Notícias

Leilão é opção para a compra de carros, motos e imóveis na crise

Venda e compra online é solução durante a crise da Covid-19

Leilão é opção para a compra de carros, motos e até imóveis durante crise

Por Rodolfo Milone

Com a crise da Covid-19, vários setores da economia têm sido impactados, precisando mudar sua maneira de funcionamento. A área de venda, por exemplo, foi afetada de várias formas, já que as recomendações acerca de medidas de isolamento social não permitem que as pessoas saiam para fazer suas compras.

As plataformas online têm sido uma ótima alternativa para quem quer adquirir um produto sem sair de casa, permitindo que a transação seja feita de maneira segura. Além dos portais de lojas convencionais, o leilão online é outra opção para quem quer fazer compras, com a possibilidade de encontrar vários produtos, além de contar com preços mais baixos do que os oferecido no mercado. É possível encontrar itens menores, como móveis e objetos de decoração, até os com maior custo, como carros, motos e imóveis. 

Investir em um modelo diferente de negócio pode ser o ponto principal para garantir que ele continue funcionando apesar da crise causada pelo novo coronavírus. De acordo com a Zukerman Leilões o número de ofertas de imóveis subiu 33% durante o primeiro trimestre do ano, em comparação com o mesmo período em 2019, as vendas concretizadas também aumentaram, apresentando crescimento de 16%. Para quem busca preços baixos e uma boa quantidade de opções, é possível encontrar leilão de motos, carros e outros itens, além de casas e apartamentos, com produtos de variados tipos e modelos.

A experiência com o cliente também tem mudado durante a pandemia do novo coronavírus. Com o atual cenário, os clientes estão optando por empresas com um bom atendimento virtual, além de uma comunicação dinâmica com o público na hora de tirar dúvidas e passar informações sobre produtos. A presença das lojas em um ambiente virtual já é um aspecto levado em conta pelos consumidores, que procuram empresas acessíveis, agora, ela tem se tornando uma necessidade para a maioria dos prestadores de produtos e serviços.

Para quem é da área do comércio e produção automobilísticos, o cuidado precisa ser ainda maior. De acordo com um levantamento realizado pela agência Moodys, o setor automobilístico possui uma alta exposição aos efeitos da crise, podendo ser afetado de maneira profunda. Investir em alternativas que aumentem as vendas e melhorar as condições e garantias para os consumidores, além de outras estratégias, por ajudar a garantir uma redução nos danos causados por esse cenário atípico.