Notícias

“José Aparecido de Oliveira – O Maior Mineiro do Mundo”

Documentário que narra a trajetória do jornalista, Deputado Federal, Secretário de Estado, Ministro de Estado, Governador e Embaixador, José Aparecido de Oliveira que conviveu com as maiores autoridades e personalidades do meio político, empresarial e cultural do Brasil e do mundo

José Aparecido de Oliveira foi um dos políticos mais influentes do Brasil no século XX. Jornalista, Deputado, Secretário de Estado, Ministro de Estado, Governador e Embaixador, José Aparecido conviveu com as maiores autoridades e personalidades do meio político, empresarial e cultural do Brasil e do mundo.

José Aparecido de Oliveira aos 32 anos era Ministro-Secretário da Presidência da República, criou a Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais, articulou a criação do Fórum Nacional de Secretários de Cultura, criou junto com Tancredo Neves o Ministério da Cultura e foi seu primeiro Ministro, como Governador do Distrito Federal restabeleceu o Projeto original de Brasília e com empenho pessoal viabilizou a outorga à cidade do título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Como Embaixador do Brasil em Portugal, José Aparecido articulou a criação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a CPLP, instituição fundamental para o estreitamento das relações políticas, administrativas e culturais dos países lusófonos.

José Aparecido apoiou a cultural brasileira durante toda a sua vida.

No setor público criou (Secretarias de Estado de Cultura e Ministério da Cultura) as estruturas permanentes de elaboração e execução de políticas de fomento, difusão e conservação dos bens culturais; na iniciativa privada consolidou o conceito de que investir em cultura é um ótimo negócio.

Com depoimentos de Fernanda Montenegro, Geraldo Carneiro, Hélio Fernandes, Jaguar, José Sarney, Luiz Carlos Barreto, Sebastião Nery, Sepúlveda Pertence, Vladimir Carvalho, Ziraldo, dentre outros, o documentário “José Aparecido de Oliveira – O maior mineiro do mundo” leva às telas a trajetória deste mineiro obstinado cuja fibra e certeza de seus propósitos o levou da pequena Conceição do Mato Dentro /MG para o centro das decisões políticas e administrativas do Estado de Minas Gerais, do Distrito Federal e do Brasil.

A premiere do filme foi no 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro em novembro de 2019.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=on1gx3boM8o

Mário Lúcio Brandão Filho é diretor e produtor. Produziu os longas-metragens “Tiradentes – O Filme” e “O Grande Mentecapto” de Oswaldo Caldeira e “Brasília, a Última Utopia” e, dentre outros, produziu os curtas premiados “Canta Diamantina” de Moacir de Oliveira e “Superfície, Domada, Partida, Dobrada” de Nilton Silva.

Gustavo Brandão é publicitário, produtor executivo, fotógrafo e diretor de cena e de documentários. Dirige e produz diversos trabalhos como: “Tambores – Ritmos Originais do Brasil”, “Oscar Niemeyer – Pampulha, o Marco”, “O Caminho do Meio” e “Parênteses”.

Com depoimentos de: FERNANDA MONTENEGRO, GERALDO CARNEIRO, HÉLIO FERNANDES, JAGUAR, JOSÉ SARNEY, LUIZ CARLOS BARRETO, SEBASTIÃO NERY, SEPÚLVEDA PERTENCE, VLADIMIR CARVALHO, ZIRALDO, dentre outros.

Direção e produção executiva

MÁRIO LÚCIO BRANDÃO FILHO

GUSTAVO BRANDÃO

Roteiro

RODOLFO MAGALHÃES

Direção de fotografia

GUSTAVO PAINS

Direção de produção

HÉLIO MARTINS

Montador

FELIPE PESSOA

Som direto

PEDRO VIANNA

Música original

NIVALDO ORNELAS

Mixagem de som

KIKO KLAUS

Produção

TRADE PRODUÇÃO

Coprodução

CANAL BRASIL