Notícias

Secult anuncia projeto de revitalização da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais

Recursos somam quase R$ 2 milhões e vão ser utilizados para reformas nos prédios Sede e Anexo do espaço

Um dos espaços culturais mais simbólicos de Belo Horizonte passará por importantes mudanças nos próximos meses. A Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais terá o prédio sede e o prédio anexo revitalizados, com melhorias que visam ao conforto e à segurança dos leitores. Os recursos, na casa dos R$ 2 milhões, são provenientes de emenda parlamentar do senador Antonio Anastasia e vão garantir mais dinamismo aos espaços, que integram o Circuito Liberdade, em Belo Horizonte.

O projeto de revitalização foi apresentado nesta terça-feira (11/5), em solenidade que contou com a presença do senador Antonio Anastasia; do secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira; do secretário Adjunto de Cultura e Turismo, Bernardo Silviano Brandão; do diretor do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas, Ozório Couto, entre outras autoridades. A realização do evento, que foi presencial, seguiu todos os protocolos de segurança.

Ao todo, serão investidos R$ 1.916.973,99 no projeto de reforma dos prédios Sede e Anexo da Biblioteca Estadual. A expectativa é que as obras sejam concluídas até o primeiro semestre de 2022. No prédio Sede, situado na Praça da Liberdade, o projeto de revitalização prevê a impermeabilização da laje do 3º andar e das paredes do subsolo, com custo total de R$447.231,86.

Autor da emenda parlamentar que vai garantir os recursos para o projeto de revitalização na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, o senador Antonio Anastasia destaca a importância do espaço para a cultura de Belo Horizonte. Para Anastasia, a Biblioteca Pública Estadual é um dos mais simbólicos espaços do conhecimento, e as constantes melhorias também podem estimular o gosto pela leitura em novos públicos.

“A Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais é local de conhecimento na cidade e nós precisamos prestigiar o conhecimento e a cultura. Estamos alocando uma emenda de quase R$ 2 milhões para a revitalização do espaço em uma importante parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo. O objetivo é permitir que tanto o Prédio Sede quanto o Prédio Anexo tenham plenas condições de reabrir no pós-pandemia, para melhoria do acesso das pessoas à literatura, ao conhecimento e a esse hábito tão importante que é o da leitura, que temos obrigação de estimular e prestigiar”, destacou o senador.

O montante destinado à Biblioteca Estadual representa o maior valor em emendas parlamentares já recebidos pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). De acordo com o secretário Leônidas Oliveira, os recursos já estão licitados e, tão logo sejam transferidos para a pasta, as obras de revitalização terão início. Oliveira também destaca que essa iniciativa é de extrema importância para a preservação da memória do próprio estado.

“Na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais temos um importante acervo literário que conta a história de nosso estado. Esse edifício pragmático, com a assinatura de Niemeyer, é muito simbólico para nossa história. Faremos uma correção ampla dos espaços e vamos fomentar, cada vez mais, a cultura, a arte e, principalmente, a literatura, não apenas na cidade, mas em toda Minas Gerais, já que a Biblioteca Estadual está vinculada ao Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas e é uma referência nas ações e nas políticas públicas”, pontuou Leônidas Oliveira.

Projetos

No espaço também será implantado um projeto de segurança para obtenção do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Com custo de R$ R$112.253,18, a execução da obra contempla guarda corpo das rotas de fuga, readequação do teatro de arena, instalação de porta corta-fogo no 1º pavimento, instalação de corrimão para rampa de acesso do banheiro no 2º pavimento, botão de acionamento de bomba d’água em todos os andares do prédio, entre outros itens necessários.

A manutenção das janelas do Prédio Sede também está prevista no projeto de revitalização. Ao todo, serão investidos R$10.458,58 em substituição das dobradiças, pintura, limpeza e troca dos vidros. A fachada do espaço também será revitalizada, com limpeza, recomposição das pastilhas, pintura, troca de vidros e aplicação de película protetora. Para essa etapa, serão gastos R$ R$105.780,36.

O Prédio Anexo da Biblioteca Estadual, que funciona na Rua da Bahia, receberá um aporte de R$ 518.487,17. O recurso também contempla projeto de segurança para obtenção do AVCB, por meio de instalação do guarda Corpo das rotas de fuga, placas de sinalização e equipamentos para prevenção de incêndios, como extintores, hidrantes e mangueiras. No espaço também serão executadas obras de revitalização da parte elétrica no 1º e no 2º pavimentos do edifício, com custo de R$ 222.367, 91.

A fachada do Prédio Anexo também será revitalizada. O projeto contempla melhorias na estrutura do espaço, como fechamentos com portas de correr, painéis de aço inoxidável, além de esquadrias de alumínio para a fachada. A execução dessa etapa da obra terá um valor previsto de R$ 409.597,89.

Um espaço a ser preservado

Inaugurada em 1954, A Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais é um dos espaços culturais mais importantes do estado. Administrada pela Secult, o espaço oferece diversas ações destinadas ao fomento artístico e cultural, por meio da leitura e da literatura. O último projeto de revitalização da Biblioteca Estadual ocorreu no ano 2000, quando a fachada do Prédio Sede passou por reformas. Um ano antes, em 1999, o Prédio Anexo já havia sido revitalizado, quando a Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais (SEF) cedeu o espaço para a pasta da Cultura e Turismo.