Agência de Notícias

Venda de motos teve alta de 14,6% no Brasil em 2019; confira dicas de segurança para pilotar o veículo

Com o maior número de motos nas ruas, é preciso redobrar o cuidado

De acordo com a Fenabrave, associação das concessionárias, em 2019, foram vendidas 1.077.553 motocicletas, contra 940.394 em 2018. O número representa um aumento de 14,6% na quantidade de veículos vendidos.

Não só a venda em si apresentou crescimento. A quantidade de produção de motos no Brasil também aumentou. De acordo com a associação das fabricantes de motos, a Abraciclo, de janeiro a novembro de 2019, a fabricação foi de 1.038.696 unidades, volume 7,2% maior do que os números apresentados durante o mesmo período de 2018, com 968.976 unidades.

Com a crescente quantidade de motocicletas nas ruas, é preciso ser ainda mais cuidadoso e redobrar a atenção, evitando acidentes no dia a dia. Confira algumas dicas.

Conheça seu veículo

Entender como funciona o posicionamento ideal do guidão, freios e outros componentes da moto é o ponto inicial para pilotar de forma segura e evitar acidentes. Faça um treino prévio com o equipamento para avaliar limite de velocidade, troca de marchas, entre outras coisas.

Use o equipamento de segurança adequado

Uma das regras principais para pilotos é a utilização de equipamento de segurança adequado. Capacete feminino ou masculino, é um item básico para quem utiliza motocicletas no dia a dia, além de ser obrigatório por lei. É interessante investir em outros equipamentos de segurança além do capacete, como luvas, calçados e traje específico, que protejam outros pontos em caso de queda.

Roupas de cores chamativas também são importantes para permitir que os outros motoristas identifiquem o posicionamento da moto na rua com maior precisão.

Revisão do veículo

Muitos motoristas não sabem, mas a primeira revisão deve ser realizada aos 1.000 km, ou seis meses da data da compra. Já as revisões seguintes devem ser realizadas aos 4.000 km, 8.000 km e 12.000 km, respectivamente.

Ter certeza de que o automóvel está nas condições corretas pode evitar problemas graves, além de manter as boas condições do equipamento, garantindo o consumo de combustível adequado, checando freios, luzes, etc. 

Direção defensiva

Prestar atenção no que acontece à sua volta permite uma pilotagem mais segura, ajudando a visualizar as melhores rotas. Por ser um automóvel veloz, a moto pode passar desapercebida por outros motoristas, além dos riscos de se posicionar em pontos cegos. Por isso, é preciso ser visto por quem está dirigindo um carro, caminhão ou outras motos, não se mantendo muito próximo da lateral ou da parte de trás desses automóveis.