Notícias

Itapemirim investirá R$ 35 milhões em ônibus com poltronas massageadoras

Lançamento foi marcado por encontro entre executivos do Grupo Itapemirim e autoridades do Governo de Minas Gerais

Integrar modais, renovar frotas de ônibus e oferecer maior bem-estar para os passageiros são as prioridades de 2021 do Grupo Itapemirim . A Viação Itapemirim, acaba de lançar os assentos ‘Relax Seat’ que estarão disponíveis nos ônibus da linha Belo Horizonte-Brasília/ Brasília-Belo Horizonte. Trata-se da primeira empresa rodoviária a ofertar o modelo de serviço em linhas regulares.

Para lançar esse serviço, a diretoria do Grupo Itapemirim esteve com o Vice-governador de Minas Gerais, Paulo Eduardo Rocha Brant, e Leônidas Oliveira, Secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, sede oficial do governo de MG, para apresentar o novo equipamento aos executivos.

A Viação Itapemirim retoma o serviço Dream Bus, marca registrada da empresa desde os anos 90. “Nosso Dream Bus volta repaginado com ônibus de dois andares/double deck. O novo conceito contempla um serviço diferenciado, com poltronas leito-cama e massageadores em todas, para que o passageiro tenha uma viagem dos sonhos”, afirma Adilson Furlan, Vice-Presidente do Grupo Itapemirim.

Os assentos são mais confortáveis, com ergonomia customizada e possibilitam uma inclinação de até 180º, e apoio total nas costas, lombar, coxas e panturrilhas. “É realmente uma configuração de altíssima qualidade e última geração. O passageiro consegue reprogramar a massagem antes de dormir com comandos individuais e, assim, diminuir a fadiga, chegando descansado ao destino por meio de uma experiência única”, explica o Vice-Presidente.

Para iniciar a operação, a linha terá 3 Dream Bus disponíveis A perspectiva é incluir na frota mais 30 veículos, totalizando investimentos de aproximadamente R$ 35 milhões para todo o projeto, até o final de 2021

Furlan ressalta que Belo Horizonte e Brasília são pontos estratégicos tanto para a malha viária, como aérea da empresa. Por isso, a Itapemirim antecipou o lançamento, para que a integração entre aviões e ônibus proporcionem a melhor experiência aos clientes.

“Essa iniciativa é importantíssima para o turismo em Minas Gerais e para quem chega ao Aeroporto de Confins em direção aos destinos do nosso estado, sejam eles das águas, das cidades históricas ou do turismo de aventura. É importante porque, a partir de agora, com a Itapemirim chegando a Minas com essa força, aliando companhia aérea ao modal terrestre, teremos um ticket único, que promoverá o desenvolvimento que faltava para o turismo do estado, com conexão entre os vários territórios dos circuitos turísticos de Minas e o nosso aeroporto. Essa iniciativa também é importante para nós, mineiros, que estamos planejando viagens, pois com esse ticket único podemos sair de várias cidades, chegar ao aeroporto e conhecer o mundo. O projeto Minas para o Mundo, que se configura como uma grande promoção do nosso estado, está transformando Minas em um dos maiores destinos do Brasil, lembrando que ele já é conhecido pela Booking como o estado que mais recebe bem e onde mais se acolhe no mundo”, conclui o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira.

Sobre o Grupo Itapemirim

Com 67 anos de história, o Grupo Itapemirim é referência no mercado de transportes brasileiro. A companhia tem como presidente e vice-presidente, Sidnei Piva e Adilson Furlan (respectivamente).

A Viação Itapemirim, empresa de transporte rodoviário, atende 2,5 milhões de passageiros por ano, em 2.700 cidades de 19 estados brasileiros, com mais de 300 ônibus em operação e é liderada por Eliandro Bueno.

Sob a liderança de Tiago Senna, em 2020, surgia a Itapemirim Transportes Aéreos, com objetivo de levar ao território nacional a democratização do transporte aéreo por meio de uma experiência inovadora e acolhedora.

O Grupo possui ainda, empresas ligadas à operação de transportes, com foco especial em ferrovias e no transporte urbano, por meio dos veículos leves sobre trilhos (VLTs). A divisão ferroviária tem como responsável Jean Pejo.