Notícias

Programa Pontes Americanas conectam servidores da Rede Federal aos EUA

A iniciativa atenderá todas as instituições da Rede Federal , localizadas em todos os estados brasileiros

A Embaixada e Consulados dos Estados Unidos no Brasil e o Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) lançaram, no dia 14 de abril, o programa Pontes Americanas – programa que tem por objetivo ampliar informações sobre o estudo nos Estados Unidos. Nessa data, o ministro-conselheiro da Missão dos EUA no Brasil, Douglas Koneff, e a presidente do Conif, Sônia Regina Fernandes, deram início ao programa de formação para mais de 1200 servidores da Rede Federal que poderão atuar como coordenadores.

O programa vai estar presente em mais de 400 campi dos Institutos Federais, Cefet Minas Gerais e Rio de Janeiro e Colégio Pedro II, localizados em todos os estados brasileiros, conectando milhares de estudantes brasileiros aos EUA por meio de programas administrados pelo EducationUSA e Espaços Americanos. A iniciativa também oferecerá oportunidades de aprendizagem da língua inglesa, programas culturais, oportunidades de intercâmbio, como por exemplo, os programas Jovens Embaixadores, Jovens Líderes das Américas (YLAI) e outros recursos como o eLibraryUSA.

O Programa Pontes Americanas vai facilitar o acesso das instituições da Rede Federal aos centros de aconselhamento do EducationUSA e aos Espaços Americanos. “Essas instituições são fontes oficiais de informações e orientações sobre estudos nos EUA e estão espalhadas por todo o mundo”, destaca o ministro-conselheiro da Missão dos EUA no Brasil, Douglas Koneff.

De acordo com a presidente do Conif, Sônia Regina Fernandes, “nossa expectativa é ampliar a participação de estudantes e servidores da nossa Rede em programas de bolsas e de formação e desenvolvimento institucional do governo dos EUA”. Essa é uma importante estratégia para a formação multicultural de estudantes e servidores, completa Ana Carolina Oliveira, assessora de relações internacionais do Conif. Segundo o Diretor de Relações Internacionais e Interinstitucionais do IF Sudeste MG e Coordenador do Fórum de Assessores de Relações Internacionais do Conif, Daniel Augusto de Oliveira, “esse é um projeto fundamental para incrementar, por meio da internacionalização, o desenvolvimento profissional de nossos servidores e a oferta de educação integral aos nossos alunos, agentes de uma Rede tão diversa, inclusiva e transformadora”.

De acordo com Rita Moriconi, coordenadora Regional do EducationUSA para o Conesul, existem mais de 4.700 universidades a nível de graduação e 1700 universidades a nível de pós-graduação nos EUA. Os orientadores do EducationUSA vão ajudar os interessados a encontrar a universidade ideal e também vão oferecer informações sobre bolsas de estudos. As universidades norte-americanas estão de portas abertas para alunos brasileiros. Enquanto seguem os protocolos de segurança para conter a propagação do Coronavírus, as universidades americanas criam ações para identificar estudantes Brasileiros

interessados em admissões para cursos à distância, ou para aulas futuras, em modelo presencial. Até que tudo se normalize, a melhor ideia é investir o tempo planejando todas as etapas para estudar nos Estados Unidos.