Destaques

McDonald’s promove inclusão de pessoas com Síndrome de Down no mercado de trabalho

Há 19 anos, quando levou o neto adolescente para o primeiro emprego, no restaurante McDonald’s da Savassi, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, Sônia Maria de Figueiredo Oliveira – ou apenas “Soninha”, como o neto carinhosamente a chama desde que foi morar com ela quando a mãe o abandonou – não imaginava que aquela decisão mudaria completamente sua vida e a do seu neto para melhor.

Alexandre Figueiredo Oliveira, então com 16 anos, começou a trabalhar no McDonald’s como Atendente de Restaurante e a avó achou, naquele final de tarde quando foi buscá-lo pela primeira vez no emprego, que ele não permaneceria no trabalho por muito tempo. Afinal, tudo era novo e desafiador para ele, que pouco saía de casa, não tinha amigos e frequentava uma psicóloga para ajudá-lo nos conflitos internos. “Me enganei completamente. Encontrei-o feliz, sorridente, orgulhoso e impressionantemente confiante e seguro. Quando cheguei, pouco antes do encerramento do seu turno, ele estava fritando batatas. Não me contive, fui até ele, chamei o gerente e disse: ele nunca fez isto antes, é perigoso, vai se queimar! De pronto ele respondeu: “preocupa, não, Soninha, é só apertar o botão. Fica tranquila!”. O gerente, então, me explicou todos os procedimentos e cuidados, tranquilizando-me em relação à segurança e bem estar do ambiente de trabalho.

Hoje, aos 36 anos e 19 de empresa, Alexandre Oliveira se sente realizado. Completou o segundo grau, fez um curso extra de informática e já foi promovido duas vezes no McDonald’s: de atendente para Técnico de Qualidade e Serviço e atualmente para Treinador, cargo de muita responsabilidade na empresa.

“Este emprego foi um verdadeiro divisor de águas na vida dele e na minha. Pouco tempo depois de arrumar o emprego, Alexandre não precisou mais ir à psicóloga, se desenvolveu e amadureceu, tornou-se mais sociável, organizado, feliz. Vai e volta sozinho do emprego, me ajuda no dia a dia e está totalmente integrado à comunidade. Sempre o tratei como uma pessoa capaz, mas trabalhar no McDonald’s o fez se desenvolver mais rápido”, conta Sônia. “Com o seu desenvolvimento, pude, consequentemente, também ter mais tempo útil para mim mesma e aproveitar melhor a vida. A nossa qualidade de vida, minha e dele, melhorou muito depois daquele dia há 19 anos atrás”, orgulha-se a avó.

Pessoas com Deficiência no McDonald’s

Atualmente, o McDonald’s conta com mais de 1500 funcionários com alguma deficiência, em seus restaurantes pelo país, sendo que 70% deles são pessoas com alguma deficiência intelectual. Em Belo Horizonte, a empresa emprega atualmente três funcionários com Síndrome de Down. As características que a companhia procura identificar nos seus candidatos são: a capacidade de se adaptar aos processos estabelecidos nos restaurantes; motivação e vontade de fazer parte do time; e disponibilidade para realizar as entregas necessárias.

O processo de seleção ocorre por meio de abertura das vagas, de acordo com as necessidades e possibilidades de cada local de trabalho, sejam restaurantes ou escritórios. O McDonald’s é reconhecido como porta de entrada para o mercado de trabalho, pois não exige experiência profissional anterior. Anualmente, a companhia investe R$ 40 milhões em treinamento e capacitação pessoal no Brasil.

Sobre a Arcos Dorados

A Arcos Dorados é a maior franquia independente do McDonald’s do mundo, tanto em vendas totais do sistema como em número de restaurantes. A Companhia é a maior rede de serviço rápido de alimentação da América Latina e Caribe, com direitos exclusivos de possuir, operar e conceder franquias de restaurantes McDonald’s em 20 países e territórios, incluindo Argentina, Aruba, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Curaçao, Equador, Guiana Francesa, Guadalupe, Martinica, México, Panamá, Peru, Porto Rico, St. Croix, St. Thomas, Trinidad & Tobago, Uruguai e Venezuela. A Companhia opera ou franqueia mais de 2.200 restaurantes McDonald’s com mais de 90.000 funcionários e é reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no América Latina. A Arcos Dorados está listada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE: ARCO).  Para saber mais sobre a Companhia visite a seção de Investidores de nosso site: www.arcosdorados.com/ir