Notícias

Treze mulheres que fazem a diferença na gastronomia, hotelaria e turismo

O Dia Internacional da Mulher, celebrado anualmente no dia 8 de março, possui uma rica história baseada nas lutas pela igualdade de direitos civis. Décadas após sua instauração como uma data comemorativa, vemos alguns dos resultados dessa luta que perdura desde sempre.

Um bom exemplo são os trabalhos que no passado eram quase exclusivos de homens, mas cada vez mais as mulheres vêm conquistando esse espaço.

Nessa data, não poderíamos deixar de homenagear elas que estão na linha de frente ou nos bastidores de diversas áreas do turismo nacional e da hotelaria. 

Essas verdadeiras guerreiras relatam aqui seus maiores desafios e, mesmo assim, conseguem superá-los e ser destaque em um mercado onde a simpatia, hospitalidade, criatividade e, sobretudo o profissionalismo, são exigências do dia a dia.

Segundo a OMT – Organização Mundial do Turismo, cerca de 57% da força de trabalho nessa área são coordenadas pelas mulheres.  Na hotelaria, esse número salta para 61%, e as mulheres só estão abaixo dos homens nos segmentos de operação e manutenção. 

Embora o segmento de turismo esteja enfrentando um momento complicado em relação a pandemia da Covid-19, as mulheres continuam sendo protagonistas nessa importante área da economia brasileira.

Listamos aqui 13 super mulheres que fazem da hotelaria, gastronomia e turismo o seu trabalho.

VALÉRIA SOARES MINHOZS FOZ

É proprietária do Eco Resort Foz do Marinheiro, localizado na cidade de Cardoso, interior de São Paulo. Há 22 anos à frente da administração do hotel, que é um verdadeiro refúgio ecológico, com preocupação constante com o meio ambiente e com a sustentabilidade (https://fozdomarinheiro.com.br/).

“Ser mulher é um desafio constante. Transmitir segurança, força e solidez é sem dúvida nenhuma um grande desafio”.

ELISABETH FONTANELLA

Advogada há 15 anos envolvida no turismo, foi Secretária da pasta no município de Munhoz (MG) e proprietária do Sítio Tertulia Ecoparque (https://sitiotertuliaecoparque.webnode.com)onde acolhe os hóspedes com o “jeitinho” mineiro. São chalés que se integram a natureza, com muito verde, rio com corredeiras e natureza abundante.

“Não vejo desafio pela questão de gênero, mas sim pela falta de incentivo para o turismo, a falta de compreensão de proprietários de empreendimentos e até mesmo do turista de que esse é um importante segmento gerador de renda e conservação cultural”.

HELOISA AGUIAR FERNANDES

Gerente de produtos nacionais da operadora Agaxtur, há 19 anos no trade.
“Vejo como maiores desafios a resistência à liderança feminina e atitudes machistas no dia a dia. A desigualdade também é um desafio, pois o salário da mulher ainda é muito menor comparado ao do homem que atua na mesma área”.

CLARINÊS FÁTIMA RUPPEL

Há 4 anos é proprietária da Pousada Jardim da Mantiqueira  (https://www.pousadajardimdamantiqueira.com.br/ ) e da Pousada Pedras e Sonhos (https://www.pousadapedrasesonhos.com.br/) ambas em Monte Verde (MG), todos com muito charme, sendo o destino ideal para casais que buscam um espaço especial, com todo o romantismo que o destino oferece.

“Trabalhar com turismo é um desafio muito grande, e em especial para quem está começando. Envolve acumular diferentes funções e estar disponível o tempo todo. Quando se trata de ser mulher, a tendência é que a jornada seja ainda, no mínimo, dupla, pois além dos negócios ainda acumulamos as funções do lar e família”.

ELIZABETH PRUDÊNCIO COELHO

Pioneira na abertura de fazendas no Pantanal para a hospedagem de turistas. Desde 1998, administra a área de turismo da Fazenda San Francisco (http://fazendasanfrancisco.tur.br/), no município de Miranda, uma das portas de entrada do pantanal do Mato Grosso do Sul. Beth Coelho, como é mais conhecida, está envolvida também na criação de cavalos, gado e produção de arroz da fazenda, além de ser uma das mais atuantes empresárias da região em ações de proteção, principalmente da onça, no projeto “Gadonça”.

“Desde o início sempre fui muito respeitada pelo trade. Sou verdadeiramente apaixonada pelo turismo, faz parte da minha alma, da minha vida”.

MARÍLIA SARMENTO

Na área há 22 anos, começou com um pequeno empreendimento em Caraguatatuba, com apenas 4 apartamentos. Hoje, a Pousada Viamar (https://www.viamarpousada.com.br/) conta com 22 apartamentos com toda infraestrutura de lazer e gastronomia.

“Muitas foram as renúncias para que pousada pudesse crescer. Atrasei minha maternidade, me dediquei aos estudos dentro da área, “abrindo mão” da minha formação em TI. Estudei sobre a região e aprendi que não se faz turismo da porta para dentro e sim de forma associada com aqueles que na verdade são parceiros e não concorrentes”.

PATRICIA DE CAMPOS

Iniciou no turismo em 1984 na agência Advent, passando depois para a área de eventos na Editevê e na antiga Paulistur. Em 1997, foi uma das pioneiras em turismo de aventura, abrindo a VIDA LIVRE. Há 4 anos retornou ao trade, abrindo a GENTILEZA R.P. (www.gentilezarp.com) com foco na representação de empreendimentos e destinos de natureza pouco conhecidos no mercado, além de criadora dos sites SCAPESP (www.scapesp.com.br) e VIAGEM RURAL (www.viagemrural.com).

“Para mim o maior desafio é manter o equilíbrio entre a gentileza e a austeridade no mercado de trabalho, além da dedicação total ao trabalho, abrindo mão por vezes de momentos da vida particular”.

ZÉLIA APARECIDA ALVES FARIAS ALVES

Está envolvida no trade desde 2007, administrando o Villa Coração Guest House (http://villacoracao.com.br/), um espaço diferente para hospedagem em Monte Verde (MG), em uma casa luxuosa e cheia de requinte.

Segundo Zélia: “o grande desafio é a persistência, a garra e a dedicação, que faz por vezes a abrir mão de momentos com a família, e como os números mostram, 60% dos profissionais de hotelaria são mulheres, que certamente também muitas vezes abrir mão do pessoal em detrimento do profissional”.

JUCÉLIA COSTA MANSO

Comanda a cozinha do Rancho Zig Zag (ranchozigzag.com.br/), localizado em Santo Antônio do Pinhal (SP). Com uma proposta de servir slow food (uma comida que, ao contrário do fast food, deve ser saboreada sem pressa), Jucélia trabalha com alimentação orgânica e oferece alguns pratos desenvolvidos por ela e já famosos na região, como as carnes preparadas no fogão a lenha, trutas, massas artesanais e sobremesas únicas. Recentemente ela fez cursos de extensão acadêmica e agora se prepara para lançar novos pratos para a temporada de outuno/inverno. Tem uma verdadeira paixão pela arte de cozinhar.

 “Meu maior prazer é ver minha clientela sair feliz e satisfeita depois de uma refeição”

ANDREA AIRES

Coordena o Café no Bosque (www.cafenobosque.com/) em Campos do Jordão (SP). Mais de 90% dos produtos utilizados na elaboração dos pratos de Andrea são orgânicos e regionais, estimulando tal produção local. Boa parte dos pratos são autorais, como o Cheesecake de Frutas Vermelhas e a Truta Ibérica. Ela conquistou o Top 5 do TripAdvisor é aparece sempre entre as cinco maiores revelações da gastronomia de Campos do Jordão.

 “Eu e minha cozinha autoral e natural queremos apenas possibilitar boas sensações aos clientes “

 LIA MADEIRA

É a comandante do Restaurante Cozinha Vivaah (www.cozinhavivaah.com.br/), também em Campos do Jordão. Destaque para a cozinha internacional, com um toque local, Lia oferece em seus pratos uma experiência única. Os destaques são os Palitinhos de Tapioca com Geleia de Pimenta e o Mignon Crocante de Bacon com Risoto de Pesto de Manjericão e molho de Cogumelos que podem ser apreciados antes da sobremesa, a Banana Vivaah (banana envolta em massa crocante, polvilhada com açúcar, canela e acompanhada de doce de leite).

“A cozinha pra mim é o meu segundo filho. Cuido em cada detalhe e faço sempre com muito carinho”.

ELZA ARANTES DE MAGALHÃES E SILVA

Sócia proprietária do VALE DO SONHO HOTEL & EVENTOS (https://valedosonho.tur.br/), em Guararema (SP), um espaço com chalés que acomodam toda a família e apartamentos com vista para o rio, com gastronomia farta e perfeita, além de muito espaço para quem gosta de lazer e tranquilidade. Elza entrou para o ramo da hotelaria em 1984, em Ouro Preto (MG). São 37 anos de experiência em gestão hoteleira, supervisionando todos os departamentos.

“Há 27 anos quando vim para São Paulo, assumir o Vale do Sonho com meu marido e três filhos, foi difícil, mas desafiador. Hoje nos posicionamos no mercad o, porém os desafios continuam. Sou perfeccionista e gosto de ver meu hóspede satisfeito, por isso acabei assumindo o A&B e parte da gerência. No final do dia mesmo exausta, me sinto feliz, primeiro porque amo o que faço e a fidelidade do meu público é a resposta ao meu esforço e trabalho”.

BRUNA CATHARINA S. P. IBRAHIM

Há 4 anos faz parte da APHMBR – Associação de Pousadas, hotéis, bares e restaurantes de Maresias (praiademaresias.com.br),  onde faz parte do grupo de mulheres empresárias, que impulsionam o turismo nesse canto especial do litoral norte paulista, assinado por muito charme e glamour, que faz parte do município de São Sebastião.

Bruna comenta: “vejo que a área de turismo está muito bem representada pelas mulheres, a exemplo em nossa associação, onde muitas estão à frente de empreendimentos em cargos de gerência e diretoria. Acredito que o maior desafio é demonstrar com mais veemência a liderança e outras habilidades profissionais, mantendo a nossa doçura e jogo cintura peculiar de nossa forma de ser”.