Notícias

Potencialidades turísticas do município são apresentadas em missão institucional

Reunindo gestores municipais, instituições parceiras, agentes e operadores de turismo de São Luís e entorno, missão abriu espaço para aproximação comercial e troca de experiências para dinamizar turismo em Barra do Corda

Berço de poetas e detentor de tradições culturais ímpares, diversidade étnica e patrimônio natural exuberante, uma culinária com sabores marcantes e um artesanato de matriz indígena, o município de Barra do Corda guarda significativo conjunto de atrativos que asseguram imenso potencial para o turismo, especialmente o rural, de experiência, de viés religioso e para roteiros que possibilitem o contato com a natureza e com vivências ancestrais.

 Barra do Corda trabalha para estruturar suas atividades turísticas – Foto: Divulgação

São cachoeiras de águas cristalinas, como a da Fumaça, da Pedra e a Cachoeira Grande; como também o exuberante Rio Corda, que corta o município; ou, ainda, a confluência das águas dos rios Pau Grosso e Corda, no Sítio da Ana; monumentos históricos e religiosos, somados a tradições culturais e proximidade com territórios e etnias indígenas (Guajajaras, Canelas e Timbiras), que permitem acesso a saberes e atrativos ligados à ancestralidade maranhenses, dentre outros.

E, além disso, destacam-se a facilidade de acesso, proximidade com pelo menos 25 municípios e com cidades como Teresina (PI) e a própria capital maranhense, além de uma estrutura básica já disponível de equipamentos, como meios de hospedagem, transporte e de alimentação, que conferem ao município potencial amplo para exploração, com a devida estruturação.

Missão reúne gestores de Turismo de Barra do Corda, técnicos do Sebrae e parceiros – Foto: Divulgação

Esse conjunto de potencialidades esteve em destaque na missão institucional a São Luís, organizada pelo Sebrae, por meio das regionais de São Luís e Grajaú. A missão teve a participação do vice-prefeito de Barra do Corda, Marcos Amorim; de Nasser Noleto, coordenador do Turismo do município; de Estevão Negreiros, secretário Municipal de Indústria e Comércio. Também presentes, o diretor Técnico do Sebrae/MA e presidente do Conselho Municipal de Turismo de São Luís, Mauro Borralho de Andrade; o gerente regional de São Luís , Mauro Formiga; a gestora local de Turismo, Renata Costa; o coordenador de Turismo e Cultura, Luís Walter Muniz; o gerente Regional de Grajaú, André Veras, e o gestor de Turismo naquela regional, Rodrigo Delmindo.

Diretor Técnico do Sebrae, Mauro Borralho, enfatiza potencial para o turismo rural no Maranhão e em municípios como Barra do Corda – Foto: Divulgação

“O Maranhão tem imenso potencial para o turismo rural. Municípios como Barra do Corda, por suas características naturais, podem e devem se aproveitar dessa condição, apostando no Turismo como atividade impulsionadora do desenvolvimento. Nesse sentido, a estruturação dos atrativos e do município é um passo importante. A missão permitiu o conhecimento de boas práticas e soluções adotadas por destinos como São Luís e Raposa, o que deve contribuir muito com ideias e soluções que estão dando resultado e podem ser aplicadas em Barra do Corda, nessa fase de estruturação, processo no qual o Sebrae já se faz presente. O aproveitamento desse potencial é importante para a economia regional, para os pequenos negócios e para colocarmos o Maranhão no mapa do Turismo Rural”, analisa Mauro Borralho de Andrade.

Destacando também os resultados da missão, o vice-prefeito de Barra do Corda, Marcos Amorim, reforçou a importância do momento. “Durante dois dias, pudemos conhecer as experiências que estão sendo utilizadas em São Luís, o que vai nos ajudar muito na estruturação de Barra do Corda para o turismo, essa que é uma determinação da administração do prefeito Rigo Teles.

Já Estêvão Negreiros, secretário municipal de Indústria e Comércio, ressalta que os próximos passos envolvem a realização do Inventário Turístico do município, que já está em curso dentre as soluções do Programa Cidade Empreendedora. “Com o Inventário, vamos identificar os principais atrativos e roteiros a serem trabalhados, além de eventuais melhorias na infraestrutura turística. E planejar ações de promoção comercial, aliadas à capacitação para o atendimento ao turista e ações que façam de Barra do Corda um destino com oferta diversificada e turismo de excelência”, frisou Negreiros.

Troca experiências e boas ideias para dinamizar turismo em Barra do Corda

Em São Luís, intercâmbio com o trade e gestores de turismo da capital, gera boas ideias para dinamizar turismo em Barra do Corda – Foto: Divulgação

A missão possibilitou a aproximação comercial, troca de experiências e benchmark com um destino mais estruturado, no caso São Luís. Viabilizou também a apresentação do potencial de Barra do Corda, especialmente no turismo rural,  e de ações adotadas pela gestão municipal para fortalecer o turismo.

Também possibilitou o acesso a boas práticas, produtos e ações de mercado trabalhadas pelo Sebrae e parceiros no Polo São Luís, além de roteiros e possibilidades de negócios entre os dois destinos.

Segundo o coordenador de Turismo e Cultura do Sebrae, Luis Walter Muniz, a iniciativa trouxe inspirações para a criação de novos produtos, com uma aproximação que deve render bons negócios. “Bastante positiva, a missão permitiu conhecer o que vem sendo trabalhado em São Luís e Raposa e ideias que podem ser aproveitadas em Barra do Corda, dinamizando os negócios com a venda de pacotes. Tudo isso, deve ser precedido da estruturação para esse novo momento do turismo na região”, sinalizou.

Integração e aproximação comercial são saldos da missão de gestores do Turismo e empresários de Barra do Corda a São Luís e Raposa – Foto: Divulgação

O gerente da Regional de Grajaú, André Veras aponta a aproximação com empresários, como os da Cooperativa  G7 e agências emissoras de turistas como algo bastante positivo e indica os próximos passos. “A nossa expectativa é, junto com a Secretaria de Turismo de Barra do Corda e classe empresarial, colocar a Barra do Corda no radar de destinos como São Luis, Raposa e outros. Em outubro estamos prevendo avançar um pouco mais, com a ida desse grupo a Barra  do Corda, para conhecer e avaliar os atrativos e iniciar a prospecção de negócios de forma mais efetiva”, sinaliza o gerente.

Na programação dos dois dias, o grupo conheceu as diretrizes do Sebrae para as áreas de Cultura e Turismo, detalhes do Projeto de Turismo Rural, contando com visitas técnicas ao Museu da Gastronomia Maranhense, com parceria da Secretaria de Turismo de São Luís – Setur São Luís.

Destaque, ainda, para o Encontro de Negócios, com apresentação promocional de Barra do Corda para representantes da Setur São Luís e Governo do Estado, e instituições como Abav, ABIH, Sesc – Turismo Social, Sehama, Abrasel, Cooperativa G7, SINDEGTUR e agências de Turismo da capital.

Em Raposa, participantes da missão conhecem produtos de turismo rural do Haras 4 Irmãos – Foto: Divulgação

No encerramento, na visita ao município de Raposa, o grupo conheceu a experiência do CAT (Centro de Atendimento ao Turista), o corredor das rendeiras e o Haras 4 Irmãos, onde puderam ver de perto produtos de turismo rural trabalhados no empreendimento e os resultados das experiências de governança na gestão do turismo de Raposa.

Para o secretário de Turismo de São Luís, Saulo Ribeiro, esse intercâmbio entre destinos é fundamental para otimização dos resultados. “Barra do Corda possui atrativos diversificados, com potencial de aproveitamento imenso e, fundamental, o empenho do poder público e o desejo do empresariado de fazer do turismo um vetor de desenvolvimento. Ações como essas, que colocam em contato os dois destinos, permitem o planejamento integrado de ações que certamente ajudarão muito a impulsionar esse potencial, que é evidente”, avalia Ribeiro.

Texto: Laurene Leite

Fonte: https://jpturismo.com.br/potencialidades-turisticas-de-barra-do-corda-sao-apresentadas-em-missao-institucional/