Notícias

Viajar de carro é mais seguro em época de pandemia

Caso precise realizar uma viagem durante a pandemia, saiba que viajar de carro é o meio que te deixa mais protegido.

Ficar muito tempo de quarentena em casa pode ser considerado um martírio. Para espairecer um pouco e buscar por um ambiente diferente, a opção é viajar de carro para algum lugar próximo.

Só de entrar no automóvel e ter a sensação de que você está no controle de pelo menos uma coisa no momento atual é algo que acende uma chama de felicidade e esperança pelo o que está por vir.

Estar em contato com um novo cenário após tantos meses vagando de um cômodo para outro dentro de casa proporciona um bem enorme para a mente. No entanto, por mais que viajar seja legal, deve-se estar atento a alguns cuidados durante o percurso.

Por que viajar de carro e não de avião ou ônibus?

Por mais que algumas cidades estejam afrouxando o seu isolamento social e reabrindo para as atividades turísticas, deve-se ter em mente que a pandemia ainda não acabou.

Antes de escolher qual o melhor meio de transporte para viajar, se faz necessário fazer um levantamento dos prós e contras de cada uma das opções.

No momento, andar de avião ainda é bastante arriscado. Isto é, o aeroporto possui um fluxo de passageiros constantes e não há como saber se, no meio de centenas de pessoas, alguma delas por estar contaminada pelo COVID-19.

Além do aeroporto, o próprio avião abrigará dezenas de passageiros, e mesmo usando máscara, em algum momento, suas mãos poderão esbarrar em algo contaminado.

Assim, a viagem não servirá como fonte de relaxamento, pois sua mente estará tentando identificar se o vírus está próximo a você.

Quanto a usar o ônibus como transporte, esse segue os mesmos padrões do avião, pois a rodoviária tem pessoas transitando constantemente, assim como dentro do próprio meio de locomoção.

Mesmo que algumas companhias tenham adotado a medida de manter a cadeira ao lado do passageiro vazia, deve ser levado em conta um outro fator: a limpeza do ambiente.

Com um fluxo de passageiros subindo e descendo a cada parada, não há como ter um controle quanto ao contato. Sempre haverá um esbarrão, um toque sem querer, deixando todos susceptíveis e com receio em adquirir o vírus.

Dessa maneira, o mais adequado para o momento seria ir de carro. No seu próprio transporte, existe um maior controle de limpeza, e a certeza de que não será contaminado durante o trajeto até o seu destino.

Com essa ideia fixa em sua mente, a viagem se tornará muito mais agradável, te dando a chance de esquecer um pouco, os problemas que te cercam.

Para uma viagem tranquila, mantenha o seguro auto em dia

Após decidir que irá fazer o seu transporte de carro, é necessário verificar se o veículo está em condições para aguentar um longo período nas estradas.

Com o seguro auto em dia, você e seu veículo estarão mais protegidos contra alguns possíveis acontecimentos negativos.

Afinal, mesmo se mantendo concentrado durante todo o percurso, acidentes acontecem e o melhor é estar precavido para evitar possíveis transtornos.

Acidentes

Não importa se você é o pior ou melhor motorista do mundo, mas uma colisão pode acometer até mesmo o melhor do mundo.

Caso se envolva em alguma batida durante a sua viagem, basta uma simples ligação para a sua seguradora e tudo estará resolvido.

Vale ressaltar que, o dano que a empresa cobre é somente referente ao seu veículo. Se por um acaso o errado na história for você, será de sua responsabilidade efetuar o pagamento do estrago causado no outro automóvel.

No entanto, caso queira se prevenir contra essas possíveis eventualidades, durante a contratação do seguro auto, pode ser inserido a opção de cobertura para terceiros.

O ideal é pesquisar entre as seguradoras de carro mais confiáveis para contratar as melhores coberturas.

Incidentes

Como a circulação nas estradas está em um ritmo mais lento, algumas estradas estão bastante esburacadas devido ao acontecimento de fenômenos naturais, como chuvas, por exemplo.

Então, qualquer imprevisto poderá acontecer, mesmo estando ou não respeitando as leis de trânsito, desde um simples arranhão, até uma colisão.

No entanto, se algo vier a acometer o automóvel, como um pneu furado, por exemplo, você poderá recorrer ao seguro auto.

Roubos

Não importa se o percurso da viagem é sozinho ou acompanhado, você estará suscetível a sofrer um roubo do seu veículo.

Caso o carro não esteja amparado por nenhum seguro auto, as consequências e danos serão inteiramente de quem estava o conduzindo.

Agora, imagina se o carro roubado não é uma propriedade sua? Em casos assim, onde ocorre o roubo de um carro que está na posse de outra pessoa, sem um seguro auto, os agravos serão bem maiores.

Assim, se há uma viagem inadiável para ser feita ou somente à lazer, opte por viajar de carro. Estará mais protegido que dentro de um avião ou ônibus.

Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org