Notícias

Lançamento do jogo de baralho Marãná

Agora em novembro está sendo lançado, o Marãná, quarto jogo da Galbs Games, uma editora independente de Belo Horizonte que produz jogos com temáticas brasileiras, com engajamento social e cultural. O primeiro criado foi o VELA, um jogo sobre mineração feito após a queda da barragem de Brumadinho – MG e financiado pelo Catarse em 2019. Em seguida foi lançado LENÇOIS, um jogo de cartas sobre os Lençóis Maranhenses e INTERCEPTOR, um jogo sobre corrupção que ganhou um prêmio internacional e foi publicado nos Estados Unidos da América.

Esse é um jogo de cartas de batalha simples, estratégico e imersivo. O universo de Ibicy, onde se passa Marãná, é inspirado em culturas indígenas brasileiras e também no nosso folclore. No jogo, você controla uma das nações: Yatapi, Camiaras ou Jacarungos em uma guerra onde só um lado sobreviverá! Seu objetivo é eliminar todo o exército adversário usando seus tracapeiros, lanceiros e arqueiros num campo que permite o posicionamento estratégico de seus guerreiros para lutar com força, agilidade e magia!

Os Yatapi são um povo orgulhoso e ancestral que clama por justiça! São descendentes das primeiras pessoas, liderados por Juruguari, filho do espírito do Sol. As Camiaras são um povo de mulheres guerreiras e territorialistas que trabalham em equipe.

Lideradas por Maíra, elas roubaram a Pedra Sagrada do Fogo dos Yatapi. Enquanto isso os Jacarungos , um povo de jacarés humanoides , liderados pela Kuuca, busca vingança contra Juruguari, mas nem ele mesmo sabe o porquê.
Com mecânica simples e fácil de compreender, Marãná junta muita estratégia com uma dose acertada de sorte, que pode ser diminuída ou neutralizada por uma boa sinergia de cartas.  Cada baralho temático vem com 30 cartas mas na hora do combate você deve escolher apenas 20 para jogar: 1 herói, 9 guerreiros e 10 cartas de apoio.

Com partidas leves de 30 minutos, Marãná pode ser jogado com 2 ou 3 pessoas, desde iniciantes até viciados em cardgames.

O jogo foi criado por Felipe Galery (28 anos, formado em Composição e Música pela UFMG) que fez a edição com Gabriel Santana (26 anos cursando Matemática na UFMG), os dois sócios-criadores da Galbs Games. O design gráfico e direção artística foram feitos pela artista Nayara Yoshizane, formada em Design pela UEMG e a cada uma das 90 ilustrações das cartas foram feitas por três artistas: Carolina Vilhena, que fez todas as artes do baralho dos Yatapi, Míriam Vitória, responsável pelos Jacarungos e Priscila Parenzi, ilustradora das Camiaras. Essa diversidade permitiu uma identidade própria para cada baralho sem perder a unidade artística ao jogo.

GABRIEL SANTANA – 31 99200 6285 – gabs@galbs.com.br

FELIPE GALERY – 31 99905 6058 – galery@galbs.com.br

Catarse: www.catarse.me/marana 

Nosso site: www.galbs.com.br