Notícias

Secult abre inscrições para o “Portfólio Boas Práticas Regionais no Turismo 2020”

Novidade deste ano é o foco nas ações regionais ; prazo para cadastrar iniciativas vai até 17 de agosto

Estão abertas as inscrições para o “Portfólio Boas Práticas Regionais no Turismo 2020”, publicação que reúne ações que servem de exemplo para o desenvolvimento local do turismo em Minas Gerais. A iniciativa é da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult), como forma de fomentar e incentivar práticas inovadoras e sustentáveis nas atividades turísticas, em continuidade ao que foi iniciado em 2019, com o “Portfólio de Boas Práticas Municipais”.

O objetivo do documento é também contribuir para o fortalecimento do turismo em Minas Gerais por meio da difusão de projetos que apresentaram bons resultados em sua aplicação em regiões mineiras. As Instâncias de Governança Regionais (IGRs) certificadas pela Secult têm até o dia 17/8 para cadastrar as iniciativas inovadoras no formulário disponível AQUI.

Entre as categorias de boas práticas, neste ano a novidade é uma voltada à segurança sanitária, fator importante para a retomada da atividade turística em um contexto mundial. As divisões consistem em: infraestrutura turística; informação turística; valorização das culturas locais e dos saberes tradicionais; qualificação profissional dos serviços associados ao turismo; promoção e apoio à comercialização; empreendedorismo e captação de investimentos; pesquisas e monitoramento; gestão descentralizada do turismo; e economia, responsabilidade social e segurança sanitária no contexto pandêmico.

Reconhecimento, potência turística e inspiração

A subsecretária de Turismo da Secult, Marina Simião, afirma que “é de extrema importância que as IGRs se envolvam nesse processo, porque, além de proporcionar reconhecimento, destaque e divulgação às ações desenvolvidas pelos municípios integrantes, fortalecendo a atuação das entidades, é uma forma de contribuir para que todos conheçam como os desafios no setor turístico vêm sendo enfrentados e superados, principalmente em tempos de isolamento social em função da pandemia”.

Para Marina, o compartilhamento destas iniciativas serve de base para novas ações nas mais variadas regiões do estado, “o que fortalece a política de regionalização do turismo da Secult e também demonstra a potência turística de Minas Gerais e as diversas formas encontradas pelos municípios mineiros para fortalecer o turismo”. “Mesmo que as atividades sejam aplicadas considerando as características e especificidades de cada local, as boas práticas já servem de inspiração para que estratégias semelhantes sejam desenvolvidas”, lembra a subsecretária.

Após o prazo do envio das iniciativas pelas IGRs, a Superintendência de Políticas de Turismo da Secult, em parceria com outros setores da pasta, inicia o processo de seleção, em que são consideradas ações que sejam inovadoras, que sirvam de exemplo para todas as regiões e que possam ser compreendidas como boas práticas em relação aos eixos de promoção, governança e sustentabilidade.

A estimativa é de que o portfólio “Boas Práticas Regionais do Turismo 2020” seja publicado em dezembro deste ano.