimpíadas. O segundo se detém sobre o futebol, modalidade que Eugênio Sávio se dedicou especialmente. Por último, apresentamos as fotografias realizadas do lado de fora das grandes arenas. Em seus incessantes deslocamentos, Eugênio realizou fotografias que vão de grandes vistas, a cidades densamente povoadas, aos amplos vazios dos desertos claros e secos”, explica João Castilho. 

Mercês Fróes, diretora Institucional do Instituto Unimed-BH, patrocinador máster da exposição, destaca a importância da valorização dos artistas locais. “O Instituto Unimed‑BH tem como propósito ser um grande incentivador da cultura mineira, apoiando principalmente os espaços e os artistas da nossa área de atuação. Temos imenso prazer de patrocinar o fotógrafo Eugênio Sávio, artista talentoso e de olhar apurado, que por meio da fotografia tem levado o nome de Minas para além das nossas montanhas”, afirma.

André Rubião, diretor de Cultura do Minas, afirma que a exposição Instante Invisível enaltece, por meio da beleza, dois pilares do Clube. “As imagens de Eugênio Sávio nos convidam a refletir sobre a vontade de superação, os limites do corpo, a estética do movimento. Trata-se de uma mostra importante para a galeria do Minas, não somente por celebrar os Jogos Olímpicos, mas por trazer um diálogo entre o esporte e a cultura, pilares que fazem parte do DNA do Clube”. 

Sobre a mostra 

Em “Instante Invisível” o visitante fará um caminho pela memória de grandes eventos esportivos. “O trajeto começa com uma instalação fotográfica abordando a natação, dando ênfase em seu aspecto plástico. Segue por uma longa parede mostrando uma grande variedade de esportes olímpicos evidenciando o esporte de alto nível como um palco privilegiado da beleza humana”, revela o curador João Castilho. 

O fotógrafo afirma que haverá uma passagem de tempo. “É um longo período fotográfico, mais de 30 anos. Há imagens do Mineirão no tempo em que não tinha cadeira, e a torcida ficava amassada na arquibancada, há a evolução de grandes craques que passaram pelo estádio como Ronaldo Fenômeno e Ronaldo Gaúcho, há jogos marcantes como o Brasil 1×7 Alemanha e jogos de futebol feminino”, conta Eugênio.

A exposição estará montada durante o período dos Jogos Olímpicos de Tóquio e, de acordo com o curador João Castilho, com certeza, será um complemento para o clima olímpico. “Há um paralelo direto entre a laboriosa obra de Eugênio Sávio e as Olimpíadas de Tóquio. Acreditamos que este timing poderá contribuir bastante para a visitação da mostra. Como não será possível desta vez acompanhar os jogos in loco, nada melhor do que trazer esse espírito para a exposição e para o público”.

Sobre o Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos socioculturais visando ampliar o acesso à cultura, promover a formação da cidadania, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, valorizar os espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou cerca de R$140 milhões, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura e da Lei de Incentivo à Cultura (Federal), por meio do patrocínio de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores. Em 2020, mais de 7 mil postos de trabalho foram gerados e 3,9 milhões de pessoas foram alcançadas por meio de projetos em cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura, que estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Neste ano, todas as iniciativas do Instituto celebram os 50 anos da Unimed-BH.  

SERVIÇO

EXPOSIÇÃO “INSTANTE INVISÍVEL”

Data: 15 de julho a 26 setembro
Local: Galeria de Arte do Centro Cultural Unimed-BH Minas (rua da Bahia, 2.244. Lourdes)
Horário: terça-feira a sexta-feira, das 10h às 20h, sábado, domingo e feriados, das 11h às 18h.

ENTRADA FRANCA | Classificação: livre.
Capacidade: 30 pessoas.


Patrocínio Máster: Instituto Unimed-BH.
PatrocínioToraBioextratusMacrotecData EngenhariaCarbel e Fortebanco
ApoioCircuito Liberdade e Secretária de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais.

Siga as redes sociais oficiais da Cultura do Minas Tênis Clube:
Facebook
: / mtccultura
Instagram: @mtccultura