Notícias

Presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, Wirley Reis, visita a futura instalação do Mercado de Origem de Belo Horizonte

O megaempreendimento está previsto para ser inaugurado em outubro deste ano, e será point turístico, cultural, gastronômico e econômico de Minas Gerais, reunindo em um único espaço mais de quatro mil expositores diários

O Presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais e prefeito de Itapecerica, Wirley Reis, visitou na manhã desta sexta-feira às obras do futuro Mercado de Origem, no bairro Olhos D´Agua, região centro-sul de Belo Horizonte. O Mercado de Origem faz parte de um projeto de dimensões nacionais, que trabalha com a valorização da agricultura familiar, em que pequenas cooperativas e associações de produtores rurais possam comercializar seus produtos diretamente com o consumidor final, sem a presença de atravessadores.

Presidente Wirley Reis e o Fundador do Mercado de Origem Elias Tergilene

A visita guiada foi apresentada pelo idealizador e fundador do Circuito de Mercados de Origem, o empresário e presidente da Fundação Doimo, Elias Tergilene, que estava acompanhado do vice-presidente da Fundação Doimo, Bernard Siríaco Martins;

além de Thiago Tomaz, Diretor de Artesanato dos Circuitos de Mercado; Marcos Vinícius Januário, presidente do CT Trilha dos Inconfidentes (FECITUR); Fernanda Fonseca, Superintendente de Marketing Turístico da SECULT; Flávia Nogueira, Superintendente de Políticas de Turismo da SECULT; Sérgio Reis, Presidente da Empresa Mineira de Comunicação; Elisângela Pereira, Responsável pelo Financeiro da Associação Mineira de Municípios (AMM); Sormane Parreira, da Cervejaria Origem e Luiz Otávio, presidente da Vale Verde.

Na oportunidade, a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais firmou uma parceria com o Mercado de Origem, em que a Associação terá um espaço dentro do Mercado, para expor produtos das cidades históricas e fazer a divulgação dos destinos turísticos dos 30 municípios que a compõe.

O projeto do Mercado de Origem é trabalhar diretamente com o produtor mineiro, fomentando a produção e incentivando o valor agrego de cada produto em sua origem, fazendo do Mercado um resumo da história e da cultura de Minas Gerais. Nas palavras de seu fundador, “o Mercado vai trazer o Estado inteiro aqui para dentro. Então, vamos poder encontrar em um só lugar o queijo do Serro; o azeite de Baependi; o artesanato de Tiradentes; as sempre- vivas de Diamantina, a cachaça de Salinas e o café do Sul de Minas. Vamos colocar dentro do Mercado a alma, o cheiro e os sabores das Minas Gerais, que são vários”, declarou entusiasmado Elias Tergilene. O presidente da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais declarou que “vamos reunir aqui um pouco das muitas iguarias de nossas cidades, além de ser um ponto permanente de divulgação de nossos destinos turísticos. Então, vamos poder falar em um só lugar, todos os dias, do muito que temos de história, gastronomia, belezas, cultura, em nossas cidades, incentivado a procura e visita para os 30 municípios que integram nossa Associação”, declarou o presidente Wirley Reis.

O Mercado de Origem será uma grande oportunidade para que as pessoas tenham acesso aos produtos típicos de Minas Gerais direto de produtores, sem atravessadores, com preço justo e com alto padrão de qualidade. Os visitantes vão poder conhecer as histórias e todo o caminho que os produtos percorrem desde sua origem até a chegada a mesa de suas casas. Vão poder degustar e conhecer os sabores e ainda saber suas propriedades e benefícios.

Além de produtos agrícolas, o Mercado de Origem terá artesanato, doces, produtos manufaturados, cervejas artesanais, restaurantes, praça de alimentação, mirantes, entre muitas outras novidades.