Notícias

Tip Top no Mercado: tradicional bar cria novo conceito de atendimento

Na contramão de um cenário econômico turbulento causado pela pandemia, empresária abre loja e investe num dos pontos mais conhecidos da cidade. Um encontro histórico, Tip Top e Mercado Central têm a mesma idade, foram inaugurados no ano de 1929.

Eleito como um dos dez melhores mercados do mundo, o Mercado Central de BH foi escolhido a dedo pela empresária Ludmila Carneiro. ” Nos mobilizamos para manter o vínculo com a trajetória e tradição que nos une ”, ressalta a empresária.

Como resposta ao modo de vida urbano contemporâneo, que valoriza o consumo rápido e busca praticidade, agilidade, qualidade e preço acessível, o Tip Top Mercado baseia seu atendimento no conceito: food service.  Os clientes podem escolher pelo consumo imediato ou levar os produtos pra casa, escritório etc. 

Com uma estrutura enxuta, o espaço de 14 m quadrados foi pensado para oferecer algumas especialidades da casa como: salsichão, rosbife, salada de batata, joelho de porco, chucrute, pastrami, torresmo, além de sanduiches, outra tradição do Tip Top. As bebidas servidas são de rótulos variados, principalmente as cervejas tradicionais e as artesanais, e, claro, bebidas de origem alemã.

Ludmila Carneiro (foto), proprietária do Tip Top, vê o novo desafio de forma otimista, “ o empreendedorismo no Brasil requer uma dose grande de coragem. Quando a economia apresenta um cenário adverso e instável como o de agora, temos que procurar alterativas e oportunidades.  Estamos investindo porque é hora de simplificar com modelos mais compactos de operação. Acreditamos que esta nova proposta vai fazer diferença na retomada e ajudar na superação de mais essa crise” diz a empresária.

Mulheres no comando

A própria história do Tip Top é impulsionada pelo desafio, ao longo dos seus 90 anos, muitas invocações, a primeira proprietária, a tcheca Paula Huven, por exemplo, foi uma das responsáveis por introduzir em Belo Horizonte o conceito que conhecemos hoje como delicatessen. Ele é tão atual, que foi uma das inspirações para criar o Tip Top Mercado.  Durantes os anos, a culinária da casa foi se reinventando, mas nunca deixou os pratos clássicos fora do cardápio.

A peculiar memória do Tip Top é marcada pelas mãos femininas. Desde a sua fundação o bar e restaurante é administrado por mulheres.  Depois de dona Paula, foi Teresa Recoder Gonçalves, na década de 80, quem herdou parte da história da capital mineira ao comandar o Tip Top. Hoje, Ludmila dá as cartas. A ideia da expansão é dela. Com a inauguração da loja, ela espera agregar um novo público, incluindo os turistas que frequentam o Mercado.

Endereço: Mercado Central de Belo Horizonte

Av. Augusto de Lima, 744

Loja: 148