Notícias

Salvar o Turismo em Monte Verde-MG

Nesse momento mais de 40 carros de empresários do setor de turismo e hotelaria de Monte Verde, descem a serra pacificamente num proposto legal contra o fechamento do turismo no Distrito de Monte Verde.

A carreata encontrará outro grupo de empresários em Camanducaia que juntos seguirão até a prefeitura Municipal da cidade, onde deverão ter uma reunião com o prefeito da cidade Rodrigão.

A situação por lá é dramática. Leia por favor esses comentários completamentares.

O Distrito de Monte Verde, talvez seja a única região do estado de Minas Gerais que vive exclusivamente da atividade turística. Me arrisco a dar por volta de 95% da dependência do local da atividade turística como a única geradora de recursos diretos e indiretos da economia.

A conclusão que chegamos é a seguinte: Ou o Distrito reabre de maneira urgente para a atividade turística, ou morrerá definitivamente. Sem recursos e sem os turistas, não há empregos, não há alimentação, não há nenhuma possibilidade de arcar com impostos, aluguéis, salários e atividades a fins.

Portanto, bares, restaurantes, pousadas, hotéis e praticamente todo o comércio vive em torno do segmento turístico.

O único patrimônio de Monte Verde é sem dúvida nenhuma o turismo.

Ouro Preto e Mariana, a mesma coisa. Elas têm universidades, extração de minério de ferro e pecuária, assim como Poços de Caldas e Diamantina. Para exemplificar melhor!

Araxá também é turística, mas a economia local é baseada na extração do Niobio e da forte produção agrícola e pecuária, portanto não há uma dependência do Turismo.

Gonçalves e Conceição de Ibitipoca seriam outras duas cidades dependentes dessa atividade, mas tem em seu território agricultura de subsistência e extração de eucalipto. Nas duas o turismo tem um papel na ordem de 67% e 60% respectivamente.

É chegada a hora do turismo de Monte Verde ser ouvido, respeitado e colocado como prioridade total da administração pública de Camanducaia. Sem essa atividade tão importante, impactando de maneira direta e indireta outras 79 atividades da macroeconomia local.

Não acreditem que haja por parte do Governo do estado de Minas Gerais uma imposição seu proíba a vontade política de reabrir Monte Verde é Camanducaia.

Precisamos respeitar os protocolos de saúde, mas temos de alimentar nossas famílias e oportunizar a melhoria constante de nossos funcionários e colaboradores. Os empresários de Monte Verde querem apenas trabalhar e receber de maneira responsável e consciente os turistas.