Agência de Notícias

O que é necessário para utilizar o cartão de crédito no exterior?

Muitos brasileiros ficam em dúvidas em relação ao uso do cartão de crédito no exterior. As perguntas mais frequentes são: Será que posso usar meu cartão em outro país? Como fazer uma compra no exterior? Qual será o valor cobrado na fatura? É possível parcelar? Neste artigo, vamos te ajudar a entender isto.

Então, vamos lá! Listamos algumas perguntas importantes, vantagens e desvantagens do uso do cartão de crédito no exterior. Confira abaixo:

O que preciso fazer para usar o cartão de crédito no exterior?

Para utilizar o cartão de crédito ou débito em viagens a países estrangeiros, é preciso que o cartão seja internacional. Assim, caso você ainda não tenha, verifique as suas possibilidades e solicite este tipo de cartão ao seu banco ou operadora de crédito.

Com o cartão de crédito internacional em mãos, faça a habilitação ou desbloqueio do aparelho. Dessa forma, você garante que o dispositivo está ativo e pode ser utilizado para compras fora do Brasil.

Como é feita a cobrança por compra com cartão de crédito no exterior?

O valor da sua fatura dependerá da cotação da moeda local em relação ao real. Atualmente, a maioria das operadoras só converte o valor das compras em reais na data de vencimento da fatura, ou seja, a conversão é apenas após o fechamento da conta.

Uma nova regulamentação que entra em vigor até março deste ano promete facilitar a previsibilidade das contas no exterior. A regra foi promulgada pelo Banco Central ainda em 2016, mas a maior parte dos bancos não fez a alteração. Agora, a mudança será obrigatória até março de 2020.

O modo de cobrança atual acaba prejudicando a previsão dos gastos da fatura. Com a conversão apenas no dia de fechamento da conta, o ajuste de cada pagamento pode sofrer elevação ou queda, dando uma diferença que pode ser cobrada ou devolvida na fatura seguinte.

Com a mudança, a conversão será feita no dia da compra. Assim, você pode acompanhar o valor da sua fatura após a cada compra, dessa maneira fica muito mais fácil controlar o seu orçamento.

Outra coisa importante que você precisa saber é que não há como parcelar as compras feitas no exterior. Todos os gastos adquiridos virão na sua próxima fatura. Assim, fique esperto sempre quanto ao montante de gastos para não se surpreender com a conta.

Uma boa dica para abrandar o valor das contas é comprar na semana do fechamento da fatura. Faça parte das compras antes do fechamento e parte depois, assim você pode ter faturas de valores menores e não deixar de comprar nada que você queira.

Fique ligado: IOF é cobrado em compras com cartão de crédito no exterior

Pelas leis brasileiras, qualquer compra com cartão de crédito ou débito no exterior geram o pagamento de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). Em cada compra é cobrada a alíquota de 6,38%.

A cobrança é válida tanto para cartões do seu banco quanto em compras realizadas com cartões pré-pagos. O IOF também incide em compras online de lojas do exterior.

Ao realizar uma compra de R$ 100 no valor já convertido para o Real, você pagará uma taxa de R$ 6,38 a mais pelo IOF. Neste exemplo, você pagaria R$ 106,38 no total. Faz uma boa diferença, não é?

Principais vantagens e desvantagens de fazer compras com cartão de crédito no exterior

Como qualquer outro produto financeiro, existem vantagens e desvantagens na sua utilização. Com os cartões de crédito não são diferentes. Abaixo vamos listar as principais vantagens e desvantagens do uso do dispositivo fora do país, confira:

Vantagens

  • Mais segurança:  Uma das maiores vantagens de usar cartão de crédito no exterior é a segurança. Isso evita que você ande em um país estrangeiro com grandes quantias em dinheiro. Além disso, em caso de perda ou roubo, você pode pedir o cancelamento sem arcar com possíveis compras feitas com o dispositivo após o roubo.
  • Previsão de gastos no dia da compra: Com a nova regulamentação do Banco Central, os gastos passam a ser convertidos no dia da compra. Assim, fica muito mais fácil acompanhar o quanto pagaremos na próxima fatura, o que facilita o controle do orçamento.

Desvantagens

  • Incidência do IOF nas compras: O valor de incidência do IOF representa mais de 5% da compra. Dessa forma, caso você realize muitas compras no exterior, você irá ter que pagar valores que equivalem a outras compras por conta da cobrança do IOF, pesando o valor da sua fatura.
  • Não é possível realizar parcelamentos: Outra dificuldade das compras com cartão de crédito no exterior é a impossibilidade de parcelar os gastos em sua fatura. Com isso, você precisa regular bem as suas compras para não se surpreender na hora do pagamento.

E aí, tirou todas as suas dúvidas? Acredito que você agora já esteja preparado para usar bem o cartão de crédito no exterior e aproveitar as suas vantagens. Boas compras!

https://www.capitalresearch.com.br